Semiotizando dados fonético-acústicos: o sentido da expressão da fala no Jornal Nacional

Autores

  • Conrado Moreira Mendes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.2.2.28-37

Palavras-chave:

Semiótica tensiva. Fonética acústica. Fonoestilística. Jornal Nacional.

Resumo

Propomos neste artigo a semiotização de dados fonético-acústicos de pesquisa realizada por Mendes (2009), que descreveu como se dá a realização dos arquifonemas /S/ e /R/ no âmbito do principal telejornal brasileiro, o Jornal Nacional. Partindo da premissa hjelmsleviana, de que, assim como o conteúdo, a expressão também carrega consigo um sentido, analisamos a construção desse sentido ao serem realizados tais arquifonemas, ancorados nos pressupostos teórico-metodológicos da semiótica tensiva, especificamente a de Cl. Zilberberg (2006).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Conrado Moreira Mendes, Universidade de São Paulo

Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral pela Universidade de São Paulo e bolsista de doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. É mestre em Estudos Lingüísticos, desde 2009, pela Universidade Federal de Minas Gerais. É bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, desde 2006, pela Universidade Federal de Minas Gerais.  Desenvolveu, durante o ano de 2011, estágio de pesquisa de doutoramento na Université Paris VIII, França. Atua principalmente nas seguintes áreas: Semiótica Discursiva, Comunicação e Lingüística Geral.

Referências

ALBANO, Eleonora Cavalcante, MOREIRA, Agnaldo Antônio. Archisegment-based letter-tophone conversion for concatenative speech synthesis in Portuguese. In ICSLP-1996, 1708-1711, 1996.

BARBOSA, Plínio A. Incursões em torno ao ritmo de fala. Campinas: Pontes Editores, São Paulo: FAPESP, 2003.

CÂMARA JUNIOR, Joaquim Mattoso. Estrutura da língua portuguesa. 35ª ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2002.

CHRYSTUS, Mirian. Claro Enigma: A dicção nacionalista em pactos literários e jornalísticos. Tese de doutorado. UFMG, 2007.

CRYSTAL, David. Dicionário de lingüística e fonética. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2000.

FONTANILLE, Jacques, ZILBERBERG, Claude. Tensão e significação. Tradução de Ivã Carlos Lopes; Luiz Tatit; Waldir Beividas. – São Paulo: Humanitas/Discurso Editorial, 2001.

GREIMAS, Algirdas Julien, FONTANILLE, Jacques. Semiótica das paixões: dos estados de coisa ais estados de alma. Editora Ática: São Paulo, 1993.

HJELMSLEV, Louis. Prolegômenos a uma teoria da linguagem/ Louis Hjelmslev: [tradução J. Teixeira Coelho Netto]. São Paulo: Perspectiva, 2006.

MENDES, Conrado Moreira. A expressão e o conteúdo da fala do Jornal Nacional. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Minas Gerais, 2009. Disponível em:

http://www.letras.ufmg.br/poslin/defesas/1250M.pdf.

MENDES, Conrado Moreira. O falar do Jornal Nacional: produção e recepção de um sotaque de natureza ideológica. Monografia de conclusão do curso de Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais, 2006. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/mendes-conrado-ofalar-do-jornal-nacional.pdf.

ORGANIZAÇÕES GLOBO. Jornal Nacional: a notícia faz história/Memória Globo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.

SAUSSURE, Ferdinad. de. Curso de lingüística geral / Ferdinand de Saussure; organizado por Charles Bally, Albert Sechehaye; com colaboração de Albert Riedlinger; prefácio da edição brasileira Isaac Nicolau Salum; tradução de Antônio Chelini, José Paulo Paes Izidoro Blikstein. - 27. Ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

SILVEIRA, Regina. C. P. da. Uma pronúncia do português brasileiro. São Paulo: Cortez, 2008.

ZILBERBERG, Claude. Elements de grammaire tensive. Limoges: PULIM, 2006.

Downloads

Publicado

2011-08-23

Como Citar

MENDES, C. M. Semiotizando dados fonético-acústicos: o sentido da expressão da fala no Jornal Nacional. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 2, n. 2, p. 28–37, 2011. DOI: 10.17851/1983-3652.2.2.28-37. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16568. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Semiótica e Tecnologia