Adoção de multicritérios para análise da suscetibilidade erosiva em sub-bacias hidrográficas da Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15928

Palavras-chave:

Erosão hídrica, Uso e ocupação do solo, Planejamento ambiental

Resumo

A erosão hídrica é uma das principais causas de degradação dos solos tropicais, cujo estudo requer a compreensão de algumas variáveis, como relevo, uso e ocupação do solo, classes de solo e presença de atividades antrópicas. A maioria dos estudos sobre erosão é baseada na utilização de modelos empíricos com técnicas de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto, que permitem identificar as regiões mais propensas à erosão. Esse estudo visa utilizar a análise multicritérios para identificar a suscetibilidade à erosão hídrica em duas sub-bacias hidrográficas localizadas na Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, Brasil. Para isso, foi elaborada uma análise multicritérios a partir de três elementos: relevo, uso e ocupação do solo e classes de solo. Os resultados demonstraram que as sub-bacias Ribeirão São Bento e Ribeirão José Lúcio apresentam susceptibilidade à erosão classificadas como média e baixa, respectivamente. Logo, o mapa de suscetibilidade à erosão hídrica pode ser utilizado como uma ferramenta eficiente no planejamento sustentável agrícola e ambiental da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bertol, I.; Almeida, J. A. 2000. Tolerância de perda de solo por erosão para os principais solos do estado de Santa Catarina. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 24: 657-668. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832000000300018.

Comissão Nacional do Café - CNA. 2018. PIB do agronegócio: balanço 2017. São Paulo. Disponível em: https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/pib_agronegocio_balanco_2017.pdf.

Companhia Nacional de Abastecimento - CONAB. 2018. Acompanhamento da safra brasileira: café – v. 5, n. 1 (2018) Quarto levantamento/outubro 2018. Disponível em: http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/levantamento/conab_safra2018_n4.pdf.

Conselho dos Exportadores de Café do Brasil - CECAFÉ. 2017. Relatório mensal: dezembro 2017. São Paulo. Disponível em: http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/informe_estatistico/CECAFE_Relatorio_

Mensal_DEZEMBRO_2017.pdf.

Corrêa, E. A.; Moraes, I. C.; Pinto, S. A. F.; Lupinacci, C. M. 2016. Perdas de Solo, Razão de Perdas de Solo e Fator Cobertura e Manejo da Cultura de Cana-de-Açúcar: Primeira Aproximação. Revista do Departamento de Geografia, 32: 72-87. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rdg/article/view/116671.

Dechen, S.C.F.; Telles, T.S.; Guimarães, M.F.; Maria, I.C. de. 2015. Perdas e custos associados à erosão hídrica em função de taxas de cobertura do solo. Bragantia, 74: 224-233. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1678-4499.0363.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. 2018. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 353 p.

Environmental Systems Research Institute - ESRI. 2014. ArcGIS Professional GIS for the desktop [computer program]. Version 10.2. Redlands, CA: Environmental Systems Research Institute.

Fernández, V.; Vega, J. A. 2016. Evaluation of RUSLE and PESERA models for predicting soil erosion losses in the first year after wildfire in NW Spain. Geoderma 273: 64–72. Doi: https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2016.03.016.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. 1979. Carta topográfica do Município de Varginha (FOLHA SF 23-V-D 1:250000). 2. ed. Rio de Janeiro: Secretaria de Planejamento da Presidência da República do IBGE, Diretoria de Geociência e Cartografia, Superintendência de Cartografia.

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. 2012. Café: Veja produção agrícola e área plantada por cidade do Brasil. 2012. Disponível em http://www.deepask.com.br/goes?page=Cafe:-Veja-a-producaoagricola-e-a-area-plantada-no-seu-municipio.

Lal, R. Soil conservation and ecosystem services. 2014. International Soil and Water Conservation Research, 2: 36-47. Doi: https://doi.org/10.1016/S2095-6339(15)30021-6.

McBratney, A.B.; Santos, M.L.M.; Minasny, B. 2003. On digital soil mapping. Geoderma, 117: 3-52. DOI: https://doi.org/10.1016/S0016-7061(03)00223-4.

Meirelles, E.O.; Dourado, F.; da Costa, V.C. 2018. Análise multicritério para mapeamento da suscetibilidade a movimentos de massa na bacia do rio Paquequer – RJ. Revista Geo UERJ, 33: 26 -37. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/geouerj/article/view/26037.

Santos, F.A.; Aquino, C.M.S. 2017. Suscetibilidade erosiva em área suscetível à desertificação, no estado do Piauí: subsídios ao planejamento ambiental. Caderno de Geografia, 27: 32-47. Doi: https://doi.org/10.5752/p.2318-2962.2017v27nesp1p19.

Silva, V.C.B.; Machado, P.S. SIG na análise ambiental: susceptibilidade erosiva da bacia hidrográfica do Córrego Mutuca, Nova Lima – Minas Gerais. 2014. Revista de Geografia, 31: 66-87. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistageografia/article/view/229090/23495.

Sparovek, G.; Van-Lier Q.J.; Dourado-Neto, D. 2007. Computer assisted Köppen climate classification: a case study for Brazil. International Journal of Climatology, 27: 257-266 https://doi.org/10.1002/joc.1384.

Sousa, F.A. 2013. A influência das classes de declividades na construção do mapa de suscetibilidade à erosão laminar. Revista da ANPEGE, 9: 107 -117. Doi: https://doi.org/10.5418/RA2013.0911.0009.

Universidade Federal de Viçosa – UFV; Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais – CETEC-MG; Universidade Federal de Lavras – UFLA; Fundação Estadual do Meio Ambiente - FEAM. 2010. Mapa de Solos Do Estado de Minas Gerais: legenda expandida. Belo Horizonte: Fundação Estadual do Meio Ambiente. 53p.

United States Geological Survey - USGS. 2017. Earth Explorer. Disponível em: http://earthexplorer.usgs.gov.

Valladares, G. S.; Gomes, A. S.; Torresan, F. E.; Rodrigues, C. A. G.; Grego, C. R. 2012. Modelo multicritério aditivo na geração de mapas de suscetibilidade à erosão em área rural. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 47: 1376-1383. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2012000900023.

Wei, S.; Zhang, X.; McLaughlin, N.B.; Chen, X.; Jia, S.; Liang, A. 2017. Impact of soil water erosion processes on catchment export of soil aggregates and associated SOC. Geoderma, 294: 63-69. Doi: https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2017.01.021.

Downloads

Publicado

2019-12-26

Como Citar

Santana, D. B., Moreira, R. S., Parreiras, T. C., Silva, L. F. P. M., Teodoro, A. E. de M., Bolelli, T. M., Lense, G. H. E., & Mincato, R. L. (2019). Adoção de multicritérios para análise da suscetibilidade erosiva em sub-bacias hidrográficas da Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais. Caderno De Ciências Agrárias, 11, 1–9. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15928

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)