Emprego de videoaulas no ensino-aprendizagem da disciplina de Técnica Dietética

Palavras-chave: Ciências da Nutrição, Tecnologia da Informação, Ensino superior

Resumo

A inserção de novas estratégias de ensino por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação gera maior integração entre alunos e professores, facilita o processo de ensino-aprendizagem, além de propiciar um ambiente mais atrativo e dinâmico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o emprego de videoaulas no ensino-aprendizagem da disciplina de Técnica Dietética para o curso de Nutrição. Desenvolveram-se videoaulas sobre os conteúdos da disciplina que foram compartilhadas durante as aulas, em um canal no Youtube e no Facebook. Compararam-se as médias finais das notas (sem e com intervenção) pelo teste T de Student a 5% de significância. A média das notas foi maior no período com intervenção (p<0,05). Os discentes mencionaram que a mesma metodologia poderia ser adotada nas demais disciplinas. Concluiu-se que as videoaulas auxiliaram no processo de ensino-aprendizagem e podem ser utilizadas como uma ferramenta que permite aos estudantes a apropriação de conhecimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanessa Terra Oliveira, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba, MG, Brasil.

Graduanda em Nutrição na Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba/MG.

Tiago Vicença, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba, MG, Brasil.

Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba/MG.

Virginia Souza Santos, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba, MG, Brasil.

Doutora em Atenção à Saúde pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM); Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM); Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). Professora adjunta do Curso de Nutrição da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Campus Rio Paranaíba, Rio Paranaíba/MG.

Referências

AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL – ABDI. Tecnologias de Informação e Comunicação – TIC: Sistemas Aplicados a Segurança Pública. Brasília: ABDI, 2010. Disponível em: https://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/536/1/Caderno%20Tem%C3%A1tico%20TIC%20-%203%20%28Vers%C3%A3o%20Final%29-%20Sistemas%20Aplicados%20a%20Seguran%C3%A7a%20Publica.pdf. Acesso em: 19 fev. 2020.

ALMEIDA, Hélio Mangueira de. O uso de celulares, tablets e notebooks no ensino da matemática. Revemat, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 318-327, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2016v11n2p318. Acesso em: 29 jun. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p318.

ALVES, Luciene; MELO, Dayane Helena Cardoso; MELO, Juliano Ferreira de. Análise do conhecimento nutricional de adolescentes, pré e pós atividade educativa. Revista Em Extensão, Uberlândia, v. 8, n. 2, p. 68-79, 2009. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/20532/10956. Acesso em: 28 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.14393/REE.

AUGUSTO JUNIOR, Roberto Gonçalves et al. Descoberta de conhecimento para identificação de fatores que influenciam o desempenho discente. Informática na Educação: Teoria & Prática, Porto Alegre, v. 22, n. 3, p. 58-82, 2019. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.93052.

BENETTI, Gisele Bizon et al. Manual de Técnicas Dietéticas. São Paulo: Yendis, 2013.

BRAGA, Denise Bértoli. Ambientes digitais: reflexões teóricas e práticas. São Paulo: Editora Cortez, 2013.

CAMARGO, Amanda Leite; ITO, Márcia. Utilização das tecnologias de informação e comunicação na área da Saúde: uso das redes sociais pelos médicos. Journal of Health Informatics, São Paulo, v. 4, n. 4, p. 165-169, 2012. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/220/144. Acesso em: 19 fev. 2020.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros: TIC domicílios 2018. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2019. Disponível em: https://www.cetic.br/media/docs/publicacoes/2/12225320191028-tic_dom_2018_livro_eletronico.pdf. Acesso em: 28 jun. 2020.

CURIONI, Cíntia Chaves; BRITO, Flavia dos Santos Barbosa; BOCCOLINI, Cristiano Siqueira. O uso de tecnologias de informação e comunicação na área da Nutrição. Jornal Brasileiro de TeleSSaúde, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p; 104-111, 2013. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/jbtelessaude/article/view/8630/6510. Acesso em: 04 jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.12957/jbrastele.2013.8630.

DAUN, Felipe; GAMBARDELLA, Ana Maria Dianezi. Extensão universitária na graduação em Nutrição: experiências de produção de vídeos educativos. Revista de Graduação USP, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 101-105, 2016. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/gradmais/article/view/117737. Acesso em: 19 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2525-376X.v1i1p101-105.

DOMENE, Semíramis Martins Álvares. Técnica Dietética: Teoria e Aplicações. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

DUSSEL, Inés. La incorporación de TIC enlaformación docente de los países del Mercosur: estudios comparados sobre políticas e instituciones. Buenos Aires: Teseo, 2015. Disponível em: https://oei.org.ar/wp-content/uploads/2018/01/Incorporaci%C3%B3n-con-sentido-pedag%C3%B3gico-de-TIC-en-la-formaci%C3%B3n-docente-de-los-pa%C3%ADses-del-Mercosur.pdf. Acesso em: 11 fev. 2020.

