Efeito da consulta de enfermagem no conhecimento, qualidade de vida, atitude frente à doença e autocuidado em pessoas com diabetes

Autores

  • Elen Ferraz Teston Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil
  • Fabiana Magalhães Navarro Peternella Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil
  • Catarina Aparecida Sale Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil
  • Maria do Carmo Lourenço Haddad Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil
  • Marcia Regina Cubas Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil
  • Sonia Silva Marcon Universidade Estadual do Paraná, Curso de Enfermagem, Paranavaí PR , Brazil, Universidade Estadual do Paraná-Unespar, Campus de Paranavaí, Curso de Enfermagem. Paranavaí, PR - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2018.49661

Palavras-chave:

Enfermagem no Consultório, Diabetes Mellitus Tipo 2, Autocuidado, Ensaio Clínico

Resumo

Verificar o efeito da consulta de enfermagem fundamentada no autocuidado apoiado sobre o conhecimento e a atitude frente à doença, na qualidade de vida e adesão às atividades de autocuidado em pessoas com diabetes mellitus (DM) tipo 2. Ensaio clínico randomizado e controlado desenvolvido em município no Sul do Brasil no período de março de 2014 a janeiro de 2015. Participaram do estudo 134 indivíduos alocados aleatoriamente em dois grupos: intervenção (GI) e controle (GC). Para a coleta de dados foram aplicados quatro questionários nos dois grupos e em dois momentos (inicial e final). O GI recebeu atendimento constituído por três consultas de enfermagem bimensais intercaladas por duas ligações telefônicas para monitoramento das metas pactuadas e a assistência de rotina constituída por consulta médica por demanda espontânea e fornecimento gratuito de medicação prescrita. O GC só recebeu os cuidados de rotina. Os integrantes do GI apresentaram mudança significativa em relação ao conhecimento sobre o diabetes (p<0,001), impacto da doença na qualidade de vida (p=0,002), na atitude frente à doença (p=0,024) e na adesão às atividades de autocuidado (p<0,001). A consulta de enfermagem centrada no autocuidado apoiado tem efeitos positivos sobre conhecimento e a atitude frente à doença e sobre a adesão às atividades de autocuidado, porém aumenta o impacto da doença na qualidade de vida. Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos: RBR – 3xgjf3.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Coulter A, Entwistle VA, Eccles A, Ryan S, Shepperd S, Perera R. Personalised care planning for adults with chronic or long-term health conditions. Cochrane Database Syst Rev 2015[citado em 2017 mar. 02];3:CD010523. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25733495.

Iser BPM, Stopa SR, Chueiri PS, Szwarcwald CL, Malta DC, Monteiro HOC. et al. Prevalência de diabetes autorreferido no Brasil: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Epidemiol Serv Saúde. 2015[citado em 2016 ago 12];24(2):305-14. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742015000200013.

Ministério da Saúde (BR). Sistema de Informações de Mortalidade. Óbitos por residência por capítulo CID-10 segundo ano do óbito, causa CID-BR-10: 055 Diabetes mellitus. [citado em 2017 mar. 02]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sim/cnv/obt10uf.def.

Saleh F, Mumu SJ, Ara F, Hafez MA, Ali L. Non-adherence to self-care practices & medication and health related quality of life among patients with type 2 diabetes: a cross-sectional study. BMC Public Health. 2014[citado em 2017 mar 02];14:431. Disponível em: doi: 10.1186/1471-2458-14-431.

Ku GMV, Kegels G. Effects of the First Line Diabetes Care (FiLDCare) selfmanagement education and support project on knowledge, attitudes, perceptions, self-management practices and glycaemic control: a quasi-experimental study conducted in the Northern Philippines. BMJ Open. 2014[citado em 2017 mar 02];4(8):e005317. Disponível em: doi: 10.1136/bmjopen-2014-005317.

Mendes EV. O cuidado das condições crônicas de saúde na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. Brasília, DF: Organização Pan-Americana de Saúde; 2012. 512 p.

American Diabetes Association. Standards of medical care in - 2011. Diab Care. 2011[citado em 2017 mar 02];34:S11-S61. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3006050/

Moreira R, Mantovani MF, Soriano JV. Effectiveness of nursing case management among people with type 2 Diabetes mellitus. Nurs Res. 2015[citado em 2017 mar 02];64(4):272-81. doi: 10.1097/NNR.0000000000000104. Disponível em: https://journals.lww.com/nursingresearchonline/Abstract/2015/07000/Nursing_Case_Management_and_Glycemic_Control_Among.6.aspx.

Ministério da Saúde (BR). Estratégias para o cuidado das pessoas com doença crônica. Cad Atenção Básica. 2013[citado em 2017 jan 12];35. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica_cab35.pdf.

Torres HC, Hortale VA, Schall VT. Validation of Diabetes Mellitus knowledge (DKN-A) and attitude (ATT-19) questionnaires. Rev Saúde Pública. 2005[citado em 2017 mar 02];39(6):906-11. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000600006.

