Visita puerperal virtual

estratégia educacional em tempos de pandemia de covid-19

Autores

  • Márcia Maria dos Santos de Moraes Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Campus Paulo Freire, Teixeira de Freitas, BA, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5344-2337
  • Erika Maria Sampaio Rocha Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Campus Paulo Freire, Teixeira de Freitas, BA, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-4347-0531

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.36307

Palavras-chave:

educação baseada em competências, educação médica, pandemia, covid-19, período pós-parto

Resumo

A pandemia de covid-19, dentre outras coisas, limitou as ações de saúde e o ensino presencial. Este trabalho aborda o relato de uma experiência que buscou proporcionar aos estudantes de Medicina a realização de visitas puerperais por meio de ligações por aplicativo de mensagens e um retorno à prática clínica com base no exercício de competências comunicacionais, reflexão crítica, raciocínio clínico e ética. Inicialmente, foram realizados encontros formativos e foi elaborado um roteiro clínico orientador para uso nas chamadas. Foram criados uma planilha online com dados das puérperas para distribuição dos atendimentos e um grupo virtual de supervisão com docentes, estudantes e profissionais. As estratégias de supervisão, feedback e avaliação se mostraram importantes no desenvolvimento das competências propostas e evidenciaram efetividade nas orientações às puérperas e numa maior autonomia delas no cuidado. Essa prática pode ser adotada em módulos educacionais isolados, complementar componentes curriculares e ser adaptada para outros grupos populacionais. Reitera-se sua validade metodológica para cursos da área de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Maria dos Santos de Moraes, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Campus Paulo Freire, Teixeira de Freitas, BA, Brasil.

Médica graduada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Residência Médica em Pediatria pelo HUPES/UFBA. Mestrado e Doutorado em Pediatria pela Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (USP), Ribeirão Preto/SP. Professora Adjunta da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Centro de Formação em Ciências da Saúde.

Erika Maria Sampaio Rocha, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Campus Paulo Freire, Teixeira de Freitas, BA, Brasil.

Médica graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Especialista em Saúde Pública pela Universidade de Ribeirão Preto e em Saúde da Família pela Escola Estadual de Saúde Pública da Bahia. Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Espírito Santo. Professora Adjunta na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Centro de Formação em Ciências da Saúde.

Referências

AGUIAR, Adriana Cavalcanti et al. O ensino da comunicação na formação profissional em saúde no Brasil: análise da literatura especializada posterior à homologação das Diretrizes Curriculares Nacionais. Cadernos ABEM, Brasília, v. 10, p. 69-77, dez. 2014. Disponível em: https://website.abem-educmed.org.br/wp-content/uploads/2019/09/CadernosABEM_Vol10.pdf. Acesso em: 25 maio 2020.

ARONSON, Louise. Twelve tips for teaching reflection at all levels of medical education. Medical Teacher, v. 33, n. 3, p. 200-205, set. 2010. DOI: https://doi.org/10.3109/0142159x.2010.507714. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.3109/0142159X.2010.507714. Acesso em:

BISCARDE, Daniela Gomes dos Santos; PEREIRA-SANTOS, Marcos; SILVA, Lília Bittencourt. Formação em saúde, extensão universitária e Sistema Único de Saúde (SUS): conexões necessárias entre conhecimento e intervenção centradas na realidade e repercussões no processo formativo. Interface, Botucatu (SP), v. 18, n. 48, p. 177-186, 2014. ISSN: 1807-5762. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0586. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/4KKBh3jXwd5dLSS4NYwFk3z/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

BORGES, Marcos C. et al. Avaliação formativa e feedback como ferramenta de aprendizado na formação de profissionais da saúde. Medicina, Ribeirão Preto, v. 47, n. 3, p. 324-31, 2014. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i3p324-331. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/86685. Acesso em: 11 abr. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Portaria Nº 1.459, de 24 de junho de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS – a Rede Cegonha. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 24 jun. 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 3, de 20 de junho de 2014. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 20 jun. 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? 1. ed. rev. Brasília: Ministério da Saúde, 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico nº 10. Situação epidemiológica da covid-19 - Doença pelo coronavírus 2019 (COE-COVID19). Brasília: Ministério da Saúde, 2020a.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Nº 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus – covid-19. Diário Oficial da União, Brasília, 16 jun. 2020b.

DELORS, Jacques et al. Educação: um tesouro a descobrir – Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Tradução: José Carlos Eufrázio. São Paulo: Cortez Editora, 1998. ISBN: 85-249-0673-1. Disponível em: http://dhnet.org.br/dados/relatorios/a_pdf/r_unesco_educ_tesouro_descobrir.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

FLOSS, Mayara et al. A pandemia de covid-19 em territórios rurais e remotos: perspectiva de médicas e médicos de família e comunidade sobre a atenção primária à saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 7, jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00108920. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/3G5DSvMQ9p7xnypGxPkhTNQ/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

GOMEZ, Erin; AZADI, Javad; MAGID, Donna. Innovation born in isolation: rapid transformation of an in-person medical student radiology elective to a remote learning experience during the covid-19 pandemic. Academic Radiology, v. 27, n. 9, p. 1285-1290, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.acra.2020.06.001. Disponível em: https://www.academicradiology.org/article/S1076-6332(20)30335-4/fulltext. Acesso em: 11 abr. 2022.