FALEIROS, Fabiana et al. Uso de questionário online e divulgação virtual como estratégia de coleta de dados em estudos científicos. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 25, n. 4, p. 1-6, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-07072016000400304&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 19 fev. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072016003880014.

FERNANDES, Luís. Redes sociais online e educação: contributo do Facebook no contexto das comunidades virtuais de aprendentes. Lisboa: Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, 2011. 4 p. Ensaio. Disponível em: http://www.trmef.lfernandes.info/ensaio_TRMEF.pdf. Acesso em: 19 fev. 2020.

FERREIRA, Gisele Martins dos Santos; CASTIGLIONE, Rafael Guilherme Mourão. TIC na educação: ambientes pessoais de aprendizagem nas perspectivas e práticas de jovens. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022017005009101&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 02 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1678-4634201702153673.

GABRIEL, Martha. Educar: a(r) evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

GESSER, Verônica. Novas tecnologias e educação superior: Avanços, desdobramentos, implicações e limites para a qualidade da aprendizagem. Revista Iberoamericana de Informática Educativa, Ciudad Real, n. 16, p. 23-31, 2012. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4095305. Acesso em: 10 jan. 2020.

JULIANI, Douglas Paulesky et al. Utilização das redes sociais na educação: guia para o uso do Facebook em uma instituição de ensino superior. Renote – Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 10, n. 3, p. 1-10, 2012. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/36434/0. Acesso em: 20 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.36434.

KENSKI, Vani Moreira; MEDEIROS, Rosangela Araújo; ORDÉAS, Jean. Ensino superior em tempos mediados pelas tecnologias digitais. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 28, n. 1, p. 141-152, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9872/9932. Acesso em: 03 jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.35699/2238-037X.2019.9872.

LEMUS, Magdalena. Jóvenes frente al mundo: Las tecnologías digitales como soporte de la vida cotidiana. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud, Manizales, v. 15, n. 1, p. 161-172, 2017. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/controlecancer/resource/pt/biblio-836169. Acesso em: 01 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.11600/1692715x.1510902022016.

LIMA, Emmanuela Ferreira. O uso das TICs e da pesquisa como recursos pedagógicos no ensino de Bioquímica para o Curso de Licenciatura em Química. Revista de Graduação USP, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 115-120, 2017. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/gradmais/article/view/123884. Acesso em: 15 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2525-376X.v2i2p115-120.

LINHARES, Ronaldo Nunes; CHAGAS, Alexandre Meneses. Conectivismo e aprendizagem colaborativa em rede: o Facebook no ensino superior. Revista Lusófona de Educação, Aracaju, v. 29, n. 29, p.71-78, 2015. Disponível em: https://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/5095. Acesso em: 23 jan. 2020.

LOBO, Alex Sander Miranda; MAIA, Luiz Cláudio Gomes. O uso das TICs como ferramenta de ensino-aprendizagem no ensino superior. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 25, n. 44, p. 16-26, 2015. Disponível em: http://www.luizmaia.com.br/docs/cad_geografia_tecnologia_ensino.pdf. Acesso em: 8 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.5752/P.2318-2962.2015v25n44p16.

MARKER, David R. et al. Strategic improvements for gross anatomy web-based teaching. Anatomy Research International, Londres, v. 2012, p. 1-9, 2012. Disponível em: https://www.hindawi.com/journals/ari/2012/146262/. Acesso em: 19 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.1155/2012/146262.

MAYER, Richard E.; MORENO, Roxana. Nine ways to reduce cognitive load in multimedia learning. Educational Psychologist, Londres, v. 38, n. 1. p. 43-52, 2003. Disponível em: http://www.psychology.mcmaster.ca/bennett/psy720/readings/m1/m1r4.pdf. Acesso em: 02 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1207/S15326985EP3801_6.

MORAN, José Manuel. O vídeo na sala de aula. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 2, p. 27-35, 1995. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36131. Acesso em: 19 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i2p27-35.

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 2. ed. Campinas: Papirus, 2007.

OLIVEIRA, Cláudio de. TICs na educação: a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação na aprendizagem do aluno. Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, p.75-95, 2015. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/pedagogiacao/article/view/11019. Acesso em: 30 jun. 2020.

OLIVEIRA, Edilene Maria et al. Educação formal na construção do conhecimento e o papel potencializador das TICs no processo de aprendizagem. In: INTERNATIONAL CONGRESS OF KNOWLEDGE AND INNOVATION CIKI, 1., 2018, Guadalajara. Anais do IX Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação . Guadalajara: Ciki, 2018. Disponível em: http://proceeding.ciki.ufsc.br/index.php/ciki/article/view/588. Acesso em: 24 jan. 2020.

PIMENTEL, Nara. As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no ensino superior: a utopia da inovação pedagógica e da modernização. Revista de Educação Pública, [S.I.], v. 25, n. 59/2, p. 476-501, 2016. Disponível em: http://www.periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/3831. Acesso em: 19 fev. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.29286/rep.v25i59/2.3831.

