Natureza humana e liberdade na Idade Média

notas a partir da tese Por que a essência não chegou ao conceito?, de Karine Salgado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2022.38868

Palavras-chave:

Dignidade Humana, Idade Média, Idade Moderna

Resumo

A resenha examina os principais pontos da tese de doutorado da professora Karine Salgado, intitulada Por que a essência não chegou ao conceito? Estudo sobre a contribuição medieval para dignidade humana, conectando-os com a imagem que a Modernidade possui de si mesma em relação ao passado e com o conceito moderno de dignidade humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Afonso Campos, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, sob orientação da Profª. Drª. Karine Salgado. Mestre em Direito e Bacharel em Ciências do Estado pela mesma instituição. ORCID: http://orcid.org/0000-0002-9699-4411. Contato: gabriel-afonso@ufmg.br. 

Referências

ABELARDO E HELOÍSA. Correspondência de Abelardo e Heloísa. Tradução de Lúcia Santana Martins. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ALMEIDA, Philippe Oliveira de. Raízes medievais do Estado moderno: a contribuição da reforma gregoriana. 2013, 200 f. Dissertação (Mestrado em Direito) –Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

BLANCO, Enrique Gallego. Relaciones entre la Iglesia y el Estado en la Edad Media. Madrid: Revista del Occidente, 1973.

DUARTE COSTA, Layon. Estado, poder e liberdade: uma reflexão a partir dos culturalismos de Nelson Nogueira Saldanha e Joaquim Carlos Salgado. 2018, 234f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

ECO, Umberto. Como se faz uma tese em ciências humanas. Tradução de Ana Falcão Bastos e Luís Leitão. Barcarena: Editorial Presença, 2007.

GILSON, Etienne. O espírito da filosofia medieval. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

GROSSI, Paolo. A ordem jurídica medieval. Tradução de Denise Agostinetti. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2014.

HORTA, José Luiz Borges. Interdisciplinaridade, Direito e Estado: memórias da Faculdade de Direito da UFMG. Revista Brasileira de Estudos Políticos, n. 40, 2012, p. 193-218.

HORTA, José Luiz Borges. Sobre a constelação de Modernidades. In: SALGADO, Karine; HORTA, José Luiz Borges (orgs.). Razão e poder: (re)leituras do político na filosofia moderna. Belo Horizonte: Initia Via, 2018, p. 337-346.

JAEGER, Werner. Cristianismo primitivo y paideia griega. Traducción de Elsa Cecilia Frost. México: Fondo de Cultura Económica, 1965.

KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Tradução de Paulo Quintela. Lisboa: Edições 70, 2007.

LE GOFF, Jacques. As Raízes Medievais da Europa. Tradução de Jaime A. Clasen. Petrópolis: Editora Vozes, 2007.

MAYOS SOLSONA, Gonçal. Macrofilosofía de la Modernidad. Rota: dLibro, 2012.

PICO, Giovanni. Discurso pela dignidade do homem. Tradução de Antonio A. Minghetti. Porto Alegre: Editora Fi, 2015.

RUST, Leandro Duarte. Colunas de São Pedro: a política papal na Idade Média Central. São Paulo: Annablume, 2011.

SALGADO, Joaquim Carlos. A ideia de Justiça no período clássico ou da metafísica do objeto: a igualdade. Belo Horizonte: Del Rey, 2018.

SALGADO, Joaquim Carlos. O Espírito do Ocidente, ou a Razão como medida. Cadernos de Pós-Graduação em Direito: estudos e documentos de trabalho, n. 9, 2012, p. 6-52.

SALGADO, Karine. A filosofia da dignidade humana: a contribuição do Alto Medievo. Belo Horizonte: Mandamentos, 2009.

SALGADO, Karine. A filosofia da dignidade humana: por que a essência não chegou ao conceito? Belo Horizonte: Mandamentos, 2011.

SALGADO, Karine. A Paz Perpétua de Kant. Belo Horizonte: Mandamentos, 2008.

SALGADO, Karine. Ainda a Modernidade? In: SALGADO, Karine; HORTA, José Luiz Borges (orgs.). Razão e poder: (re)leituras do político na filosofia moderna. Belo Horizonte: Initia Via, 2018, p. 7-11.

SALGADO, Karine. Ilustração e dignidade humana. In: HORTA, José Luiz Borges; SALGADO, Karine. História, Estado e Idealismo alemão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017, p. 27-42.

SALGADO, Karine. Importância e insignificância dos dualismos. In: HORTA, José Luiz Borges; SALGADO, Karine. História, Estado e Idealismo alemão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017, 99-112.

SOUZA, José Antônio de C. R. de; BARBOSA, João Morais. O reino de Deus e o reino dos Homens: as relações entre os poderes espiritual e temporal na Baixa Idade Média (da Reforma Gregoriana a João Quidort). Porto Alegre: EDIPUCRS, 1997.

ULLMANN, Walter. Historia del pensamiento político en la Edad Media. Barcelona: Editorial Ariel, 1999.

VAZ, Henrique Cláudio de Lima. Democracia e dignidade humana. Síntese, v. 15, n. 44, 1988, p. 11-25.

VAZ, Henrique Cláudio de Lima. Raízes da modernidade: escritos de filosofia VII. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

Downloads

Publicado

2022-05-11

Como Citar

CAMPOS, G. A. Natureza humana e liberdade na Idade Média: notas a partir da tese Por que a essência não chegou ao conceito?, de Karine Salgado. Revista de Ciências do Estado, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, p. 1–21, 2022. DOI: 10.35699/2525-8036.2022.38868. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e38868. Acesso em: 4 jul. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)