GONTIJO, Eliane Dias; ALVIM, Cristina Gonçalves; REIS, Zilma Silveira Nogueira. O desafio da avaliação na formação médica por competência. Revista Internacional em Língua Portuguesa, Lisboa, n. 33, p. 111-118, nov. 2018. DOI: https://doi.org/10.31492/2184-2043.RILP2018.33/pp.111-118. Disponível em: https://www.rilp-aulp.org/index.php/rilp/article/view/RILP2018.33.8. Acesso em: 11 abr. 2022.

HAWKEN, Susan J. Good communication skills: benefits for doctors and patients. New Zealand Family Physician, Wellington, v. 32, n. 3, p. 185-189, jun. 2005. Disponível em: https://www.rnzcgp.org.nz/gpdocs/New-website/Publications/NewFolder/June-2005-NZFP-Vol-32-No-3.zip. Acesso em: 11 abr. 2022.

HAYTON, Amy et al. Teaching medical students to reflect more deeply. Teaching and Learning in Medicine, v. 27, n. 4, p. 410-416, out. 2015. DOI: https://doi.org/10.1080/10401334.2015.1077124. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/10401334.2015.1077124. Acesso em: 11 abr. 2022.

HICKSON, Gerald B. et al. Patient complaints and malpractice risk. JAMA: The Journal of the American Medical Association, v. 287, n. 22, p. 2951-2957, jun. 2002. DOI: https://doi.org/10.1001/jama.287.22.2951. Disponível em: https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/195008. Acesso em: 11 abr. 2022.

KRON, Frederic W. et al. Using a computer simulation for teaching communication skills: a blinded multisite mixed methods randomized controlled trial. Patient Education and Counseling, v. 100, n. 4, p. 748-759, abr. 2017. DOI: https://doi.org/10.1016/j.pec.2016.10.024.

LANSKY, Sonia et al. Birth in Brazil survey: neonatal mortality, pregnancy and childbirth quality of care. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 30, supl. 1, p. S192-S207, ago. 2014. DOI: http://doi.org/10.1590/0102-311X00133213. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/Ss5zQXrmrGrGJvcVMKmJdqR/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

LEÃO, Camila Furtado et al. O uso do WhatsApp na relação médico-paciente. Revista Bioética, Brasília, v. 26, n. 3, p. 412-419, jul./set. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-80422018263261. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bioet/a/m7VRmh7JMs4SJQHZBrFJxvS/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

LEHMANN, Lisa Soleymani; SULMASY, Lois Snyder; DESAI, Sanjay. Hidden curricula, ethics, and professionalism: clinical learning environments in becoming and being a physician: a position paper of the American College of Physicians. Annals of Internal Medicine, v. 168, n. 7, p. 506-508, abr. 2018. DOI: https://doi.org/10.7326/M17-2058. Disponível em: https://www.acpjournals.org/doi/full/10.7326/M17-2058. Acesso em: 11 abr. 2022.

MOURA, Ananda Cristine Amador et al. Estratégias de ensino-aprendizagem para formação humanista, crítica, reflexiva e ética na graduação médica: revisão sistemática. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 44, n. 3, 2020, e076. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.3-20190189. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/rFwC8ScKrLvKzZQLfs7gznF/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

PAULINO, Danilo Borges et al. WhatsApp® como recurso para a educação em saúde: contextualizando teoria e prática em um novo cenário de ensino-aprendizagem. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 42, n. 1, p. 171-180, jan./mar. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712018v42n1RB20170061. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/zpMrfKm3JS8kKQXV43WwS7p/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

PETRUZZI, Massimo; BENEDITTIS Michele de. WhatsApp: a telemedicine platform for facilitating remote oral medicine consultation and improving clinical examinations. Oral Surgery, Oral Medicine, Oral Pathology, and Oral Radiology, v. 121, n. 3, p. 248-254, mar. 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.oooo.2015.11.005.

RUST, George et al. A crash-course in cultural competence. Ethnicity & Disease, v. 16, n. 2, supl. 3, p. S3-29-S3-36, primavera 2006. PMID: 16774021.

SANTOS, Bruna Mascarenhas et al. Educação médica durante a pandemia da covid-19: uma revisão de escopo. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 44, supl. 1, 2020, e139. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200383. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/8bxyBynFtjnSg3nd4rxtmhF/?lang=pt. Acesso em: 11 abr. 2022.

SANTOS, Jéssica Caroline et al. O uso do aplicativo móvel WhatsApp na saúde: revisão integrativa. Revista Mineira de Enfermagem, Belo Horizonte, v. 25, 2021, e-1356. DOI: https://doi.org/105935/1415-2762-20210004. Disponível em: https://www.reme.org.br/artigo/detalhes/1545. Acesso em: 11 abr. 2022.

SILVA, Andreia Tenório Correia et al. Family medicine from the first to the sixth year of undergraduate medical training: considerations on an educational proposal for school-service curricular integration. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 42, n. 4, p. 191-200, dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v42n4rb20160016ING. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/QRGc8hq5rFsSDLZV8ntHkDd/?lang=en. Acesso em: 11 abr. 2022.

Publicado

13-04-2022

Como Citar

MORAES, M. M. dos S. de; ROCHA, E. M. S. Visita puerperal virtual: estratégia educacional em tempos de pandemia de covid-19. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 12, p. 1–20, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.36307. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/36307. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)