Construção e validação da escala de verificação da adesão às recomendações das Diretrizes Brasileiras de Ventilação Mecânica

Autores

  • Larissa Fernanda do Nascimento Celeste Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Serviço de Fisioterapia. Uberaba, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2602-4556
  • Sheila Aparecida da Silva Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde. Uberaba, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5971-7944
  • Maria Beatriz Guimarães Raponi Universidade Federal de Uberlândia - UFU, Faculdade de Medicina, Curso de Graduação em Enfermagem. Uberlândia, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0003-4487-9232
  • Maria Helena Barbosa Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde. Uberaba, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2749-2802
  • Fabiana Cristina Pires Bernardinelli Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde. Uberaba, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0002-8524-1449
  • Suzel Regina Ribeiro Chavaglia Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde. Uberaba, MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7033-0185

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2023.41432

Palavras-chave:

Respiração Artificial, Fidelidade a Diretrizes, Estudos de Validação, Enfermeiras e Enfermeiros, Fisioterapeutas

Resumo

Objetivo: construir e validar uma escala de verificação da adesão às recomendações das Diretrizes Brasileiras de Ventilação Mecânica por profissionais da saúde. Método: estudo metodológico, conduzido no período entre setembro e dezembro de 2019 em um hospital público com 87 pacientes. Para a validação de conteúdo, adotou-se o Índice de Validação de Conteúdo; para a validade de critério, o Coeficiente de Correlação de Pearson; para a consistência interna, o alfa de Cronbach; e, para a confiabilidade interobservador, o Coeficiente Kappa e o Coeficiente de Correlação Intraclasse. Resultados: a escala identificou uma validade de conteúdo e consistência interna aceitável. A correlação de Pearson indicou uma correlação do escore de adesão com a saturação (r=0,31; p≤0,005), o escore médio para o observador A e B resultou, respectivamente, em 88,89(±5,23) e 88,86(±5,34), e o intervalo de confiança foi de 0,96. Conclusão: a escala apresentou validade e confiabilidade para verificar a adesão às Diretrizes Brasileiras de Ventilação Mecânica dos profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

McNicholas BA, Madotto F, Pham T, Rezoagli E, Masterson CH, Horie S, et al. Demographics, management and outcome of females and males with acute respiratory distress syndrome in the LUNG SAFE prospective cohort study. Eur Respir J. [Internet]. 2019[citado em 2022 out. 18];54(4):1900609. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31346004/

Chiumello D, Marino A, Cammaroto A. The Acute Respiratory Distress Syndrome: Diagnosis and Management. In: Chiumello D, organizador. Practical Trends in Anesthesia and Intensive Care 2018. Cham: Springer International Publishing; 2019.

Freitas MA, Aragones BL, Fleck CS. Perfil clínico de pacientes submetidos a ventilação mecânica em uma unidade de pronto atendimento da região central do Rio Grande do Sul. Fisioter Bras. [Internet] 2019[citado em 2022 out. 13];20(4):476-84. Disponível em: https://doi.org/10.33233/fb.v20i4.2758

Robba C, Battaglini D, Ball L, Patroniti N, Loconte M, Brunetti I, et al. Distinct phenotypes require distinct respiratory management strategies in severe COVID-19. Respir Physiol Neurobiol. [Internet]. 2020[citado em 2022 out. 19];279:103455. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32437877/

Auld SC, Caridi-Scheible M, Blum JM, Robichaux C, Kraft C, Jacob JT, et al. ICU and Ventilator Mortality Among Critically Ill Adults With Coronavirus Disease 2019. Crit. Care Med. [Internet]. 2020[citado em 2022 out. 19];48(9):e799-e804. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32452888/

Ranzani OT, Bastos LSL, Gelli JGM, Marchesi JF, Baião F, Hamacher S, et al. Characterisation of the first 250 000 hospital admissions for COVID-19 in Brazil: a retrospective analysis of nationwide data. Lancet Respir Med. [Internet]. 2021[citado em 2022 out. 3];9(4):407-18. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lanres/article/PIIS2213-2600(20)30560-9/fulltext

Holanda MA, Pinheiro BV. Pandemia por COVID-19 e ventilação mecânica: enfrentando o presente, desenhando o futuro. J Bras Pneumol. [Internet]. 2020[citado em 2022 out. 17];46(4). Disponível em: https://www.scielo.br/j/jbpneu/a/cCvkgszc66f66wHY4pwpd6P/?lang=pt&format=pdf

Barbas CSV, Ísola AM, Farias AMC, Cavalcanti AB, Gama AMC, Duarte ACM, et al. Brazilian recommendations of mechanical ventilation 2013. Part I. Rev Bras Ter Intensiva [Internet]. 2014[citado em 2022 nov. 18];26(2). Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbti/a/Whwrm75h6MJwr5C6JmJg73Q/?lang=en&format=pdf

Corrêa RA. Guidelines: necessary... but applicable? J Bras Pneumol. [Internet]. 2011[citado em 2022 dez. 21];37(2):139-41. Disponível em: http://jornaldepneumologia.com.br/audiencia_pdf.asp?aid2=1479&nomeArquivo=2011_37_2_1_english.pdf

Polit DF, Beck CT. Fundamentos de pesquisa em Enfermagem: avaliação de evidencias para a prática de Enfermagem. 9ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2019.

