O gramático e a norma culta em títulos de entrevistas: entre citações e fórmulas discursivas

Autores

  • Agnaldo Almeida de Jesus Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.8.2.27-40

Palavras-chave:

fórmula discursiva, norma culta, gramático, mídia.

Resumo

RESUMO: O trabalho ora proposto tem como objetivo analisar os efeitos de sentidos sobre o gramático e a norma culta produzidos em títulos de entrevistas com Evanildo Bechara. Desse modo, questionamo-nos como a instituição midiática formula seus enunciados a fim de obter a adesão de um público leitor e instituir um determinado sentido (e não outros) ao que é posto em circulação. Para tanto, tomamos como corpus dez títulos de entrevistas com o referido gramático. Teoricamente, respaldamo-nos nos pressupostos teóricos da Análise do discurso de linha francesa, destacando a questão do funcionamento midiático e a noção de fórmula discursiva. Para tal perspectiva teórica, os sujeitos e sentidos são determinados historicamente: são opacos e têm uma materialidade constitutiva. Em nossas análises, pudemos constatar que nos títulos, por meio de citações e fórmulas, há uma materialização de sentidos que retoma formulações cristalizadas no que concerne à significação do sujeito gramático e da norma culta em nossa sociedade.

PALAVRAS-CHAVE: fórmula discursiva; norma culta; gramático; mídia.

 

ABSTRACT: The proposed work aims at analyzing the effects of senses on the grammarian and cultured standard produced in titles of interviews with Evanildo Bechara. Thereby, we question ourselves how the media institution formulates their titles in order to obtain the access of a readership and establish a certain sense (and not others) when that is put into circulation. For this, we took as corpus 10 titles of interviews with the aforementioned Grammarian. We endorsed this paper in the theoretical assumptions of discourse analysis of French line, highlighting the issue of media operation and the notion of discursive formula. For such perspective, subjects and directions are determined historically: are opaque and have a constitutive materiality. In our analysis we were able to see that there is a materialization of senses in the titles that incorporates crystallized formulations regarding the meaning of the subject and grammarian of the standard educated in our society.

KEYWORDS: discursive formula; cultured standard; grammarian; media.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Agnaldo Almeida de Jesus, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, na área de Linguística do Texto e do Discurso. Graduado (2012) e mestre (2015) em Letras pela Universidade Federal de Sergipe - UFS. Pesquisador/membro da Associação Latino-Americana de Estudo do Discurso - ALED e dos Grupos de Pesquisa registrados no CNPq: Análise do Discurso (UFMG) e Linguagem, Enunciação e Discurso para o Ensino da Língua Portuguesa - LED (UFS). Teoricamente, está filiado às tendências da Análise do Discurso de linha francesa, desenvolvendo pesquisas com ênfase nos seguintes temas: autoria, ensino de língua materna, gramatização e política linguística no Brasil, discurso da mídia.

Downloads

Publicado

16-12-2015

Como Citar

JESUS, A. A. de. O gramático e a norma culta em títulos de entrevistas: entre citações e fórmulas discursivas. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 8, n. 2, p. 27–40, 2015. DOI: 10.17851/1983-3652.8.2.27-40. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16698. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Linguística e Tecnologia