Gestão de periódicos científicos

desafios e aprendizados

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2023.49314

Resumo

Após um período de grandes desafios, como atravessar uma pandemia mundial, viver o afastamento social e o trabalho remoto, e ver a Universidade subsistir a tantos cortes orçamentários, iniciamos o ano de 2023 com novos ares e olhares. A retomada das atividades presenciais em 2022, a classificação A4 no Qualis Capes e as novas perspectivas no campo político nacional certamente são fatores que trouxeram uma energia renovada à equipe da Revista Docência do Ensino Superior (RDES).

O ano de 2023 nos fez retomar as bases que permitiram a construção deste periódico, planejado e implementado dentro do GIZ como uma de suas ações estruturantes. A própria criação do GIZ, hoje institucionalizado como a Diretoria de Inovação e Metodologias de Ensino, se deu como parte da proposta de adesão da UFMG ao Programa de Apoio do Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais ─ o REUNI. Desde a sua criação dentro de um espaço formativo, como é o GIZ, a RDES tem se configurado como um recurso editorial que, além de publicar artigos científicos sobre o ensino na universidade, procura contribuir para a aprendizagem e a formação dos componentes da equipe, editores, avaliadores e autores.

Buscando deixar para trás os anos obscuros de submissão da educação a interesses pessoais e ideológicos em nível nacional, e no desejo de voltar a certa normalidade institucional, nos colocamos a planejar ações importantes para a evolução do periódico. Neste ano, priorizamos realizar estudos e observações sobre requisitos de avaliação em novos indexadores ─ além daqueles em que o periódico já se encontra indexado ─, práticas da ciência aberta, critérios de internacionalização e estratégias de divulgação científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Nascimento Silva, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Doutora em Gestão e Organização do Conhecimento pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, 2018). Editora-chefe da Revista Docência do Ensino Superior, vinculada à Diretoria de Inovação e Metodologia de Ensino (GIZ/Prograd/UFMG). Professora adjunta no Departamento de Organização e Tratamento da Informação da UFMG. Pesquisadora na área de Ciência da Informação e Sistemas de Informação atuando nas seguintes temáticas: Recuperação de Informação, Representação e Organização da Informação e do Conhecimento, Interoperabilidade, Acesso, Uso e Reúso de Dados Governamentais Abertos, Governança de dados.

Wellerson de Oliveira Carneiro Junior, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Doutorando e Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal de Minas Gerais. Editor-chefe da Revista Docência do Ensino Superior, vinculada à Diretoria de Inovação e Metodologia de Ensino (GIZ/Prograd/UFMG). Atuou em projetos de pesquisa na área de fitoquímica e neurofarmacologia, com o estudo fitoquímico de produtos naturais de plantas e testes farmacológicos de produtos naturais e sintéticos em modelos de doenças neurodegenerativas. Atualmente, desenvolve projeto visando o estudo fitoquímico de plantas do cerrado brasileiro e seus potenciais farmacológicos no tratamento da doença de Alzheimer.

Downloads

Publicado

27-12-2023

Como Citar

NASCIMENTO SILVA, P.; CARNEIRO JUNIOR, W. de O. Gestão de periódicos científicos: desafios e aprendizados. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 13, p. 1–5, 2023. DOI: 10.35699/2237-5864.2023.49314. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/49314. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Editorial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)