Caso Casey Heynes: uma abordagem semiótica do tratamento dado ao bullying na atualidade

Autores

  • Carlos Henrique Silva de Castro UFMG
  • Ester Junia da Silva UFMG
  • Elisângela Rodrigues Andrade Vieira Helal UNIVALE
  • Ghisene Santos Alecrim Gonçalves Prefeitura de Contagem

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.5.1.25-33

Palavras-chave:

Bullying. Educação. Diálogo. Aceitação.

Resumo

O objetivo deste trabalho é refletir sobre o bullying a partir de uma análise semiótica, de viés greimasiano, de um excerto da Revista Nova Escola que aborda o caso Casey Heynes que, por sua vez, refere-se a um vídeo de sucesso veiculado na internet, no qual a vítima de bullying se rebela e agride violentamente um de seus algozes. O texto questiona, sobretudo, o papel da escola em casos como esse. Tais reflexões têm como propósito entender o papel do sujeito nessa narrativa e sua relação com o objeto, qual seja, livrar-se do bullying. Desse modo, acreditamos ser possível melhor entender acerca dos processos de construção de valores como a violência, a exemplo do bullying, discussão de extrema importância na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Henrique Silva de Castro, UFMG

Doutorando em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Minas Gerais, é mestre em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local pelo Centro Universitário UNA de Belo Horizonte com pesquisa sobre produção linguística em ambientes virtuais com vistas à formação de Comunidades Virtuais de Aprendizagem (2009-2010). É bacharel e licenciado em Letras/Português pela Universidade Federal de Minas Gerais (2000-2005). É Especialista em Projetos Editoriais Impressos e Multimídia pelo Centro Universitário UNA de Belo Horizonte (2007-2008) e em Design Instrucional para EaD Virtual pela Universidade Federal de Itajubá (2008-2009). É tutor de graduação na FALE/UFMG pelo projeto REUNI. Interessa-se pela formação de comunidades virtuais de aprendizagem, pelo uso das novas Tecnologias de Informação e Comunicação na educação e pelo ensino de Português.

Referências

BAKHTIN, Mikhail (VOLOCHÍNOV). Marxismo e filosofia da linguagem. 12. Ed, São Paulo: Hucitec, 2006.

CASTRO, Carlos Henrique Silva de. Emergência de comunidades virtuais de aprendizagem engajadas: quando questões identitárias (não) resultam em diálogo. Dissertação (Mestrado) – Mestrado em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local, Instituto de Educação Continuada, Pesquisa e Extensão, Centro Universitário UNA, Belo Horizonte. 191f. 2010.

MATTE, Ana C. F. Veridicção e Paixão: entrelaçamentos narrativos e discursivos. 2011. No prelo.

LARA, Gláucia Muniz Proença; MATTE, Ana Cristina Fricke. Ensaios de Semiótica: aprendendo com o texto. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

MATTE, Ana C. F. Veridicção e Paixão: entrelaçamentos narrativos e discursivos. 2011. No prelo.

MEIRELLES, Elisa. Caso Casey Heynes: o bullying e a omissão da escola. Nova Escola. [on line]. 2011. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/crianca-e-adolescente/comportamento/casocasey-heynes-bullying-omissao-escola-622917.shtml. Acesso em: 14/04/2012.

SOBRAL, Adail. Considerações epistemológicas sobre a semiótica greimasiana. Estudos Semióticos. [on-line]. Volume 5, Número 1, São Paulo, 2009, p. 63–74. Disponível em:

http://www.fflch.usp.br/dl/semiotica/es/eSSe51/2009esse51-asobral.pdf. Acesso em 06-12-2011.

Downloads

Publicado

2012-04-23

Como Citar

CASTRO, C. H. S. de; SILVA, E. J. da; HELAL, E. R. A. V.; GONÇALVES, G. S. A. Caso Casey Heynes: uma abordagem semiótica do tratamento dado ao bullying na atualidade. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 5, n. 1, p. 25–33, 2012. DOI: 10.17851/1983-3652.5.1.25-33. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16606. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Análise Semiótica da Comunicação