Estágio docente no ensino superior

relato de experiência no curso de Biblioteconomia da UFMG

Palavras-chave: Estágio docente, Metodologias ativas, Relacionamento professor-estudante, Autonomia do estudante

Resumo

Este relato descreve uma experiência de estágio docente no ensino superior. Tem por objeto a vivência do estagiário-docente na disciplina optativa “Informação e Comunicação em Organizações”, ofertada no curso de graduação em Biblioteconomia da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. O objetivo é refletir sobre a aplicação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem na disciplina teórica, a partir da análise da percepção dos alunos sobre os métodos e as técnicas pedagógicas então desenvolvidas pelo estagiário-docente. As discussões conceituais previstas no plano de ensino da disciplina contaram com o suporte de atividades didáticas práticas, aplicadas de forma intercalada com o conteúdo teórico programado. Para se entender como tais atividades foram recebidas pelos discentes, realizou-se um estudo de caso. A coleta de dados consistiu na aplicação de um questionário com uma questão estruturada e outra discursiva, além da observação direta. As respostas foram analisadas quantitativamente, medindo o grau de aprovação para cada metodologia ativa, e qualitativamente, avaliando a opinião dos respondentes sobre uma técnica de preferência. 17 dos 21 discentes matriculados responderam às questões. A análise dos dados indica a preferência dos alunos por atividades práticas, auxiliando-os na sistematização de conceitos e teorias. As aulas expositivas e dialogadas intercaladas com o uso de metodologias ativas ressaltam o engajamento e o interesse dos discentes em relação ao conteúdo ministrado. Notou-se, ainda, os significativos aspectos de autenticidade, apreço pelo estudante e compreensão empática, evidenciados em comentários dos entrevistados registrados espontaneamente no formulário de respostas. 

Biografia do Autor

Ariane Barbosa Lemos, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Bacharel em Jornalismo (UNI-BH). Especialista em Gestão Estratégica da Informação (ECI/UFMG). Mestre e doutora em Ciência da Informação (ECI/UFMG). Professora designada nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Unidade Frutal. Pesquisadora sobre as temáticas de comunicação organizacional e gestão da informação e do conhecimento.

Referências

CONCEIÇÃO, Juliana; NUNES, Célia Maria. Saberes docentes e professores iniciantes: dialogando sobre a formação de professores para o ensino superior. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 5, n. 1, p. 9-36, abr. 2015. DOI: https://doi.org/10.35699/2237-5864.2015.1970.

FONSECA, João José. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

GIL, Antonio Carlos. Metodologia do Ensino Superior. São Paulo: Atlas. 2005.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MITRE, Sandra Minardi et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 13, p. 2133-2144, 2008. Supl. 2. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000900018.

PAIVA, Marlla Rúbya et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE, Sobral, v. 15, n. 2, p.145-153, jun./dez. 2016.

PPGCI. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG. Resolução nº 5. Estágio Docente. 2013. 2 p.

ROGERS, Carl. Liberdade de aprender em nossa década. Porto Alegre: Artes Médicas,1986.

THERRIEN, Jacques; MAMEDE, Maíra; LOIOLA, Francisco. Gestão moral da matéria e autonomia do trabalho docente. In: ROMANOWSKI, Joana; MARTINS, Pura; JUNQUEIRA, Sérgio Rogério (org.). Conhecimento local e conhecimento universal: a aula, aulas nas ciências naturais e exatas, aulas nas letras e artes. Curitiba: Champagnat, 2004. p. 43-56.

TRIVIÑOS, Augusto. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

ZABALZA, Miguel. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Tradução de Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Publicado
2019-08-08
Como Citar
LEMOS, A. B. Estágio docente no ensino superior. Revista Docência do Ensino Superior, v. 9, p. 1-18, 8 ago. 2019.
Edição
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##