Acurácia dos diagnósticos de Enfermagem nos cuidados ao paciente crítico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.38659

Palavras-chave:

Diagnóstico de Enfermagem, Processo de Enfermagem, Unidades de Terapia Intensiva, Confiabilidade dos Dados

Resumo

Objetivo: avaliar a acurácia dos diagnósticos de Enfermagem de pacientes internados em uma Unidade de Terapia Intensiva. Método: pesquisa quantitativa, documental, retrospectiva e transversal. Foram avaliados 122 prontuários de pacientes adultos internados na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital público catarinense, no período de 12 meses, que continham o histórico de Enfermagem e os diagnósticos de Enfermagem documentados nas primeiras 24 horas de internação do paciente. A avaliação da acurácia dos diagnósticos de Enfermagem foi realizada por duas avaliadoras utilizando a Escala de Acurácia dos Diagnósticos de Enfermagem - versão 2. Resultados: foram avaliados 809 diagnósticos, contidos em 122 prontuários, documentados por nove enfermeiros. Houve predominância de diagnósticos de Enfermagem com alta acurácia (n=665; 82,2%). Diagnósticos com acurácia moderada (n=64; 7,9%), acurácia baixa (n=54; 6,6%) e acurácia nula (n=26; 3,2%) foram pouco frequentes. Conclusão: o alto grau de acurácia da maioria significativa dos diagnósticos de Enfermagem avaliados indica o nível de refinamento do raciocínio clínico diagnóstico dos enfermeiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Silva RS, Lima MOM, Bandeira WCO, Pereira AT, Sampaio AAC, Paixão GPN. Diagnósticos de Enfermagem prevalentes em pacientes internados na unidade de terapia intensiva: revisão integrativa. Rev Enf Contemporânea, 2016[citado em 2020 jul. 12];5(2):242-52. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/1023

Tannure MC, Lima ANS, Oliveira CR, Lima SV, Chianca TCM. Processo de Enfermagem: comparação do registro manual versus eletrônico. J. Health Inform. 2015[citado em 2020 jul. 12];7(3):69-74. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/337

Massarolli R, Martini JG, Massarolli A, Lazzari DD, Oliveira SN, Canever BP. Nursing work in the intensive care unit and its interface with care systematization. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2015[citado em 2020 jul. 12];19(2):252-8. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v19n2/en_1414-8145-ean-19-02-0252.pdf

Bugs TV, Matos FGOA, Oliveira JLC, Alves DCI. Avaliação da acurácia dos diagnósticos de Enfermagem em um hospital universitário. Enferm. glob. 2018[citado em 2020 jul. 12]17(4):179-90. Disponível em: http://scielo.isciii.es/pdf/eg/v17n52/pt_1695-6141-eg-17-52-166.pdf

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução nº 358, de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências. Brasília, DF, 15 out. 2009. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.html. Acesso em: 28 jan. 2019

Herdman TH, Kamitsuri S. NANDA International. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA: definições e classificação, 2018-2020. Edição: NANDA International. Porto Alegre: Artmed; 2018.

Peres HHC, Jensen R, Martins TYC. Assessment of diagnostic accuracy in nursing: paper versus decision support system. Acta Paul. Enferm. 2016[citado em 2020 jul. 12];29(2):218-24. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v29n2/en_1982-0194-ape-29-02-0218.pdf

Ferreira AM, Rocha EN, Lopes CT, Bachion MM, Lopes JL, Barros ALBL. Nursing diagnoses in intensive care: cross-mapping and NANDA-I taxonomy. Rev Bras Enferm. 2016[citado em 2020 jul. 12];69(2):307-15. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v69n2/en_0034-7167-reben-69-02-0307.pdf

Matos FGO, Cruz DALM. Escala de acurácia de diagnósticos de Enfermagem. In: NANDA International, Herdman TH, organizadores. PRONANDA - Programa de Atualização em Diagnósticos de Enfermagem: Ciclo 1. Porto Alegre: Artmed/Panamericana; 2013. p.91-116.