RIBAS, Ana Carolina et al. O uso do aplicativo QR CODE como recurso pedagógico no processo de ensino e aprendizagem. Ensaios Pedagógicos, São Carlos, v. 7, n. 2, p. 12-21, 2017. Disponível em: http://www.opet.com.br/faculdade/revista-pedagogia/pdf/n14/n14-artigo-2-O-USO-DO-APLICATIVO-QR-CODE.pdf. Acesso em: 02 jun. 2020.

SANTOS, Maria Cristina Elyote Marques; LOPO, Alexandre Boleira; SANTOS, Paulo César Marques de Andrade. Ensino e avaliação de cálculo diferencial e integral no ensino superior com TIC-Tecnologia da Informação e Comunicação. Brazilian Journal of Development, São José dos Pinhais, v. 5, n. 8, p. 11276-11287, 2019. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/2675. Acesso em: 22 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n8-010.

SCHUHMACHER, Vera Rejane Niedersberg. Limitações da prática docente no uso das tecnologias da informação e comunicação. 2014. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/129032. Acesso em: 21 jan. 2020.

SCHUHMACHER, Vera Rejane Niedersberg; ALVES FILHO, José de Pinho; SCHUHMACHER, Elcio. As barreiras da prática docente no uso das tecnologias de informação e comunicação. Ciência & Educação Bauru, Bauru, v. 23, n. 3, p. 563-576, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73132017000300563&script=sci_arttext. Acesso em: 09 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320170030002.

SILVA, Ivoneide Mendes; LINS, Walquíria Castelo Branco; LEÃO, Marcelo Brito Carneiro. Avaliação da aplicação da metodologia aprendizagem baseada em problemas na disciplina de tecnologia da informação e comunicação no ensino de química. Educación Química, México, v. 30, n. 3, p. 64-78, 2019. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?pid=S0187-893X2019000300064&script=sci_arttext. Acesso em: 17 jan. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.22201/fq.18708404e.2019.3.68493.

SOARES, Luciana Maria de Morais Martins; MENDES, Rodrigo Farias Herculano. Smartphone, QR codegenerator e Google Forms na ensinagem do tronco encefálico em Neuroanatomia. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 9 p. 1-17, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/12059. Acesso em: 01 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.35699/2237-5864.2019.12059.

SOUZA, Cláudio José et al. Experiência, alteridade e subjetividade: nexos com o ensino aprendizagem na graduação em Nutrição: relato de experiência. Euroupean Journal of Education Studies, Romênia, v. 3, n. 4, p. 383-393, 2017. Disponível em: https://www.oapub.org/edu/index.php/ejes/article/view/589. Acesso em: 22 fev. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.400273.

SPIZZIRRI, Rosane Cristina Pereira et al. Adolescência conectada: mapeando o uso da internet em jovens internautas. Psicologia Argumento, [S.I.], v. 30, n. 69, 2012. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/psicologiaargumento/article/view/23288. Acesso em: 03 jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.7213/psicolargum.v30i69.23288.

TORRES, Andreia Araujo Lima; ABBAD, Gardênia da Silva; SANTOS, Kelb Bousquet. Nível de satisfação de estudantes de saúde quanto ao uso de estratégias de ensino apoiadas por Tecnologias de Informação e Comunicação. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, Brasília, v. 5, p. 2313-2325, 2014. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/download/969/839/. Acesso em: 04 jul. 2020.

TORRES, Andreia Araujo Lima; SANTOS, Kelb Bousquet. Formação de profissionais de saúde para atuarem na atenção às necessidades alimentares especiais. Revista Brasiliense de Nutrição, Brasília, v. 1, n. 1, p. 19 -36, 2014. Disponível em: http://www.academia.edu/download/43901454/RBN_Artigo_Publicado_1.pdf. Acesso em: 01 jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000700010.

VASCONCELOS, Carlos Alberto de; OLIVEIRA, Eliane Vasconcelos. TIC no ensino e na formação de professores: reflexões a partir da prática docente. Revista Brasileira de Ensino Superior, Passo Fundo, v. 3, n. 1, p. 112-132, 2017. Disponível em: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7122. Acesso em: 07 jan. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v7n1p112-132.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROSSARI, Marilusa. Princípios orientadores de integração das tecnologias digitais ao projeto político-pedagógico. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. 2, p. 1020-1036, 2017. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9051/6580. Acesso em: 03 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.21723/riaee.v12.n2.9051.

Publicado
2020-09-15
Como Citar
OLIVEIRA, W. T.; VICENÇA, T. F.; SANTOS, V. S. Emprego de videoaulas no ensino-aprendizagem da disciplina de Técnica Dietética. Revista Docência do Ensino Superior, v. 10, p. 1-19, 15 set. 2020.
Seção
Artigos