Desafio da interdisciplinaridade na formação profissional do nutricionista

um relato de experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2017.2258

Palavras-chave:

Abordagem interdisciplinar, Prática pedagógica, Processo de ensino e aprendizagem

Resumo

Um dos desafios apresentados no campo da saúde é a busca de novos caminhos para repensá-la de uma forma integral. Nessa perspectiva, considera-se importante a abordagem interdisciplinar. Este trabalho tem por objetivo apresentar a experiência de formação interdisciplinar no Curso de Nutrição do Centro Acadêmico de Vitória da Universidade Federal de Pernambuco, vivenciada por 497 discentes, 76 docentes e 12 preceptores dos Serviços de Saúde do Município de Vitória de Santo Antão, nos períodos 2014.2 e 2015.1. A concepção pedagógica da proposta foi centrada no estudante, baseada em problemas e orientada à comunidade. As atividades acadêmicas foram marcadas pela multiplicidade de estratégias de ensino-aprendizagem e por pontos de intersecção para o diálogo circular. A interdisciplinaridade possibilita a construção permanente de processos eficazes para aquisição dos saberes, que pode ser transposta para a atuação profissional nos diferentes espaços de atuação do nutricionista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cybelle Rolim Lima, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Vitória de Santo Antão, PE, Brasil.

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco em 2004, especialista em Docência na Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2015, mestre, em 2007, e doutora, em 2010, em Bases Experimentais da Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente é professora adjunta IV e vice-coordenadora do Curso de Graduação em Nutrição do Centro Acadêmico de Vitória da UFPE.

Edilma Edilene da Silva, Prefeitura Municipal de Gravatá e Prefeitura Municipal de Vitória de Santo Antão, PE, Brasil.

Bacharel em Psicologia pela Faculdade Integradas da Vitória de Santo Antão, especialista em Docência na Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestranda em Saúde Mental pela Universidade de Pernambuco. Atualmente é psicóloga da Prefeitura Municipal de Gravatá, atuando no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS IV, e da Prefeitura Municipal de Vitória de Santo Antão.

Luciana Gonçalves de Orange, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Vitória de Santo Antão, PE, Brasil.

Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco em 1997, especialista em Docência na Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestre em 2007 e doutora em Bases Experimentais da Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco em 2011. Atualmente é professora adjunta IV e coordenadora do Curso de Nutrição do Centro Acadêmico de Vitória da Universidade Federal de Pernambuco.

Vanessa de Lima Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, PE, Brasil.

Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Federal de Pernambuco em 2004, mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Pernambuco em 2007 e doutora em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães – Fiocruz em 2012. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Pernambuco e do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da Residência Multiprofissional em Saúde da Família.

Referências

ALBUQUERQUE, V. S. et al. Currículos disciplinares na área de saúde: ensaio sobre saber e poder. Interface-Comunicação,Saúde, Educação,Botucatu,Universidade Estadual Paulista,v. 13, n. 31, p. 261-72, out./dez. 2009.

ARAÚJO, F. R. S. A pesquisa interdisciplinar na graduação em administração: um estudo sobre condições para sua prática nas IES de Pernambuco. 2004. 92 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.

BARROWS, H. S. Practice-based learning: problem-based learning applied to medical education. Springfield: Southern Illinois University School of Medicine, 1994.

BARROWS, H. S.; TAMBLYN, R. M. Problem-based learning:an approach to medical education. New York: Springer, 1980.

BENINI, M. M. G. Possibilidades de Aprendizagem do Professor Universitário numa Experiência Pedagógica Interdisciplinar. 2006. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal de Santa Maria, 2006.

BOOG, M. C. F. Atuação do nutricionista em saúde pública na promoção da alimentação saudável. Revista Ciência & Saúde, Porto Alegre, Faculdade de Enfermagem, Nutrição e Fisioterapia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, v. 1, n. 1, p. 33-42, jan./jun. 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Ministério da Educação Superior. Resolução CNE/CES Nº 5, de 7 de nov. de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição. Brasília: 7 nov. de 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº. 9.394, de 20 de dez. de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: 20 dez. 1996.

FAMEMA. Projeto Famema 2000: consolidação. Marília: Faculdade de Medicina de Marília, 1998.

FEUERWERKER, L. Micropolítica e saúde: produção do cuidado, gestão e formação. Porto Alegre: Rede Unida, 2014.

MARGONI, C. C. Reflexões sobre a aplicação da interdisciplinaridade em Cursos de Turismo 2006 . 127 f. Dissertação (Mestrado em Hospitalidade) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2006.

MENOSSI, M. J. et al. Interdisciplinaridade: um instrumento para a construção de um modelo assistencial fundamentado na promoção da saúde. Revista de Enfermagem UERJ, Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p. 252-256, maio/jun. 2005.

PEDROSA, I. L. et al. Uso de metodologias ativas na formação técnica do agente comunitário de saúde. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, p. 319-332, jul./out. 2011.

ROJAS, J.; MACIEL, J. O ser professor interdisciplinar no ensino superior: tecendo fios entre o repensar e o recriar.In: XVI ENDIPE - ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICAS DE ENSINO, 16., 2012, UNICAMP, Campinas. Anais... Campinas:Junqueira Marin Editores, 2012, v. 3, p. 1-12.

SOBRAL, F. R.; CAMPOS, C. J. G. Utilização de metodologia ativa no ensino e assistência de enfermagem na produção nacional: revisão integrativa. Revista da Escola de Enfermagemda USP, São Paulo, Universidade de São Paulo, v. 46, n. 1, p. 208-218, jan./maio 2012.

Downloads

Publicado

2017-12-07

Como Citar

LIMA, C. R.; SILVA, E. E. da; ORANGE, L. G. de; SILVA, V. de L. Desafio da interdisciplinaridade na formação profissional do nutricionista: um relato de experiência. Revista Docência do Ensino Superior, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 166-181, 2017. DOI: 10.35699/2237-5864.2017.2258. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2258. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos