Composição centesimal de biscoitos tipo cookies adicionados de farinha de Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae) / Centesimal composition of biscuits made withflour Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae)

  • Crisberg Luan Marques da Silva Universidade Federal de Minas Gerais
  • Thalita Cordeiro Santos UFMG
  • Mariuze Loyane Pereira Oliveira UFMG
  • Lara Maria Dos Santos Ferraz e Silva UFMG
  • Cirila Ionara Almeida Araújo UFMG
  • Camila Almeida de Jesus UFMG
  • Claudia Regina Vieira UFMG
Palavras-chave: Palavras-chave, Produtos do cerrado, panificação, valor cultural, products of the cerrado, bakery, cultural value.

Resumo

O Brasil é um dos maiores produtores de biscoito do mundo, sendo superado somente pelos EUA. O termo cookie é empregado nos Estados Unidos e na Inglaterra e pode ser considerado como sinônimo de biscoito. O Cerrado Brasileiro apresenta grande biodiversidade em alimentos, principalmente frutos com elevado valor cultural, dentre eles se destaca o “pequi”(Caryocar brasiliense). Objetivou-se analisar a composição centesimal de cookies elaborados com substituição parcial da farinha de trigo pela farinha da polpa dos frutos de C. brasiliense.Quanto a composição centesimal os teores foram determinados da seguinte maneira: I) proteína, pelo método Kjeldahl, utilizando fator de correção de 6,25, II) umidade, em estufa a 105ºC, até atingir peso constante, III) cinzas, por incineração em mufla a 550 °C IV) lipídeos, utilizou-se um extrator Soxhlet e V) carboidratos foi determinado por diferença. O valor calórico foi calculado de acordo com fatores de conversão de Atwater. Os dados gerados foram analisados utilizando a Análise de Variância (ANOVA) e teste de Tukey para comparação de médias, ao nível de significância de 5%.Após a análise da composição centesimal dos cookies conclui-se que a polpa do fruto de C. brasiliense, apresenta excelente valor nutricional, comprovando o grande potencial da farinha como alternativa para o aproveitamento na elaboração de novos produtos alimentícios.

Abstract

Brazil is one of the largest biscuit producers in the world, being surpassed only by the USA. The term cookie is employed in the United States and England and can be considered as synonymous with cookie. The Brazilian Cerrado presents great biodiversity in foods, mainly fruits with high cultural value, among them the "pequi" (Caryocar brasiliense) stands out. The objective of this study was to analyze the centesimal composition of cookies made with partial substitution of wheat flour for the fruit pulp flour of C. brasiliense. As for the centesimal composition, the contents were determined as follows: I) protein, using the Kjeldahl method, using a correction factor of 6.25, II) humidity, in an oven at 105ºC, until reaching constant weight, III) ash, by incineration in muffle at 550 ° C IV) lipids, a Soxhlet extractor was used and V) carbohydrates was determined by difference. The caloric value was calculated according to Atwater conversion factors. The data were analyzed using Analysis of Variance (ANOVA) and Tukey's test for comparison of means at a significance level of 5%. After the analysis of the centesimal composition of the cookies, it is concluded that the fruit pulp of C. brasiliense presents excellent nutritional value, proving the great potential of the flour as an alternative for the use in the elaboration of new food products.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Crisberg Luan Marques da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais
Graduação em andamento em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Thalita Cordeiro Santos, UFMG
Acadêmica de Graduação do Curso de Engenharia de Alimentos, Instituto de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Minas Gerais
Mariuze Loyane Pereira Oliveira, UFMG
Técnica-Administrativa do Laboratório de Tecnologia de Produtos Vegetais, Instituto de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Minas Gerais
Lara Maria Dos Santos Ferraz e Silva, UFMG
Acadêmica de Graduação do Curso de Engenharia de Alimentos, Instituto de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Minas Gerais
Cirila Ionara Almeida Araújo, UFMG
Engenheira de alimentos pela UFMG
Camila Almeida de Jesus, UFMG
Acadêmica de Mestrado em produção animal, Instituto de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Minas Gerais
Claudia Regina Vieira, UFMG
Professora Adjunto III do Curso de Engenharia de Alimentos, Instituto de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

Albuquerque, J. G.; Duarte, A. M.; Conceição, M. L.; Aquino, J. S. 2016. Integral utilization of seriguela fruit (Spondias purpurea L.) in the production of cookies. Revista Brasileira de Fruticultura 38. Doi: e-229. http://doi.org/10.1590/0100-29452016229.

Associação Nacional das Indústrias de Biscoitos - ANIB. 2017. Dados estatísticos: mercado brasileiro de biscoitos. Disponível em: goo.gl/E98qBm.

Baptista, A.; Gonçalves, R. V.; Bressan, J.; Pelúzio, M. C. G. 2018. Antioxidant and antimicrobial activities of crude extracts and fractions of cashew (Anacardium occidentale L.), Cajui (Anacardium microcarpum), and pequi (Caryocar brasiliense C.): a systematic review. Oxidative Medicine and Cellular Longevity 1-13. Doi: https://doi.org/10.1155/2018/3753562.

