Axé Music

myths, truths and world music

Authors

Keywords:

Axé music, Brazilian popular music, Musical production, World music

Abstract

The article discusses Axé music providing elements in an attempt to deconstruc three myths related to it: monoculture, low technical quality and its decadence. The method used focuses on content analysis, departing from verification of data collected through semi- structured interviews with musicians, technical staff, producers and musicbusiness executives from Salvador (Brazil), along with documental research related to the musical scene of Bahia today.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Armando Alexandre Castro, Federal University of Bahia (UFBA) (Brazil)

PhD candidate at the Center for Graduate Studies in Administration at the Federal University of Bahia Bahia (NPGA/UFBA), with a thesis on the development of the music publishing and administration market in Bahia. He holds a Master's degree in Culture and Tourism from the State University of Santa Cruz (UESC/UFBA), a specialist in Social History and Education and Bachelor in Music from the Catholic University of Salvador (UCSAL). He is an Assistant Professor at the He is also a member of the research group O Som do Lugar e o Mundo (FFCH/UFBA). Author of the book Irmãs de fé: tradition and tourism in the Recôncavo Baiano (E-papers, 2006) which deals with the process of touristification of the secular Irmandade of the secular Sisterhood of Good Death in Cachoeira, Bahia.

References

ABPD. Relatório Anual da Associação Brasileira de Produtores de Discos. Rio de Janeiro: ABPD, 2008.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CANCLINI, Néstor García. Culturas Híbridas - estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP, 2003. Castoriadis, C. A instituição Imaginária da Sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000.

DANTAS, Marcelo. Competitividade internacional em turismo: a identidade cultural contra o mito da qualidade de serviços. In.: Revista Texto e Contextos/FIB-Centro Universitário da Bahia. Ano 3, nº 04 (Jul/Dez 2005). Salvador: Editora FIB, 2005.

_________________. OLODUM - De Bloco Afro a Holding Cultural. Salvador: Edições Olodum e Editora da Fundação Casa de Jorge Amado, 1994.

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo – comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DiMAGGIO, P. e POWELL, W., A gaiola de ferro revisitada: isomorfismo institucional e racionalidade coletiva nos campos organizacionais, Revista de Administração de Empresas (RAE-FGV/SP), v.45, n.2, Abr./Jun.2005.

ELIAS, Norbert. A sociedade de corte. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

GUERREIRO, G. A Trama dos Tambores – a música afro-pop de Salvador. São Paulo: Editora 34, 2000.

IANNI, Octavio. Teorias da globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

LIMA, Ari. Funkeiros, timbaleiros e pagodeiros: notas sobre juventude e música negra na cidade de Salvador. In.: Caderno Cedes. Campinas: Unicamp, 2002.

MIGUEZ, Paulo. A organização da cultura na “cidade da Bahia”. 2002. 348 f. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporânea) – Faculdade de Comunicação , Universidade Federal da Bahia. Salvador.

MOURA, M. Carnaval e Baianidade: arestas e curvas na coreografia de identidades do Carnaval de Salvador. 2001. 378 f. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporânea) – Faculdade de Comunicação , Universidade Federal da Bahia. Salvador.

__________________. A Música como Eixo de Integração Diferencial no Carnaval de Salvador, contribuição apresentada no GT 19 - Música, Cultura e Sociedade: Pesquisas Recentes em Estudos Musicais no Brasil - da XX Reunião da Associação Brasileira de Antropologia - ABA, Salvador, 1996.

NORBERTO SILVA, Elaine. Consumo, mimesis e sentido. In.: Monclar Valverde (Org.). As formas do sentido. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SAHLINS, M. Cultura e razão prática. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

Published

2010-07-05

How to Cite

Castro, Armando Alexandre. 2010. “Axé Music: Myths, Truths and World Music”. Per Musi, no. 22 (July):1-15. https://periodicos.ufmg.br/index.php/permusi/article/view/45184.

Issue

Section

Articles in Portuguese/Spanish