Gross CC, Scain SF, Scheffel R, Luiz Gross J, Hutz CS. Brazilian version of the Problem Areas in Diabetes Scale (B-PAID): validation and identification of individuals at high risk for emotional distress. Diabetes Res Clin Pract. 2007[citado em 2017 mar 02];76(3):455-9. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.diabres.2006.09.022.

Michels MJ, Coral MHC, Sakae TM, Damas TB, Furlanetto LM. Questionnaire of diabetes self-care activities: translation, cross-cultural adaptation and evaluation of psychometric properties. Arq Bras Endocrinol Metab. 2010[citado em 2017 mar 02];54(7):644-51. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000700009.

Hendriks M, Rademakers J. Relationships between patient activation, disease-specific knowledge and health outcomes among people with diabetes; a survey study. BMC Heatlh Serv. 2014[citado em 2017 mar 02];14:393. Disponível em: doi: 10.1186/1472-6963-14-393.

Sweileh WM, Zyoud SH, Abu Nab'a RJ, Deleq MI, Enaia MI, Nassar SM. et al. Influence of patients' disease knowledge and beliefs about medicines on medication adherence: findings from a cross-sectional survey among patients with type 2 diabetes mellitus in Palestine. BMC Public Health. 2014[citado em 2017 mar 02];14:94. Disponível em: doi: 10.1186/1471-2458-14-94.

Pereira DA, Costa NMSC, Sousa ALL, Jardim PCBV, Zanini CRO. The effect of educational intervention on the disease knowledge of diabetes mellitus patients. Rev Latino-Am Enferm. 2012[citado em 2017 mar. 02];20(3):1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010411692012000300008&script=sci_arttext&tlng=pt.

Oliveira KCS, Zanetti ML. Knowledge and attitudes of patients with diabetes mellitus in a primary health care system. Rev Esc Enferm USP. 2011[citado em 2017 mar 02];45(4):862-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v45n4/v45n4a10.pdf.

Imazu MFM, Faria BN, Arruda GO, Sales CA, Marcon SS. Effectiveness of individual and group interventions for people with type 2 diabetes. Rev Latino-Am Enferm. 2015[citado em 2017 mar. 02];23(2):200-7. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.0247.2543

Silva TFA, Rodrigues JEG, Silva PSM, Barros MAR, Felipe GF, Machado ALG. Nursing consultation to persons with diabetes mellitus in primary care. REME - Rev Min Enferm. 2014[citado em 2017 mar. 02];18(3):710-6. Disponível em: http://pesquisa.bvs.br/aps/resource/pt/bde-27012.

Van Der Does AM, Mash R. Evaluation of the "Take Five School": an education programme for people with Type 2 Diabetes in the Western Cape, South Africa. Prim Care Diabetes. 2013[citado em 2017 mar 02];7:289-95. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23932381.

Shah BR, Bhattacharyya O, Yu CHY, Mamdami MM, Parsons JA, Straus SE. et al. Effect of an educational toolkit on quality of care: a pragmatic cluster randomized trial. PLoS Med. 2014[citado em 2017 mar 02];11(2):e1001588. Disponível em: https://doi.org/10.1371/journal.pmed.1001588.

Fisher L, Hessler D, Masharani U, Strycker L. Impact of baseline patient characteristics on interventions to reduce diabetes distress: the role of personal conscientiousness and diabetes self-efficacy. Diabet Med. 2014[citado em 2017 mar 02];31(6):739-46. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24494593.

Leite ES, Lubenow JAM, Moreira MRC, Martins MM, Costa IP, Silva AO. Avaliação do impacto da diabetes mellitus na qualidade de vida de idosos. Cienc Cuid Saúde. 2015[citado em 2017 jan 17];14(1): 822-9. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/21353.

Pontieri FM, Bachion MM. Beliefs of diabetic patients about nutritional therapy and its influence on their compliance with treatment. Ciênc Saúde Coletiva. 2010[citado em 2017 mar 02];15(1):151-60. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000100021.

Alcubierre N, Rubinat E, Traveset A, Martinez-Alonso M, Hernandez M, Jurjo C. et al. A prospective cross-sectional study on quality of life and treatment satisfaction in type 2 diabetic patients with retinopathy without other major late diabetic complications. Health Qual Life Outcomes. 2014[citado em 2017 mar 02];12:131. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25138117.

Badariah A, Ramadas A, Fatt QK, Zain AZM. A pilot study: the development of a culturally tailored Malaysian Diabetes Education Module (MY-DEMO) based on the Health Belief Model. BMC Endocrine Disorders. 2014[citado em 2017 mar 02];14:31. Disponível em: https://doi.org/10.1186/1472-6823-14-31.

Publicado

04-10-2018

Como Citar

1.
Teston EF, Peternella FMN, Sale CA, Haddad M do CL, Cubas MR, Marcon SS. Efeito da consulta de enfermagem no conhecimento, qualidade de vida, atitude frente à doença e autocuidado em pessoas com diabetes. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 4º de outubro de 2018 [citado 15º de junho de 2024];22(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49661

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>