Barroso, M. K. D. A.; Gomes, W. K. D. S.; Sousa, T. T. D.; Braz, A. R. A.; Zambelli, R. A.; Ferreira, D. S. 2016. Elaboração de biscoitos tipo cookie de chocolate enriquecido com farinha de coco. In: Anais do Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos – CBCTA. Gramado:UFRGS 25.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA.1978. Resolução CNNPA n. 12 de 24 de Julho de 1978. Padrões de identidade e qualidade para alimentos e bebidas. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília 27. Disponível em: goo.gl/2cSPSC.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. 1998. Portaria n. 33 de 13 de janeiro de 1998. Ingestão diária recomendada (IDR) para proteínas, vitaminas e minerais. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília 16 (seção 1):5. Disponível em: goo.gl/bSg2gc.

Bueno, V. C; Santos, F. G. S; Mendes, R. 2017. Composição proximal de biscoitos tipo cookie elaborados com farinha de semente de lichia. Disponível em: https://goo.gl/k57Ebu.

Callegari, F. L.; Salome, C. M.; Rocha, A. V.; Souza, R. A.; Oliveira, S. S. F.; Gonçalves, C. A. A.; Ciabotti, S.; Silva, M. B. L.; Manzan, J. R. G. 2010. Desenvolvimento, aceitabilidade e intenção de compra de cookie de frutas. Revista Norte Científico. Disponível em: https://goo.gl/C6gzeE.


Candine, P. F; Mazali, A. Z; Campos, J. C. D; Moraes, M. J; Oliveira, M. S. 2017. Avaliação de resíduos agroindustriais para geração de energia térmica. Disponível em: https://goo.gl/P9gaqb.

Cardoso, A. E. A; Zanelato, E. F. N.; Viana, E. S. M.; Moreira, A. P. B.; Cardoso, L. M. 2014.

Características físíco-químicas da farinha da casca do pequi (caryocar brasiliense camb.) e seu aproveitamento na elaboração de barras de cereais. Disponível em: https://goo.gl/Y6bVDg.

Carneiro, A. P. G.; Soares, D. J.; Costa, J. N.; Rodrigues, C. S.; Moura, S, M.; Figuereido, R. W. 2012. Composição centesimal e avaliação sensorial de biscoitos tipo cookies acrescido de pó de açaí orgânico. Alimentos e Nutrição 23:217-221.

Carvalho, B. S.; Silva, M. A. P.; Souza, D. G.; Moura, L. C.; Vieira, N. F.; Plácido, G. R.; Caliari, M. 2017. Perfil sensorial e físico-químico do doce de leite com pequi (Caryocar brasiliense Camb). Global Science and Technology 10: 128–135. Doi: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801.v10n128a135.

Cuppari, L. 2005. Guia de nutrição: nutrição clínica no adulto. 2. ed. Barueri: Manole.

Lopes, D. C.; Neto, A. J. S. 2017. Preliminary Economic Study of Biodiesel Production from Pequi in Brazil. Open Access Journal of Science. 1. 139 - 143. DOI: 10.15406/oajs.2017.01.00027

Manley, D. J. R. 1983. Technology of biscuits: crackers and cookie. England: Ellis Horwood.

Moscatto, J. A.; Prudêncio-Ferreira, S. H.; Hauly, M. C. O. 2004, Farinha de yacon e inulina como ingredientes na formulação de bolo de chocolate. Ciência e Tecnologia de Alimentos 24: 634-640. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612004000400026.

Noel, T.R.; Ring, S.G.; Whittam, M.A. 1990. Glass transition in low-moisture foods. Trends Food Science Technology 1. 62-67. Doi: https://doi.org/10.1016/0924-2244(90)90048-4.

Osborne, D. R.; Voogt, P. 1986. Análises de los nutrientes de los alimentos. Zaragoza: Acribia.

Reineri, D.; Valente, J. S. 2013. Aproveitamento tecnológico do subproduto da fermentação alcóolica de Hovenia dulcis na elaboração de biscoitos tipo cookie. Disponível em: https://goo.gl/YH1Afb.

Santos, C. A.; Ribeiro, R. C.; Silva, E. V. C.; Silva, N. S.; Silva, B. A.; Silva, G. F.; Barros, C. V. 2011. Elaboração de biscoito de farinha de buriti (Mauritia flexuosa L.f) com e sem adição de aveia (Avena sativa L.). Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial 05: 262-273. Doi: 10.3895/S1981-36862011000100002.

Soares Júnior, M. S.; Reis, R. C.; Bassinello, P. Z.; Lacerda, D. B. C.; Koakuzu, S. N.; Caliari, M. 2009. Qualidade de biscoitos formulados com diferentes teores de farinha de casca de pequi. Pesquisa Agropecuária Tropical 39(2): 98-104. Doi: http://dx.doi.org/10.5216/pat.

Souza, D. G.; Silva, M. A. P.; Moura, L. C.; Dias, L. G.; Plácido, G. R.; Caliari, M.; Oliveira, K. B.; Célia, J. C. 2017b. Parâmetros físico-químicos e sensoriais de queijos frescais saborizados com pequi (Caryocar Brasiliense Camb.). Global Science and Technology 10: 105-111. Doi: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801.
Publicado
2018-07-04
Como Citar
Marques da Silva, C. L., Santos, T. C., Pereira Oliveira, M. L., Dos Santos Ferraz e Silva, L. M., Almeida Araújo, C. I., de Jesus, C. A., & Vieira, C. R. (2018). Composição centesimal de biscoitos tipo cookies adicionados de farinha de Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae) / Centesimal composition of biscuits made withflour Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae). Caderno De Ciências Agrárias, 10(1), 78-82. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2018.3024
Seção
COMUNICAÇÕES CIENTÍFICAS