Possíveis deslocamentos para pensar tempo, espaço e materiais no ensino de Artes Visuais para a criança e o adolescente no Ensino Fundamental

Autores

  • Ana Carolina Nogueira UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC
  • Elaine Schmidlin Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC https://orcid.org/0000-0002-7478-1781

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2021.32858

Palavras-chave:

Ensino das Artes Visuais, Acontecimento, Infância, Adolescência, Ensino Fundamental

Resumo

Este texto apresenta parte de uma pesquisa de doutorado em que se propõe o acontecimento, conceito formulado por Gilles Deleuze, como possibilidade de filosofia de trabalho para o ensino das Artes Visuais. Pensam-se os encontros escolares como “aulas-acontecimento”, que, com sua intensidade, movem pensamento e criação nessa área de ensino. Nessa via, pensar e criar são como movimentos que surgem após algum tipo de “abalo” ou provocação. Algo ou alguém nos tira do lugar onde estávamos, fazendo com que nos coloquemos em ação para compreender ou inventar algo novo. Trata-se, então, de pensar em reconfigurações e em novos modos de perceber e deslocar tempo, espaço e materiais para as aulas, aproveitando o que se tem, aqui e agora.

 

Biografia do Autor

Elaine Schmidlin, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Professora no Programa de Pós-graduação e no curso de Licenciatura em Artes Visuais do Centro de Artes (CEART) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Possui Pós-Doutorado pelo Instituto de Filosofia da Universidade Nova de Lisboa; Doutora em Educação, linha de pesquisa Ensino e Formação de Educadores, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Mestrado em Educação, linha de pesquisa Arte Educação, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Graduação pela Escola de Belas Artes (EBA), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Membro do Grupo de Pesquisa Entre Paisagens UDESC/CNPq, em experimentações com a filosofia da diferença, a arte e a educação, nos seguintes temas: Formação docente e poética; paisagens e experiências docentes, ensino com e sobre arte. 

Referências

ABECEDÁRIO de Gilles Deleuze. Parte 1 (A-F). 1995. 1 vídeo (158min). Disponível em: <https://vimeo.com/439544173>. Acesso em: 28 mar. 2021.

DELEUZE, Gilles. A dobra: Leibniz e o Barroco. Tradução de B. L. Orlandi. Campinas: Papirus, 1991.

DELEUZE, Gilles. A Imanência: uma vida… Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 27, n. 2, p. 11-18, jul.-dez. 2002.

DELEUZE, Gilles. Diferença e Repetição. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

DELEUZE, Gilles. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 1988.

DELEUZE, Gilles. Lógica do sentido. São Paulo: Perspectiva, Edusp, 1974.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Tradução de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. São Paulo: Editora 34, 1995. v. 1.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Tradução de Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia de Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik. São Paulo: Editora 34, 2004. v. 3.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é a filosofia? 2. ed. Rio de Janeiro: Editora 34, 1997.

FRANGE, Lucimar Bello. De margens e marginalizações a marginálias. In: LIMA, Sidiney Peterson Ferreira (org.). Arte e pedagogia: a margem faz parte do rio. São Paulo: Porto de Ideias, 2017. p. 105-119.

KOHAN, Walter Omar. Infância: entre a educação e a filosofia. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2017. (Coleção Experiência e Sentido)

MEIRA, Marly. Filosofia da criação: reflexões sobre o sentido do sensível. Porto Alegre: Mediação, 2009.

ORLANDI, Luiz B. L. Prefácio. In: ZOURABICHVILI, François. Deleuze: uma filosofia do acontecimento. São Paulo: Editora 34, 2016. p.09-22.

PELBART, Peter Pál. A vertigem por um fio: políticas da subjetividade contemporânea. São Paulo: Iluminuras; FAPESP, 2000.

ZORDAN, Paola. Aulas de Artes – espaços problemáticos. In: ANPEd: 30 anos de pesquisa e compromisso social. Caxambu: ANPEd, 2007. p. 01-13.

ZORDAN, Paola. Percursos das artes plásticas visuais: geologia de uma disciplina. In: ICLE, Gilberto (org.). Pedagogia da Arte: entre-lugares da criação. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2010. p.01-15.

ZOURABICHVILI, François. Deleuze: uma filosofia do acontecimento. São Paulo: Editora 34, 2016.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

NOGUEIRA, A. C.; SCHMIDLIN, E. . Possíveis deslocamentos para pensar tempo, espaço e materiais no ensino de Artes Visuais para a criança e o adolescente no Ensino Fundamental. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 11, n. 23, p. 406–426, 2021. DOI: 10.35699/2237-5864.2021.32858. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/32858. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Seção aberta