Futebol como simulacro: Tipp-Kick, um jogo alemão

  • Elcio Loureiro Cornelsen Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Nossa contribuição visa a uma reflexão sobre um jogo em especial, o Tipp-Kick, criado na Alemanha, na década de 1920, como simulacro do futebol. Em termos teóricos, orientar-nos-emos pelas noções de “ludicidade”, “jogo” e “representação” propostas pelo historiador e linguista holandês Johan Huizinga, bem como pela noção de “simulacro”, conforme definida pelo sociólogo francês Roger Caillois.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elcio Loureiro Cornelsen, Universidade Federal de Minas Gerais

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq

Doutor em Estudos Germânicos pela Freie Universität Berlin/Alemanha

Professor de Língua, Literatura e Cultura Alemã (Graduação) e de Teoria da Literatura e Literatura Comparada (Pós-Graduação), e de Estudos do Lazer (Pós-Graduação

Professor credenciado junto ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da FALE/UFMG, e do Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Estudos do Lazer, da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG.

Com Pós-Doutorado em Estudos Organizacionais pela Fundação Getúlio Vargas/SP (2005), em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP (2010), e em História Comparada pelo IFCS/UFRJ (2018).

Referências

CAILLOIS, Roger. Os jogos e os homens. Trad J. G. Palha. Lisboa: Cotovia, 1990.

CORNELSEN, Elcio Loureiro. O futebol e seus simulacros no reino da ludicidade – Subbuteo, História(s) do Sport, UFRJ, s/p, 18 dez. 2018.

CORNELSEN, Elcio Loureiro. Sentimento e política no futebol alemão – construções da “nação” em 1990 e 2006. História: Questões & Debates, Curitiba, n. 57, p. 73-99, jul./dez. 2012.

DER BALL IST ECKIG UND EIN SPIEL DAUERT 10 MINUTEN, s/p. Disponível em: https://dtkv.info/tipp-kick/spielregeln. Acesso em: 01 dez. 2018.

DIE WM RETTET TIPP-KICK. Disponível em: http://bit.ly/2YcfEeS. Acesso em: 01 dez. 2018.

DIEFENBACH, Ute. Tippse mit Knöpfchen. Die erste Tipp-Kick-Frau. Frankfurter Rundschau, 22 fev. 2010. Disponível em: http://bit.ly/2OfN3ki. Acesso em: 01 dez. 2018.

GOMES, Eduardo de Souza. Pebolim, Totó, Fla-Flu ou Pacau? Um breve histórico do campo esportivo no Brasil, s/p. Ludopédio, n. 115, v. 5, 07 jan. 2019.

HÖFER, Katrin; HESSE, Peter. Das groβe Tipp-Kick-Buch: Geschichte, Regeln, Technik, Zubehör, Anekdoten. Berlin: Humboldt, 2008.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 6ª. ed., trad. João Paulo Monteiro, São Paulo: Perspectiva, 2010. [estudos; 4]

MEINERT, Peer. Tipp-Kick: Kult aus Schwenningen. Schwäbische Zeitung, 27 apr 2018. Disponível em: http://bit.ly/2HMFsbH. Acesso em: 01 dez. 2018.

MEUNER, Daniel. Dante in Zink. Frankfurter Allgemeine Zeitung, 18 out. 2013. Disponível em: http://bit.ly/2TN657E. Acesso em: 01 dez. 2018.

ROLIM, Bruno. Futebol de Mesa: brincadeira que virou esporte. Jornal Comunicação, s/p, 28 fev. 2008. Disponível em: http://bit.ly/2OhwHHW; acesso em: 01 dez. 2018.

SEITH, Anne. Tipp-Kick-Kult: WM auf dem Küchentisch. Spiegel Online, 24 maio 2006. Disponível em: http://bit.ly/2HLRwKv. Acesso em: 01 dez. 2018.

SEPP HERBERGER, s/p. Disponível em: http://bit.ly/2TOvMF0. Acesso em: 01 dez. 2018.

TIPP-KICK SPIELREGELN, 01 ago. 2017, p. 2. Disponível em: http://bit.ly/2TQ8yy5. Acesso em: 01 dez. 2018.

TIPP-KICK WIRD WEIBLICH. Spiegel Online, 21 dez. 2009. Disponível em: http://bit.ly/2TTbl9Sl. Acesso em: 01 dez. 2018.

WINZER, Simon. Das professionelle Tipp-Kick: Ein Spiel im Spannungsfeld zwischen Hobby und sportlicher Anerkennung. Zürich: Open Publishing, 2012.

Publicado
2019-04-24
Seção
DOSSIÊ