Jogos virtuais no ensino de língua espanhola

Autores

  • Elizabeth Guzzo de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.2.1.22-25

Resumo

As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) passaram a exercer um papel de grande relevância nas mais diversasesferas do nosso cotidiano. A mediação digital vem modificando aspectos da produção, da comunicação e, assim,remodelando também atividades cognitivas como “a escrita, a leitura, a visão e a elaboração de imagens [...] o ensino e oaprendizado, [têm sido] reestruturados por dispositivos técnicos inéditos, [e] estão ingressando em novas configuraçõessociais” (LÉVY, 1998). Desse modo, o ensino e a aprendizagem sofrem os impactos gerados por essas mudanças. Autilização dos computadores no ensino tornou-se difundida na escola, e esse uso suscita uma redefinição da função dodocente e de novos modos de acesso ao conhecimento. Nesse contexto, os jogos virtuais amplamente difundidos vem sendotema de diversos estudos (GEE, 2003; SIKES; OSKOZ; THORNE, 2008; VALENTE; MATTAR; 2007). Este trabalhoapresenta possibilidades didáticas para o uso de jogos virtuais no ensino de língua espanhola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BROUGÈRE, Gilles. Jogo e educação. Trad. Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

CAILLOIS, Roger. Os jogos e os homens: a máscara e a vertigem. Trad: José Garcez Palha. Cotovia: Lisboa, 1990.

CHATEAU, Jean. O jogo e a criança. Trad. Guido de Almeida. 3. ed. São Paulo: Summus, 1987.

GEE, J. P. What video games have to teach us about learning and literacy. New York: Palgrave MacMillan, 2003.

Downloads

Publicado

2009-06-22

Como Citar

ALMEIDA, E. G. de. Jogos virtuais no ensino de língua espanhola. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 2, n. 1, p. 22–25, 2009. DOI: 10.17851/1983-3652.2.1.22-25. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16556. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia