A experiência em lecionar para crianças e adolescentes com transtornos mentais: desafios à inclusão

Autores

  • Fabiana Viana Nunes Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Curso de Enfermagem, Coxim MS , Brasil, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul-UFMS, Curso de Enfermagem. Coxim, MS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-5149-7948
  • Bianca Cristina Ciccone Giacon-Arruda UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Campo Grande MS , Brasil, UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Campo Grande, MS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-8433-6008
  • Mayara Caroline Ribeiro Antonio-Viegas Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Curso de Enfermagem, Coxim MS , Brasil, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul-UFMS, Curso de Enfermagem. Coxim, MS - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-0255-4958
  • Luana Cristina Bellini Cardoso Universidade Estadual de Maringá, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Maringá PR , Brasil, Universidade Estadual de Maringá-UEM, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Maringá, PR - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-8460-1177
  • Sueli Aparecida Frari Galera Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas, Ribeirão Preto SP , Brasil, Universidade de São Paulo-USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-EERP, Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas. Ribeirão Preto, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-7974-9214
  • Tassia de Arruda Bonfim UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Campo Grande MS , Brasil, UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Campo Grande, MS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-2367-4097
  • Elen Ferraz Teston UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Campo Grande MS , Brasil, UFMS, Instituto Integrado de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Campo Grande, MS - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-6835-0574
  • Lucilene Cardoso Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas, Ribeirão Preto SP , Brasil, Universidade de São Paulo-USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-EERP, Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas. Ribeirão Preto, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-9010-4193

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2020.49921

Palavras-chave:

Saúde Mental, Inclusão Educacional, Professores Escolares, Saúde da Criança, Saúde do Adolescente, Colaboração Intersetorial

Resumo

Objetivo: conhecer as vivências de professores em lecionar para crianças e adolescentes com transtorno mental e suas necessidades no processo ensino-aprendizagem. Método: trata-se de estudo descritivo, qualitativo, realizado com 11 professores de escolas públicas do nível médio e fundamental de um município do norte do estado de Mato Grosso do Sul. Os dados foram coletados por meio da entrevista aberta, em profundidade, no período de agosto a setembro de 2017 e submetidos à análise temática de conteúdo. As vivências foram agrupadas e separadas em duas categorias: "o lecionar - dificuldades, necessidades e estratégias" e "o desafio da inclusão". Resultados: sentimentos como frustração, medo e preocupação em não desempenhar adequado papel como educador foram mencionados. Identificou-se a falta de conhecimento dos professores e de estrutura das instituições para um processo de ensino-aprendizagem adequado que promova a inclusão. E, também, a fragilidade da articulação entre escola e serviços de saúde. Considerações finais: destaca-se a necessidade da articulação das instituições de educação e saúde, que pode auxiliar o planejamento corresponsável de estratégias que favoreçam o processo de ensino-aprendizagem das crianças e adolescentes com transtornos mentais, a assistência integral e a inclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Congresso Nacional (BR). Lei 8.069, de 13 de Julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Diário Oficial da União, seção 1, Brasília, DF. 16 jul. 1990[citado em 2020 fev. 08]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm

Yuying S. Race/ethnicity, built environment in neighborhood, and children’s mental health in the US. Int J Environ Health Res. 2020[citado em 2020 jan. 12]. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09603123.2020.1753663

Polanczyk GV, Salum GA, Sugaya LS, Caye A, Rohde LA. Annual research review: a meta-analysis of the worldwide prevalence of mental disorders in children and adolescents. J Child Psychol Psychiatry. 2015[citado em 2020 jan. 12];56(3):345-65. Disponível em: https://doi.org/10.1111/jcpp.12381

American Psychiatric Association. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, Fifth Edition (DSM-V). Arlington, VA: American Psychiatric Association; 2013.

Mpango RS, Kinyanda E, Rukundo GZ, Levin J, Gadow KD, Patel V. Prevalence and correlates for ADHD and relation with social and academic functioning among children and adolescents with HIV/AIDS in Uganda. BMC Psychiatry. 2017[citado em 2020 jan. 12];17(1):336. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/pmid/28938881/

Silva CCB, Molero ESS, Roman MD. A Interface entre Saúde e Educação: percepções de educadores sobre educação inclusiva. Psicol Escolar Educ. 2016[citado em 2020 jan. 12];20(1):109-15. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v20n1/2175-3539-pee-20-01-00109.pdf

Senado Federal (BR). Decreto nº 5.296 de 02 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nº 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Diário Oficial da União, seção 1, Brasília; DF. 03 dez. 2004[citado em 2020 fev. 28]. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/10/732313.pdf?sequence=4

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Plano Nacional de Educação PNE 2014-2024: Linha de Base. Brasília, DF: Inep; 2015.

