Sala de aula

espaço de invenção de uma utopia possível

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.15995

Palavras-chave:

Pedagogia, Sala de aula, Experiência docente/discente

Resumo

O presente trabalho traz em seu escopo o relato de uma experiência docente/discente vivenciada durante uma disciplina ministrada no segundo semestre do ano de 2018. No trabalho são apresentadas discussões e reflexões da disciplina Sala de Aula: Espaço Social, Cultural e Histórico ministrada no sétimo período, do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação de uma universidade no estado de Minas Gerais. O objetivo central é condensar as discussões a partir de dois olhares, o olhar do estudante que cursou a disciplina e do professor que organizou e ministrou-a. As reflexões aqui apresentadas são entendidas como contribuição para a relação entre os sujeitos envolvidos nesse processo, professor e estudante, bem como o aprimoramento da disciplina ministrada, perpassando as referências bibliográficas, os conceitos centrais abordados, os filmes assistidos assim como as inquietações fomentadas a partir da vivência dessa experiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco André Silva Martins, Universidade do Estado de Minas (UEMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (FaE-UFMG). Professor efetivo da FaE e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Mestrado em Educação na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Pesquisador do Núcleo de Extensão e Pesquisa em Educação de Jovens e Adultos (NEPEJA) e pesquisador do Observatório da Juventude da FaE-UFMG.

Clifton Arllen Gomes Fernandes, Universidade do Estado de Minas (UEMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais, em 2019, e graduação em Design Gráfico pelo Centro Universitário de Belo Horizonte, em 2014.

Referências

ARROYO, Miguel Gonzalez. Ofício de mestre. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

ARROYO, Miguel Gonzalez. O humano é viável? É educável? Revista Pedagógica, v. 17, n. 35, maio/ago. 2015.

AYRES, Tadeu Antônio. Prática pedagógica competente: ampliando os saberes do professor. Petrópolis: Vozes, 2008.

CUNHA, Maria Izabel da. O bom professor e sua prática. Campinas: Papirus, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

LOPES, José de Sousa Miguel. Entre os muros da escola: a vida, a sociedade em movimento. Revista Presença Pedagógica, v. 15, n. 87, maio/jun. 2009.

OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O trabalho do antropólogo. São Paulo: Unesp, 2006.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência do Ensino Superior. São Paulo: Cortez, 2010.

TEIXEIRA, Inês. Os professores como sujeitos socioculturais. In: DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos olhares sobre a educação e cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1996. p. 179-194.

TEIXEIRA, Inês Assunção da Castro; LOPES, José de Sousa; DAYRELL, Juarez. A juventude vai ao cinema. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

Downloads

Publicado

2020-05-28

Como Citar

MARTINS, F. A. S.; FERNANDES, C. A. G. Sala de aula: espaço de invenção de uma utopia possível. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–16, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.15995. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/15995. Acesso em: 2 dez. 2020.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)