Democracia no Brasil

delineamento preliminar da composição do estoque autoritário

Autores

  • Ana Paula Varize Silveira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2021.33583

Palavras-chave:

Justiça de Transição, Anistia, Democracia, Pêndulo da Democracia, Estoque Autoritário

Resumo

Com este ensaio, pretende-se, de forma preliminar e não exaustiva, iniciar um estudo sobre o conceito de “estoque autoritário” de Conrado Hübner Mendes, revisitando algumas das produções relevantes da literatura que tratam de processos relacionados à formação da democracia brasileira, com o intuito de responder à pergunta: “que elementos destes trabalhos podem ser relacionados ao conceito de estoque autoritário, conforme delineado por Mendes?”. Iniciaremos este artigo com algumas considerações metodológicas, (i) trazendo o conceito de “estoque autoritário”; (ii) explicando a relevância de seu estudo; (iii) fundamentando o recorte de análise pretendido; e (iv) definindo e justificando a escolha dos autores e trabalhos analisados. Em seguida, revisitaremos algumas das produções de Glenda Mezarobba e de Leonardo Avritzer, apresentando-as em linhas gerais, e buscando na leitura destes trabalhos responder à pergunta pontuada no início deste resumo e fazendo, ao final, um breve balanço das questões eventualmente identificadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Varize Silveira, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Direito pela Universidade de São Paulo, Brasil (2018) e especialização em Direito Digital (FGV/SP) e Proteção de Dados Pessoais (Data Privacy BR). Advogada na área de Media & Advertising no escritório Baptista Luz Advogados. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-1083-9945. Contato: apvsilveira@gmail.com

Referências

AVRITZER, L. (Pêndulo) da Democracia no Brasil. Novos Estudos. CEBRAP, v. 37, p. 273-289, 2018.

AVRITZER, Leonardo. O Pêndulo da Democracia no Brasil. 1. ed., 2019. 203p.

DATAFOLHA. Democracia e Ditadura. Instituto de Pesquisa Datafolha. Opinião Pública,

dd.pdf> Acesso em 4 jun 2021.

dossiês. São Paulo, 2020. Disponível em <http://media.folha.uol.com.br/datafolha/2020/06/29/ae4ce42b1f209589158cb991d1123b8c

FOLHA DE SÃO PAULO. “Ives Gandra diz que atuação do STF pode fazer Forças Armadas intervirem no país”, Folha de São Paulo, 18 de maio de 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2020/05/ives-gandra-diz-que-atuacao-do-stf-pode-fazer-forcas-armadas-intervirem-no-pais.shtml>. Acesso em 18 de julho de 2020.

LAUT. Bolsonaro fala que vai se reunir com órgão responsável por discutir medidas de estado de exceção. Disponível em <https://agendadeemergencia.laut.org.br/2021/09/#bolsonaro-fala-que-vai-se-reunir-com-orgao-responsavel-por-discutir-medidas-de-estado-de-excecao> Acesso em 03 out. 2021.

LAUT. Ministério da Defesa publica nota dizendo que o golpe militar seria ‘marco para a democracia’ e ministro Dias Toffoli a libera em nome da liberdade de expressão. Disponível em: <https://agendadeemergencia.laut.org.br/2020/05/#ministerio-da-defesa-publica-nota-dizendo-que-o-golpe-militar-seria-marco-para-a-democracia-e-ministro-dias-toffoli-a-libera-em-nome-da-liberdade-de-expressao.> Acesso em 11 out. 2021.

MENDES, Conrado Hübner. O entulho autoritário era estoque: o regime nascido da Constituição de 1988 não apenas incorporou práticas da ditadura, mas criou formas novas de autoritarismo. Quatro Cinco Um [S.l: s.n.], 2020. Disponível em: <https://quatrocincoum.folha.uol.com.br/br/artigos/d/o-entulho-autoritario-era-estoque>. Acesso em 20 jun. 2020.

MEZAROBBA, Glenda. 25 anos de anistia: um processo inconcluso. Novos Estudos CEBRAP (Impresso), São Paulo, v. 70, 2004, p. 19-30.

MEZAROBBA, Glenda. Entre Reparações, Meias Verdades e Impunidade: O Difícil Rompimento com o Legado da Ditadura no Brasil, UR. Revista Internacional de Direitos Humanos / Sur – Rede Universitária de Direitos Humanos – v.1, n.1, jan. 2010 – São Paulo, 2004, p. 6-25.

MEZAROBBA, Glenda. O processo de acerto de contas e a lógica do arbítrio. In: TELES, Edson; SAFATLE, Vladimir.. (Org.). O que resta da ditadura? A exceção brasileira. São Paulo: Boitempo, 2010, v. , p. 109-119.

MEZAROBBA, Glenda. Um acerto de contas com o futuro: a anistia e suas conseqüências - um estudo do caso brasileiro. São Paulo: Humanitas/Fapesp, 2006. v. 01. 271p.

PEREIRA. A. W. Political (in)justice: authoritarianism and the rule of law in Brazil, Chile, and Argentina 2005, Pittsburgh, Pa: University of Pittsburgh Press. (Pitt Latin American series). Edição Kindle.

SCHEPPELE, K. L. “Autocratic Legalism”. University of Chicago Law Review, v. 85, 2018. p. 545-583.

STF. ADPF 153, Relator: EROS GRAU, Tribunal Pleno. Data de Julgamento: 29/04/2010. Data de Publicação 06/08/2010 EMENT VOL-02409-01 PP-00001 RTJ VOL-00216-01 PP-00011.

TORELLY, M. Assessing a Late Truth Commission: Challenges and Achievements of the Brazilian National Truth Commission. International Journal of Transitional Justice, v. 12, 2018.

Downloads

Publicado

2021-12-15

Como Citar

SILVEIRA, A. P. V. . Democracia no Brasil: delineamento preliminar da composição do estoque autoritário. Revista de Ciências do Estado, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 1–17, 2021. DOI: 10.35699/2525-8036.2021.33583. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/e33583. Acesso em: 26 nov. 2022.