Castellan C, Sluga S, Spina E, Sanson G. Nursing diagnoses, outcomes and interventions as measures of patient complexity and nursing care requirement in Intensive Care Unit. J. adv. nurs. 2016[citado em 2021 jul. 23]:72(6):1273–86. Disponível em https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/jan.12913

Lunney M. Accuracy of nursing diagnoses: concept development. Rev Nursing Diagnosis. 1990[citado em 2020 jul. 12];1(1): 12-7. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/2350523/#:~:text=The%20concept%20of%20accuracy%20of,are%20either%20accurate%20or%20inaccurate

Pereira JMV, Cavalcanti ACD, Lopes MVO, Silva VG, Souza RO, Gonçalves LC. Acurácia na inferência de diagnósticos de Enfermagem de pacientes com insuficiência cardíaca. Rev. bras. Enferm. 2015[citado em 2021 jul. 23];68(4):690–6. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2015680417i

Vieira LF, Fernandes VR, Papathanassoglou E, Azzolin KO. Accuracy of defining characteristics for nursing diagnoses related to patients with respiratory deterioration. Int J Nurs Knowl. 2020[citado em 2021 jul. 23];31(4):262-7. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/2047-3095.12272

Silva AM, Bertoncello KCG, Silva TG, Amante LN, Matos FGOA. Acurácia de diagnósticos de Enfermagem: Revisão Integrativa. Enf Brasil. 2020[citado em 2020 jul. 12];19(2):167–75. Disponível em: https://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/enfermagembrasil/article/view/3078

Cruz DALM, Fontes CMB, Braga CG, Volpato MP, Azevedo SL. Adaptação para a língua portuguesa e validação do Lunney Scoring Method for Rating Accuracy of Nursing Diagnoses. Rev. Esc. Enferm. USP. 2007[citado em 2020 jul. 12];41(1):127-34. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reeusp/v41n1/v41n1a16.pdf

Cabral VH, Andrade IRC, Melo EM, Cavalcante TMC. Prevalence of nursing diagnoses in an intensive care unit. Rev Rene. 2017[citado em 2020 jul. 12];18(1):84-90. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/19216

Ortega DB, D'innocenzo M, Silva LMG, Bohomol E. Analysis of adverse events in patients admitted to an intensive care unit. Acta Paul. Enferm. 2017[citado em 2020 jul. 12];30(2):168-73. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v30n2/en_1982-0194-ape-30-02-0168.pdf

Roque KE, Tonini T, Melo EC. Adverse events in the intensive care unit: impact on mortality and length of stay in a prospective study. Cad. Saúde Pública. 2016[citado em 2020 jul. 12];32(10):1-14. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v32n10/1678-4464-csp-32-10-e00081815.pdf

Lemos RX, Raposo SO, Coelho EOE. Diagnósticos de Enfermagem identificados durante o período puerperal imediato: estudo descritivo. Rev. Enferm. Cent.-Oeste Min. 2012[citado em 2020 jul. 12];2(1):19-30. Disponível em: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/183

Stralhoti KON, Matos FGOA, Alves DCI, Oliveira JLC, Berwanger DC, Anchieta DW. Intervenções de Enfermagem prescritas para pacientes adultos internados em unidade de terapia intensiva. Rev. Enferm. UFSM. 2019[citado em 2020 jul. 12];9(24):1-16. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/33373

Sousa RG, Santana AB. Risco de integridade da pele prejudicada: avaliação e conduta de Enfermagem frente às úlceras por pressão - UPP - em pacientes em terapia intensiva. Universitas: Ciências da Saúde. 2016[citado em 2020 jul. 12];14(2):167-73. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/cienciasaude/article/view/3840

Gimenes FRE, Motta APG, Silva PCS, Gobbo AFF, Atila E, Carvalhi EC. Identifying nursing interventions associated with the accuracy used nursing diagnoses for patients with liver cirrhosis. Rev. Latino am. Enferm. 2017[citado em 2020 jul. 12];25: 1-9. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rlae/v25/0104-1169-rlae-25-e2933.pdf

Arquivos adicionais

Publicado

08-04-2022

Como Citar

1.
Silva AM da, Colaço AD, Bertoncello KCG, Silva TG da, Amante LN, Matos FG de OA. Acurácia dos diagnósticos de Enfermagem nos cuidados ao paciente crítico. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 8º de abril de 2022 [citado 4º de fevereiro de 2023];26. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/38659

Edição

Seção

Pesquisa