Mamão ‘Tainung 1’ produzido sob secamento parcial do sistema radicular: qualidade do fruto desidratado / Papaya 'Tainung 1' produced under partial rootzone drying: the quality of the dehydrated fruit

  • Maristella Martineli UNIMONTES
  • Jenilson Ferreira da Silva UNIMONTES
  • Mateus Pinheiro Fonseca UNIMONTES
  • Ariane Castricini EPAMIG
  • Polyanna Mara de Oliveira EPAMIG
  • Camila Maida de Albuquerque Maranhão UNIMONTES
  • Luciana Albuquerque Caldeira Rocha UNIMONTES
  • Eugênio Ferreira Coelho Embrapa Mandioca e Fruticultura
Palavras-chave: Carica papaya L. Déficit hídrico. Processamento. Qualidade. Water deficit. Processing. Quality.

Resumo

A região Norte de Minas Gerais é a 10º maior produtora de mamão no país. Para tal, faz-se necessário o uso de irrigação de forma otimizada, contribuindo, assim na redução do dispêndio de água pela agricultura irrigada. Desta forma, o presente estudo objetivou avaliar a influência técnica de secamento parcial do sistema radicular (SPR) sobre os parâmetros de qualidade envolvidos na produção de mamão desidratado. Os mamões da variedade Tainung n.1 foram produzidos em Mocambinho - MG e cultivados com redução da lâmina calculada em 50%, com frequência de alternância de 7 dias (irrigação 1) e com redução da lâmina calculada em 50%, fixando-se apenas um lado irrigado (irrigação 2). Para o processamento, os frutos foram desidratados em secador de cabine com circulação de ar forçada de ar à 65ºC por 8, 9 e 10 horas. Os mamões desidratados foram avaliados quanto aos aspectos físicos: grau de umidade e cor instrumental (luminosidade, croma e ºhue), e químicos: sólidos solúveis e acidez titulável. Não houve interação entre os fatores tempo de secagem e irrigação para nenhuma característica estudada, porém o tempo de secagem influenciou o grau de umidade, luminosidade e a tonalidade da cor dos mamões desidratados. O croma do produto final proveniente da irrigação com redução da lâmina calculada em 50%, fixando-se apenas um lado irrigado foi superior, indicando cor mais intensa. O conteúdo de sólidos solúveis e acidez titulável não sofreu alteração após a desidratação.

Abstract: The Northern region of Minas Gerais is the 10th largest producer of papaya in the country. Therefore, it is necessary the use of irrigation in an optimized way, thus contributing in reducing the amount of water for irrigated agriculture. Thus, the present study aimed to evaluate the effect of partial rootzone drying (PRD) on the quality parameters involved in the production of dehydrated papaya. The papayas of the variety Tainung No.1 were produced in Mocambinho - MG and cultivated with  reduction of irrigation water depths calculated in 50%, with a frequency of alternation of 7 days (irrigation 1) and with a reduction of irrigation water in 50%, being fixed only one side  irrigated (irrigation 2). For the processing, the fruits were dehydrated in a booth dryie with forced air forced circulation at 65ºC for 8, 9 and 10 hours. The dehydrated papayas were evaluated in relation to the physical aspects: degree of moisture and instrumental color (lightness, chroma and ºhue), and chemicals: soluble solids and titratable acidity. There was no interaction between the factors drying time and irrigation for any characteristic studied, but the drying time influenced the degree of humidity, brightness and color tone of dehydrated papayas. The chroma of the final product originated from irrigation with reduction of irrigation water depths calculated in 50%, being fixed only one irrigated side was higher, indicating more intense color. The content of soluble solids and titratable acidity did not change after the dehydration.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE JUNIOR, S. B. et al. Necessidade hídrica e lâminas de irrigação da bananeira cv. FHIA-18 na região semiárida do Piauí. Irriga, v. 18, n. 4, p. 756, 2013.

ALLEN, R. G. et al. Evapotranspiración del cultivo. Guías para la determinación de los requerimientos de agua de los cultivos. Roma: FAO, 2006. 323 p.

BRASIL, AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA/MS. RDC nº 272 de 22 de setembro de 2005. Aprova o regulamento Técnico para Produtos de Vegetais, Produtos de Frutas e Cogumelos Comestíveis. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 de setembro de 2005.

CANIZARES, D. Efeito da adição de revestimentos comestíveis sobre a qualidade de mamão desidratado após a secagem e durante o armazenamento. 2013. 77 f. Dissertação de mestrado. São José do Rio Preto: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, 2013. Disponível em: < https://repositorio.unesp.br/handle/11449/90781>. Acesso em: 15 nov. 2017.

CANO-CHAUCA, M. et al. Curvas de secagem e avaliação da atividade de água da banana passa. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, v. 22, n. 1, p. 121-132, 2004.

COELHO, E.F. et al. Resposta da bananeira cultivar princesa no segundo ciclo ao secamento parcial do sistema radicular no Norte de Minas Gerais. In: Congresso Brasileiro de Fruticultura, 23.,2014, Cuiabá. Anais ... Cuiabá: SBF, 2014. 1 CD-ROM.

GAVA, A. J.; SILVA, C.A.B.S.; FRIAS, J.R.G. Tecnologia de alimentos: princípios e aplicações. São Paulo, SP: Nobel, 2009. 512p.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produção agrícola municipal. Disponível em: < https://sidra.ibge.gov.br/tabela/5457#resultado>. Acesso em: 16 nov. 2017.

MORAIS, P. L. D. et al. Ponto de colheita ideal de mangas ‘Tommy Atkins’ destinadas ao mercado europeu. Revista Brasileira de Fruticultura, v.24, n.3, p.671-675. 2002.

PARK, K. J.; YADO, M. K. M.; BROD, F. P.R. Estudo de secagem de Pêra Bartlett (Pyrus sp.) em fatias. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 21, n. 3, p. 288-292, 2001.

REIS, D. S. et al. Produção e estabilidade de conservação de farinha de acerola desidratada em diferentes temperaturas. Brazilian Journal of Food Technology, v. 20, e2015083, 2017.

SANTOS, E. H. B. et al. Caracterização química e sensorial de uvas desidratadas, produzidas no Vale do São Francisco para infusão. Revista Semiárido De Visu, v.1, n.2, pp.134-147, 2011.

SOUZA, B. S. Conservação de mamão ‘Formosa’ minimamente processado armazenado sob refrigeração. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 27, n. 2, p. 273-276, 2005.

TRIGO J. M. et al. Efeito de revestimentos comestíveis na conservação de mamões minimamente processados. Brazilian Journal of Food Technology, v. 15, n. 2, p. 125-133, 2012.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
Martineli, M., da Silva, J. F., Fonseca, M. P., Castricini, A., de Oliveira, P. M., Maranhão, C. M. de A., Rocha, L. A. C., & Coelho, E. F. (2017). Mamão ‘Tainung 1’ produzido sob secamento parcial do sistema radicular: qualidade do fruto desidratado / Papaya ’Tainung 1’ produced under partial rootzone drying: the quality of the dehydrated fruit. Caderno De Ciências Agrárias, 9(3, supl. 1), 32-37. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2017.3003