A respeito da construção semiótica do sentido do bullying e do cyberbullying

Autores

  • Ana Cristina Fricke Matte SEMIOTEC/FALE/UFMG

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.5.1.2-12

Palavras-chave:

Bullying. Cyberbullying. Manipulação. Tensividade. Paixão.

Resumo

Este artigo busca, antes de trazer conclusões, levantar pontos para reflexão. O termo cyberbullying tem sido usado para distinguir o bullying realizado diretamente entre as pessoas do bullying mediado por computadores em rede. Com base na teoria semiótica, discutimos a relação entre os dois termos tendo em vista lançar algumas luzes sobre essa diferenciação e possíveis consequências práticas do seu uso em relação à construção do sujeito na sociedade atual: os modelos tensivos por trás da construção do efeito de sentido de bullying e as estratégias de manipulação que conduzem a um bullying bem ou mal sucedido. Trata-se de refletir, portanto: até que ponto o bullying e o cyberbullying são problemas diferentes?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina Fricke Matte, SEMIOTEC/FALE/UFMG

Professora da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

BARROS, Diana Luz Pessoa de. Análise Semiótica do texto. 4.a edição. São Paulo: Editora Ática, 2005.

FERREIRA, Aurélio. B. H. Mini Aurélio. 7.a edição. Curitiba: Editora Positivo, 2008. p. 819.

LARA, Gláucia M. P., MATTE, Ana C. F. Ensaios de semiótica: aprendendo com o texto. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

GREIMAS, Algirdas; COURTÉS. Dicionário de Semiótica. Tradução Alceu D. Lima, Diana L. P. Barros, Eduardo P. Cañizal, Edward Lopes, Ignácio A. Silva, Maria J. C. Sembra, tieko Y. Miyazaki. São Paulo: Ed. Cultrix, s/d.

GREIMAS, Algirdas; FONTNILLE, Jacques. Semiótica das paixões: dos estados de coisas aos estados de alma. Ática: São Paulo, 1993.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Oralidade e Escrita: Uma ou duas Leituras do Mundo?. Linha D'Água, v. 15, p. 41-62, 2001.

SILVA, Ana Beatriz B. Mentes Perigosas nas escolas: bullying. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

ZILBERBERG, Claude; FONTANILLE, Jacques. Tensão e Significação. Tradução Ivã C. Lopes, Luiz Tatit, Waldir Beividas. São Paulo: Discurso Editorial/Humanitas, 2001.

VALÉRY, Paul. O homem e a concha. In: Variedades. Iluminuras: São Paulo, 1991. p. 97-112.

Downloads

Publicado

2012-07-23

Como Citar

MATTE, A. C. F. A respeito da construção semiótica do sentido do bullying e do cyberbullying. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 5, n. 1, p. 2–12, 2012. DOI: 10.17851/1983-3652.5.1.2-12. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16604. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Análise Semiótica da Comunicação

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>