Ficção e história em O Cavaleiro Inexistente, de Ítalo Calvino

  • Wemerson Felipe Gomes Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Mayra Martins Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o romance O Cavaleiro Inexistente, de Ítalo Calvino, e propor algumas reflexões em relação aos modos pelos quais determinados discursos históricos podem ser (e, em alguma medida, geralmente são) construídos a partir de bases ficcionais. Nesse sentido, a proposta é articular a cena do jantar de Carlos Magno com os seus paladinos, em especial as discussões sobre verdade e mentira na configuração de uma narrativa oficial sobre os grandes heróis da nação francesa, com o conceito de “modos narrativos de representação”, de Hayden White. Três perspectivas sobre o passado se explicitam nesta cena, i.e., três formas de articular discursivamente determinadas interpretações sobre aquilo que passou: uma construída a partir de uma perspectiva documentada e lógica (Agilulfo); outra a partir de uma ação mais engajada e interessada (Ulivieri et al.); e uma última a partir de um discurso desinteressado, distanciado e mediado por um conjunto de “instâncias legitimadoras”, mas não menos destituído de contradições (Carlos Magno).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wemerson Felipe Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Mestrando em História e Culturas Políticas na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Graduado em História no Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). Graduando em Letras no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET/MG). Pesquisador integrante do projeto de pesquisa 'Arquivo João Etienne Arreguy Filho (1918-1998): Jornalismo, literatura e artes em Minas Gerais', coordenado pelo Prof. Dr. Loque Arcanjo Junior (UniBH). Atualmente tem pesquisa voltada para as implicações teórico-metodológicas e epistemológicas da relação entre História e Literatura.

Mayra Martins , Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG

Graduanda em Letras no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG.

Publicado
2020-05-31