Tuxsila: quem disse que linux é difícil?

Autores

  • Ana Cristina Fricke Matte FALE/UFMG

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.1.1.39-49

Resumo

Toda vez que alguém começa a usar linux e outros aplicativos livres, começa uma divulgação boca a boca bastante eficaz. No entanto, somente nos meios onde o software livre é palavra de ordem tenho escutado que linux, hoje, também é usado por milhares de linuxers crianças, desde as mais pequenas até pré-adolescentes. Esse trabalho tem o intuito de abrir uma discussão sobre a dificuldade de usar linux, muito comum principalmente em instituições de ensino do governo nas quais o linux chega sem prévio consentimento e longe de ser consenso entre os professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina Fricke Matte, FALE/UFMG

Coordenadora dos grupos de pesquisa SEMIOFON (cadastrado no CNPq) e Texto Livre. Editora da revista online Texto Livre. Faz parte da comissão organizadora do EVIDOSOL. Coordenadora da linha de pesquisa em Linguagem e Tecnologia/POSLIN/FALE/UFMG.

Referências

ZILBERBERG, C. & FONTANILLE, J. - Tensão e Significação/ tradução: Ivã Carlos Lopes, Luiz Tatit e Waldir Beividas. São Paulo: Discurso Editorial, Humanitas, 2001.

ABRIATA, V. & MATTE, A. - O corpo, a paixão no pensamento de Ignácio A. Silva (I) Corpo e Paixão: a gênese do sujeito. Acessado em 25 de novembro de 2007. URL:

http://www.fclar.unesp.br/grupos/casa/artigos/V2n2/CASA2004-v2n2-Art-Esteio-MatteAbriata.pdf.

Downloads

Publicado

2011-06-01

Como Citar

MATTE, A. C. F. Tuxsila: quem disse que linux é difícil?. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 1, n. 1, p. 39–49, 2011. DOI: 10.17851/1983-3652.1.1.39-49. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16549. Acesso em: 14 ago. 2022.