A postura do professor em atividades envolvendo a leitura de textos paradidáticos

  • Alice Assis Departamento de Física e Química – Unesp Campus de Guaratinguetá
  • Fernando Luiz de Campos Carvalho Departamento de Física e Química – Unesp Campus de Guaratinguetá

Resumo

Neste artigo analisamos a utilização de textos alternativos por dois professores de Física, a fim de avaliarmos se a postura desses professores propiciou a aprendizagem significativa por parte dos alunos acerca dos conteúdos trabalhados. Assim, analisamos se essa postura viabilizou a articulação entre os novos conhecimentos e o conhecimento dos alunos de forma não arbitraria e substantiva, a fim de promover a referida aprendizagem. Os resultados mostraram que, embora tenha ocorrido aprendizagem significativa por parte dos alunos a partir da sua interação com o texto, a postura do professor não favoreceu essa aprendizagem. Nesse sentido, seria imprescindível que o professor, a partir dos conhecimentos prévios dos alunos, direcionasse a discussão, esclarecesse as dúvidas e sistematizasse as idéias, a fim de propiciar que eles articulassem os conhecimentos presentes na sua estrutura cognitiva com os novos conhecimentos, favorecendo assim a aprendizagem significativa relativa aos conceitos envolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-02-12
Como Citar
Assis, A., & Carvalho, F. L. de C. (2011). A postura do professor em atividades envolvendo a leitura de textos paradidáticos. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 8(3). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4014
Seção
Artigos