Segurança do paciente em pediatria: percepções da equipe multiprofissional

Autores

  • Cecília Biasibetti Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Porto Alegre RS , Brasil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-0418-1174
  • Fernanda Araújo Rodrigues Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, Porto Alegre RS , Brasil, Rio Grande do Sul (RS), Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-1748-6214
  • Letícia Maria Hoffmann Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Porto Alegre RS , Brasil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-0700-1714
  • Letícia Becker Vieira Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Porto Alegre RS , Brasil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-5850-7814
  • Luiza Maria Gerhardt Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Porto Alegre RS , Brasil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-1558-3811
  • Wiliam Wegner Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Porto Alegre RS , Brasil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem. Porto Alegre, RS - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-0538-9655

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2020.49924

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Equipe de Assistência ao Paciente, Pediatria

Resumo

Objetivo: conhecer a percepção da equipe multiprofissional sobre as ações de segurança do paciente em internações pediátricas. Método: trata-se de estudo qualitativo exploratório-descritivo realizado em 2017 em unidades de internação pediátrica de um hospital em Porto Alegre - RS. Realizaram-se duas entrevistas coletivas semiestruturadas com 14 integrantes da equipe multiprofissional. As entrevistas foram transcritas para análise de conteúdo do tipo temática. Resultados: emergiu uma categoria temática “Ações para segurança do paciente pediátrico”, desdobrada em ações tais como identificação correta da criança, comunicação efetiva, segurança no processo medicamentoso, prevenção de quedas, higienização das mãos e limpeza dos ambientes, responsabilização coletiva pela segurança do paciente e organização do processo de trabalho”. Conclusão: é necessário desenvolver ações em todas as etapas de cuidado que garantam a segurança do paciente por todos os envolvidos na assistência ao paciente pediátrico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Assistência segura: uma reflexão teórica aplicada à prática. Brasília: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 2013[citado em 2019 nov. 28]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+1+-+Assistencia+Segura+-+Uma+Reflexao+Teorica+Aplicada+a+Pratica/97881798-cea0-4974-9d9b-077528ea1573

Silva EMB, Pedrosa DLL, Leça APC, Silva DM. Percepção dos profissionais de saúde sobre a cultura de segurança do doente pediátrico. Referência. 2016[citado em 2018 nov. 15];IV(9):87-95. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0874-028320160002 00010

Reis GAX, Oliveira JLC, Ferreira AMD, Vituri DW, Marcon SS, Matsuda LM. Dificuldades para implantar estratégias de segurança do paciente: perspectivas de enfermeiros gestores. Rev Gaúcha Enferm. 2019[citado em 2018 nov. 15];40:e20180366. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/viewFile/89138/51387

Silva EMB, Garcia CRF, Silva DM, Duarte JC. A segurança dos cuidados da criança hospitalizada: percepção dos enfermeiros. Rev Psicol Criança Adolesc. 2019[citado em 2018 nov. 15];9(1):67-82. Disponível em: http://repositorio.ulusiada.pt/bitstream/11067/4650/1/rpca_v9_n1_2018_5.pdf

Hoffmann LM, Wegner W, Biasibetti C, Peres MA, Gerhardt LM, Breigeiron MK. Identificação de incidentes de segurança do paciente pelos acompanhantes de crianças hospitalizadas. Rev Bras Enferm. 2019[citado em 2018 nov. 15];72(3):741-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v72n3/pt_0034-7167-reben-72-03-0707.pdf

Stockwell DC, Landrigan CP, Toomey SL, Loren SS, Jang J, Quinn JA, et al. Adverse events in hospitalized pediatric patients. Pediatrics. 2018[citado em 2018 nov. 15];142:e20173360. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30006445

Tong A, Sainsbury P, Craig J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. Int J Qual Health Care. 2007[citado em 2019 jan. 14];19(6):349-57. Disponível em: https://academic.oup.com/intqhc/article/19/6/349/1791966

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Bandeira LE, Wegner W, Gerhardt LM, Pasin SS, Pedro ENR, Kantorski KJC. Condutas de educação ao familiar para promoção da segurança da criança hospitalizada: registros da equipe multiprofissional. REME - Rev Min Enferm. 2017[citado em 2018 nov. 15];21:e-1009. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/e1009.pdf

Oliveira JLC, Silva SV, Santos PR, Matsuda LM, Tonini NS, Nicola AL. Patient safety: knowledge between multiprofessional residents. Einstein. 2017[citado em 2018 dez. 20]; 15(1):50-7. Disponível em: https://journal.einstein.br/article/patient-safety-knowledge-between-multiprofessional-residents/

Assis TG, Almeida LF, Assad LG, Rocha RG, Fassarella CS, Aguiar BGC. Adesão à identificação correta do paciente pelo uso da pulseira. Rev Enferm UFPE online. 2018[citado em 2020 jan. 07];12(10):2621-7. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/234774