Farias IS, Campos DTF. Social Representations about Students with Mental Disorder and its Inclusion in School: the vision of elementary school teachers. Rev Educ Cult Contemp. 2017[citado em 2020 jan. 12];14(35):95-119. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/download/3204/47965081

Marinho M, Maziero BR, Segatto JO. Education as a preventive field for children’s mental health. Disciplinarum Scientia. 2019[citado em 2020 jan. 12];20(2):305-20. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462012000300014

Cid MFB, Squassoni CE, Gasparini DA, Fernandes LHO. Child mental health in the school context: the perceptions of educators. Pro-Posições. 2019[citado em 2020 jan. 12];30:e20170093. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pp/v30/en_0103-7307-pp-30-e20170093.pdf

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2016.

Souza MAR, Wall ML, Thuler ACMC, Lowen IMV, Peres AM. The use of IRAMUTEQ software for data analysis in qualitative research. Rev Esc Enferm USP. 2018[citado em 2020 jan. 12];52:e03353. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/268283589.pdf

Schulte-Körne G. Mental Health Problems in a School Setting in Children and Adolescents. Dtsch Arztebl Int. 2016[citado em 2020 jan. 12];113(11):183-90. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4850518/

Vargas TBT, Rodrigues MG. Mediação escolar: sobre habitar o entre. Rev Bras Educ. 2018[citado em 2020 jan. 12];23:e230084. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-24782018000100270&lng=pt&nrm=iso

Onohara AMH, Cruz JAS, Mariano ML. Educação Inclusiva: o trabalho pedagógico do professor para com o aluno autista no ensino fundamental. Rev Bras Psicol Educ. 2018[citado em 2020 jan. 12];20(2):289-304. Disponível em:https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/12020

Costa, CR, Moreira JCC, Seabra Júnior, MO. Estratégias de Ensino e Recursos Pedagógicos para o Ensino de Alunos com TDAH em Aulas de Educação Física. Rev Bras Educ Espec. 2015[citado em 2020 jan. 12];21(1):111-26. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382015000100111

Ministério da Educação (BR). Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Diário Oficial da União, seção 1, Brasília, DF. 18 nov. 2011[citado em 2020 fev. 09]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7611.htm

Cunha MRS, Costa AL. Refletindo sobre a educação inclusiva a partir da perspectiva docente. Universidade Federal do Acre: Revistas; 2016.

Benitez P, Gomes M, Bondioli R, Domeniconi C. Mapeamento das estratégias inclusivas para estudantes com deficiência intelectual e autismo. Psicol Estud. 2017[citado em 2020 jan. 12];22(1):81-3. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/PsicolEstud/article/view/34674

Chiari APG, Ferreira RC, Akerman M, Amaral JHL, Machado KM, Senna MIB. Rede intersetorial do Programa Saúde na Escola: sujeitos, percepções e práticas. Cad Saúde Pública. 2018[citado em 2020 jan. 12];34(5):e00104217. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v34n5/1678-4464-csp-34-05-e00104217.pdf

Tavares LMFL, Santos LMM, Freitas MNC. A Educação inclusiva: um estudo sobre a formação docente. Rev Bras Ed Esp. 2016[citado em 2020 jan. 12];22(4):527-42. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v22n4/1413-6538-rbee-22-04-0527.pdf

Guimarães CA, Soares NV, Mazureck C. O impacto do Programa Saúde na Escola sob a ótica de docentes e profissionais de saúde. RICBS- Rev Interd Ciênc Saúde Biol. 2018[citado em 2020 jan. 12];2(1)32-40. Disponível em: http://srvapp2s.santoangelo.uri.br/seer/index.php/RICSB/article/view/2678

Kraemer GM, Thoma AS. Acessibilidade como condição de acesso, participação, desenvolvimento e aprendizagem de alunos com deficiência. Psicol Cienc Prof. 2018[citado em 2020 jan. 12];28(3):554-63. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pcp/v38n3/1982-3703-pcp-38-3-0554.pdf

Publicado

05-02-2021

Como Citar

1.
Nunes FV, Giacon-Arruda BCC, Antonio-Viegas MCR, Cardoso LCB, Galera SAF, Bonfim T de A, Teston EF, Cardoso L. A experiência em lecionar para crianças e adolescentes com transtornos mentais: desafios à inclusão. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 5º de fevereiro de 2021 [citado 26º de maio de 2024];24(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49921

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)