Fehring RJ. The Fehring model. In: Carrol-Johnson RM, Paquete M. Classification of nursing diagnoses: proceeding of the tenth conference. Philadelphia: Lippincott Company; 1994. p. 55-62.

Freitas ALP, Rodrigues SG. A avaliação da confiabilidade de questionários: uma análise utilizando o coeficiente alfa de Cronbach. In: Simpósio de Engenharia de Produção, SIMSEMP. Bauru: UNESP; 2005.

Mackle D, Bellomo MNR, Bailey M, Beasley R, Deane A, Eastwood G, et al. Conservative Oxygen Therapy during Mechanical Ventilation in the ICU. N Engl J Med. [Internet]. 2020[citado em 2022 out. 20];382(11):989-98. Disponível em: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1903297

Prisk GK, West JB. Non-invasive Measurement of Pulmonary Gas Exchange Efficiency: The Oxygen Deficit. Front Physiol. [Internet]. 2021[citado em 2022 jan. 12];12:757857. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34744795/

West JB, Wang DL, Prisk GK, Fine JM, Bellinghausen A, Light M, Crouch DR. Noninvasive measurement of pulmonary gas exchange: comparison with data from arterial blood gases. Am J Physiol Lung Cell Mol Physiol. [Internet]. 2019[citado em 2022 ago. 15];316(1):L114-L118. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30335497/

Gomes EP, Reboredo MM, Costa GB, Carvalho EV, Pinheiro BV. Hyperoxemia and excessive oxygen use in COVID-19-related ARDS: preliminary results of a prospective cohort study. J Bras Pneumol. [Internet]. 2021[citado em 2022 jan. 10];47(3). Disponível em: https://www.jornaldepneumologia.com.br/details/3525/pt-BR/hiperoxemia-e-uso-excessivo-de-oxigenio-na-sdra-relacionada-a-covid-19--resultados-preliminares-de-um-estudo-de-coorte-prospectivo

Barrot L, Asfar P, Mauny F, Winiszewski H, Montini F, Badie J, et al. Liberal or Conservative Oxygen Therapy for Acute Respiratory Distress Syndrome. N Engl J Med. [Internet]. 2020[citado em 2022 jan. 13];382(11):999-1008. Disponível em: https://doi.org/10.1056/NEJMoa1916431

Fouad M, Eltaher S. Hand hygiene initiative: comparative study of pre-and postintervention outcomes. EMHJ [Internet]. 2020[citado em 2022 jan. 20];26(2):198-205. Disponível em: https://doi.org/ 10.26719/2020.26.2.198

Bastos-Netto C, Reboredo MM, Vieira RS, Fonseca LMC, Carvalho EV, Holanda MA, et al. Ventilação mecânica protetora em pacientes com fator de risco para SDRA: estudo de coorte prospectiva. J Bras Pneumol. [Internet]. 2021[citado em 2022 out. 22];47. Disponível em: https://www.jornaldepneumologia.com.br/details/3475/pt-BR/ventilacao-mecanica-protetora-em-pacientes-com-fator-de-risco-para-sdra--estudo-de-coorte-prospectiva

Aragón RE, Proaño A, Mongilardi N, Ferrari A, Herrera P, Roldan R, et al. Sedation practices and clinical outcomes in mechanically ventilated patients in a prospective multicenter cohort. Crit Care [Internet]. 2019[citado em 2022 out. 22];23(1):130. Disponível em: https://ccforum.biomedcentral.com/articles/10.1186/s13054-019-2394-9

Macedo BR, Garcia MVF, Garcia ML, Volpe M, Sousa MLA, Amaral TF, et al. Implementation of Tele-ICU during the COVID-19 pandemic. J Bras Pneumol. [Internet]. 2021[citado em 2022 out. 20];47. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jbpneu/a/bKGMwNL3CnY6SXmdkJknkBy/?lang=en#:~:text=The%20Tele%2DICU%20program%20was,for%20patients%20with%20COVID%2D19

Ohbe H, Jo T, Matsui H, Fushimi K, Yasunaga H. Diferenças no efeito da nutrição enteral precoce na mortalidade entre adultos ventilados com choque que requerem doses baixas, médias e altas de noradrenalina: uma análise de propensão combinada. Clin Nutr. [Internet]. 2020[citado em 2022 jan. 23];39(2):460-7. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30808573/

Richardson S, Hirsch JS, Narasimhan M, Crawford JM, McGinn T, Davidson KW, et al. Presenting Characteristics, Comorbidities, and Outcomes Among 5700 Patients Hospitalized With COVID-19 in the New York City Area. JAMA. [Internet]. 2020[citado em 2022 out. 22];323(20):2052-9. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32320003/

Olsen HT, Nedergaard HK, Strøm T, Oxlund J, Wian K-A, Ytrebø LM, et al. Nonsedation or Light Sedation in Critically Ill, Mechanically Ventilated Patients. N Engl J Med. [Internet]. 2020[citado em 2022 24 out. 22];382(12):1103-11. Disponível em: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1906759

Arquivos adicionais

Publicado

11-05-2023

Como Citar

1.
Celeste LF do N, Silva SA da, Raponi MBG, Barbosa MH, Bernardinelli FCP, Chavaglia SRR. Construção e validação da escala de verificação da adesão às recomendações das Diretrizes Brasileiras de Ventilação Mecânica. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 11º de maio de 2023 [citado 29º de fevereiro de 2024];27. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/41432

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)