Filmes de possessão

o êxtase do arrebatamento como espetáculo do erotismo barroco

Autores

  • Giancarlo Couto Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Carlos Gerbase Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.33538

Palavras-chave:

Barroco, Cinema de horror, Possessão, Erotismo

Resumo

O objetivo deste artigo é investigar a gênese das imagens de possessão divina e demoníaca no cinema. O recorte trabalha com os seguintes filmes: Madre Joana dos Anjos (1961), Il Demonio (1963), O Exorcista (1973), Exorcismo Negro (1974) e Stigmata (1999). A hipótese advoga no sentido de que a gênese dessas imagens está na arte barroca, se ancorando principalmente nos casos de possessão da época e na mística católica, traduzida nos exercícios espirituais, no arrebatamento divino e em obras do período, sendo elas esculturas, pinturas e textos. As conclusões deste texto versam sobre as relações entre erotismo e violência, ambos canalizados nas obras de arte e nas imagens, a fim de, ora evitar, ora espetacularizar, os pecados da carne.

Biografia do Autor

Carlos Gerbase, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Pós-doutor em Cinema pela Universidade Sorbonne Nouvelle - Paris 3, integrante do programa de Pós-graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Referências

ARASSE, Daniel. A carne, a graça, o sublime. IN: CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do Corpo: 1. Da renascença às luzes. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012. P. 535-620.

ARIÈS, Philippe. História da morte no ocidente: da idade média aos nossos dias. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: Ediouro, 2003.

BARCINSKI, André; FINOTTI, Ivan. Zé do Caixão: Maldito - a biografia. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Darkside Books, 2015.

BATAILLE, Georges. O erotismo. 1. ed. Belo Horizonte, BH: Autêntica Editora, 2014.

CLARK, Stuart. Pensando com demônios: a idéia de bruxaria no princípio da europa moderna. 1. ed. São Paulo, SP: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

DE MELLO, Suzy. Barroco. 1. ed. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 1983.

Exorcismo Negro. Direção: José Mojica Marins. Brasil: Cinedistri, 1974.

FOUCAULT, Michel. Os anormais: curso no collège de france (1974-1975). 1. ed. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2001.

__________, Michel. História da sexualidade 1: a vontade de saber. 6. ed. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2017.

GÉLIS, Jacques. O corpo, a igreja e o sagrado. IN: CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do Corpo: 1. Da renascença às luzes. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012. P. 19-130.

FESSLER, Daniel. Starvation, serotonin, and symbolism: a psychobiocultural perspective on stigmata. Mind & Society, 6, Vol. 3, 2002. P. 81-96.

HUTCHINGS, Peter. The A to Z of horror cinema. 1. ed. Plymouth, UK: The Scarecrow Press, Inc, 2009.

Il Demonio. Direção: Brunello Rondi. Itália: Titanus, 1963.

MAGALHÃES, Eugénia Maria da Silva Abrantes. Erotismo e metáfora no discurso místico: autores portugueses do renascimento e do barroco. 2016, 495 p. Tese (Doutorado em História) – Especialidade em História e Cultura das Religiões, Universidade de Lisboa.

MAINSTONE, Madeleine; MAINSTONE, Rowland. O barroco e o século xvii. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: Zahar Editores, 1984.

Matka Joanna od Aniolów Direção: Jerzy Kawalerowicz. Polônia: Film Polski, 1961.

Stigmata. Direção: Rupert Wainwright. Estados Unidos: Metro-Goldwyn-Mayer, 1999.

The Exorcist. Direção: William Friedkin, Estados Unidos: Warner Bros., 1973.

VIDAL, Marciano. Moral de atitudes: moral fundamental. 2. ed. Aparecida, SP: Santuário, 1978.

WEISBACH, Werner. El barroco: arte de la contrarreforma. 2. ed. Madrid, ESP: Espasa Calpe S. A., 1948.

WÖLFFLIN, Heinrich. Renascença e barroco: estudo sobre a essência do estilo barroco e a sua origem na itália. 1. ed. São Paulo, SP: Editora Perspectiva, 1989.

Downloads

Publicado

2022-04-28

Como Citar

COUTO, G.; GERBASE, C. Filmes de possessão: o êxtase do arrebatamento como espetáculo do erotismo barroco. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 12, n. 24, p. 331–357, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.33538. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/33538. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Seção temática