Aruto GC, Lanzoni GMM, Meirelles BHS. Melhores práticas no cuidado à pessoa com doença cardiovascular: interface entre liderança e segurança do paciente. Cogitare Enferm. 2016[citado em 2018 dez. 16];21(esp):1-9. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/45648

Anschau F, Webster J, Roessler N, Fernandes EO, Klafke V, Silva CP, et al. Avaliação de intervenções de Gestão da Clínica na qualificação do cuidado e na oferta de leitos em um hospital público de grande porte. Sci Med. 2017[citado em 2018 out. 27];27(2):id26575. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/317354115_Avaliacao_de_intervencoes_de_Gestao_da_Clinica_na_qualificacao_do_cuidado_e_na_oferta_de_leitos_em_um_hospital_publico_de_grande_porte

Rosa RT, Gehlen, MH, Ilha S, Pereira FW, Cassola T, Backes DS. Segurança do paciente na práxis do cuidado de Enfermagem: percepção de enfermeiros. Ciênc Enferm. 2015[citado em 2018 dez. 07];21(3):37-47. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0717-95532015000300004&lng=es&nrm=iso&tlng=pt

Bohomol E, Freitas MAO, Cunha ICKO. Ensino da segurança do paciente na graduação em saúde: reflexões sobre saberes e fazeres. Interface. 2016[citado em 2018 dez. 22];20(58):727-41. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v20n58/1807-5762-icse-1807-576220150699.pdf

Volpatto BM, Wegner W, Gerhardt LM, Pedro ENR, Cruz SS, Bandeira LEB. Erros de medicação em pediatria e estratégias de prevenção: revisão integrativa. Cogitare Enferm. 2017[citado em 2018 nov. 10];22(1):e45132. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/45132/pdf

Rocha CMD, Gomes GC, Ribeiro JP, Mello, MCVAD, Oliveira AM, Maciel JBDS. Administração segura de medicamentos em neonatologia e pediatria: cuidados de Enfermagem. Rev Enferm. UFPE online. 2018[citado em 2020 jan. 13];12(12):3239-46. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/235858

Peres MA, Wegner W, Kantorski KJC, Gerhardt LM, Magalhães AMM. Percepção de familiares e cuidadores quanto à segurança do paciente em unidades de internação pediátrica. Rev Gaúcha Enferm. 2018[citado em 2018 dez. 17];39:e2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472018000100439

Barros FE, Soares E, Teixeira MLO, Branco EMS. Controle de infecções a pacientes em precaução de contato. Rev Enferm UFPE online. 2019[citado em 2018 nov. 15];13(4):1081-9. Disponível em: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v13i04a238991p1081-1089-2019

Fermo VC, Radünz V, Rosa LM, Marinho MM. Atitudes profissionais para cultura de segurança do paciente em unidade de transplante de medula óssea. Rev Gaúcha Enferm. 2016[citado em 2018 nov. 15];37(1):e55716. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1983-14472016000100407&script=sci_abstract&tlng=pt

Santos TO, Pereira LP, Silveira DT. Implantação de sistemas informatizados na saúde: uma revisão sistemática. RECIIS. 2017[citado em 2018 nov. 15];11(3):1-11. Disponível em: https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1064

Fagerstrom L, Kinnunnen M, Saarela J. Nursing workload, patient safety incidents and mortality: an observational study from Finland. BMJ Open. 2018[citado em 2018 dez. 19];8:e016367. Disponível em: https://bmjopen.bmj.com/content/bmjopen/8/4/e016367.full.pdf

Silva NDM, Barbosa AP, Padilha KG, Malik AM. Patient safety in organizational culture as perceived by leaderships of hospital institutions with different types of administration. Rev Esc Enferm USP. 2016[citado em 2018 nov. 15];50(3):490-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v50n3/pt_0080-6234-reeusp-50-03-0490.pdf

Minuzzi AP, Salum NC, Locks MOH. Avaliação da cultura de segurança do paciente em terapia intensiva na perspectiva da equipe de saúde. Texto & Contexto Enferm. 2016[citado em 2018 nov. 15];25(2):e1610015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tce/v25n2/en_0104-0707-tce-25-02-1610015.pdf

Cox ED, Jacobsohn GC, Rajamanickam VP, Carayon P, Kelly MM, Wetterneck TB, et al. A family-centered rounds checklist, family engagement, and patient safety: a randomized trial. Pediatrics. 2017[citado em 2018 dez. 17];139(5):e20161688. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/pmid

Publicado

05-02-2021

Como Citar

1.
Biasibetti C, Rodrigues FA, Hoffmann LM, Vieira LB, Gerhardt LM, Wegner W. Segurança do paciente em pediatria: percepções da equipe multiprofissional. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 5º de fevereiro de 2021 [citado 23º de maio de 2024];24(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49924

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.