Articulações Teóricas entre Ensino de Ciências Naturais e Direitos Humanos: Proposta para uma Perspectiva de Formação Humana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec2020u949974

Palavras-chave:

Ciências Naturais, Direitos Humanos, Formação humana, Ensino Fundamental

Resumo

Neste artigo teórico, discutimos sobre as formas de articular a temática Direitos Humanos ao ensino de Ciências Naturais nos anos iniciais do ensino fundamental, em uma perspectiva voltada para a formação humana. A fundamentação teórica para aprofundar a discussão da temática proposta foi realizada por meio de pesquisa bibliográfica, tendo como fontes: livros, artigos científicos e documentos oficiais. A partir desta pesquisa, propusemos algumas temáticas que se aproximam dos direitos humanos e que são possíveis de se articularem com os conteúdos de Ciências Naturais desenvolvidos nos anos iniciais. Consideramos que estas temáticas precisam estar baseadas em eixos estruturantes que irão fundamentar o trabalho pedagógico do(a) professor(a) para que este(a) tenha como propósito a formação humana dos(as) educandos(as), esses eixos são: Sensibilizar-se no reconhecimento das diferenças sociais, culturais e econômicas; Reconhecer-se como cidadão(ã) de direitos e respeitar o direito do “outro”; Planejar e desenvolver práticas inclusivas; Valorizar a inter-relação entre seres humanos e ambientes naturais. Consideramos que o trabalho pedagógico voltado para esta perspectiva precisa basear-se em uma metodologia dialógica e participativa, tendo como ênfase a formação humana e cidadã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hanslivian C. C. Bonfim, Secretaria Municipal da Educação de Curitiba

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Paraná (2000), especialização em Psicopedagogia Clínica pelo Instituto Brasileiro de Pós Graduação e Extensão - IBPEX (2002). Mestre em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Paraná (2015). Doutoranda em Educação pela UFPR. Atualmente é Suporte Técnico Pedagógico pela Prefeitura Municipal de Curitiba e atua como professora na formação inicial na Faculdade de Pinhais, sendo coordenadora do Curso de Pedagogia dessa mesma faculdade. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Organização do Trabalho Pedagógico em relação à Educação Infantil, ao Ensino Fundamental e ao Ensino Superior.

Orliney Maciel Guimarães, Universidade Federal do Paraná

Professora/Pesquisadora do Departamento de Química da UFPR desde 1992, Área Educação em Química. Doutora em Ciências pela USP, orientadora de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPR.

Referências

Apple, M. W. (2005). Repensando ideologia e currículo. In A. F. B. Moreira & T. T. Silva. da. Currículo, cultura e sociedade (pp. 39–58). Cortez.

Arroyo, M. G. (2013). Currículo, território em disputa. 5 ed. Vozes.

Borges, E., Medeiros, C. A., & Adesky, J. d’ (2009). Racismo, preconceito e intolerância. 7 ed. Atual.

Chassot, A. (2000). Alfabetização científica: Questões e desafios para a educação. Ed. UNIJUÍ.

Candau, V. M. (2008). Direitos humanos, educação e interculturalidade: As tensões entre igualdade e diferença. Revista Brasileira de Educação, 13(37), 45–56. https://doi.org/10.1590/S1413-24782008000100005

Candau, V. M. (2013). Multiculturalismo e educação: Desafios para a prática pedagógica. In A. F. Moreira & V. M. Candau. Multiculturalismo: Diferenças culturais e práticas pedagógicas (pp. 13–37). Vozes.

Candau, V. M. & Sacavino, S. B. (2013). Educação em Direitos Humanos e formação de educadores. Educação. 36(1), 59–66.

Carvalho, L. O., Duarte, F. R., Menezes, A. H. N., & Souza, T. E. S. (2019). Metodologia científica: Teoria e aplicação na educação a distância. 1 ed. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Fabri, F. & Silveira, R. M. C. F. (2013). O ensino de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental sob a ótica CTS: Uma proposta de trabalho diante dos artefatos tecnológicos que norteiam o cotidiano dos alunos. Investigações em Ensino de Ciências. 18(1), 77–105.

Imbernón, F. (2016). Qualidade do ensino e formação do professorado: Uma mudança necessária. 1. ed. Cortez.

Leal, N. C. Zoccal, S. I. L., Saba, M., & Barros, C. R. S. (2017). A questão de gênero no contexto escolar. (2017). Leopoldianum, (121), 95–104.

Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF: Presidência da República.

Lei no. 13.185, de 6 de novembro de 2015. (2015). Lei do Bullying. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Diário Oficial da União. Brasília, DF: Presidência da República.

Lodi, L. H. (2003). Ética e cidadania: Construindo valores na escola e na sociedade. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. MEC, SEF, SEMTEC, SEED.

Lopes, A. C., & Macedo. E. (2011). Teorias do Currículo. 1 ed. Cortez, 2011.

Lorenzetti, L., & Delizoicov, D. (2001). Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Revista Ensaio. 3(1), 45–61.

McCowan, T. (2015). O direito humano à aprendizagem e a aprendizagem dos direitos humanos. Educar em Revista. (55), 25–46.

Mamede, M., & Zimmermann, E. (2005). Letramento Científico e CTS na formação de professores para o ensino de ciências. Enseñanza de las ciências, número extra. VII Congreso.

MEC (2012). Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Brasília: Secretaria da Educação Básica.

MEC (2013). Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: Secretaria da Educação Básica.

MEC (2017). Base Nacional Comum Curricular. Brasília: Secretaria da Educação Básica.

Moizés, J. S., & Bueno, S. M. V. (2010). Compreensões sobre sexualidade e sexo nas escolas segundo professores do ensino fundamental. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 44(41), 205–212.

Moreira, A. F. B., & Candau, V. M. (2007). Indagações sobre o currículo: Currículo, conhecimento e cultura. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica.

Moreira, A. F. B. (2002) Currículo, diferença cultural e diálogo. Educação & Sociedade. Ano XXIII, 79, agosto, 15–38. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302002000300003

Moreira, A. F. B., & Silva, T. T. da. (2005). Sociologia e teoria crítica do currículo: uma introdução. In A. F. B. Moreira, & T. T. Silva. Currículo, cultura e sociedade (pp. 7–38). Cortez.

Oja, A. J., & Bastos, F. (2013). Ensino de ciências no início da educação fundamental: Algumas implicações para uma educação científica de qualidade. In Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (p. 1). Água de Lindóia, SP.

Oliveira, R. D. V. L. de., & Queiroz, G. R. P. C. (Org.). (2016). O cotidiano, o contextualizado e a Educação em Direitos Humanos: A escolha de um caminho para uma Educação cidadã cosmopolita. In R. D. V. L. Oliveira & G. R. P. C Queiroz. Tecendo diálogos sobre direitos humanos na educação em ciências (pp. 63–98). Editora Livraria da Física.

Porto, A. & Porto, L. (2012). Ensinar ciências da natureza por meio de projeto: Anos inicias do ensino fundamental. 1 ed. Rona.

Silva, A. T. R. da. (Org.). (2014). Educação em Direitos Humanos: o currículo entre o relativismo e o universalismo. In A. T. R. da Silva (Org.). Leituras críticas em Educação e Direitos Humanos (pp. 20–50). Liber Livro; Alia Opera.

Silva, T. T. da. (2005). Documentos de Identidade: Uma introdução às teorias do currículo. 2 ed. Autêntica.

Siqueira Júnior, P. H., & Oliveira, M. A. M. de. (2010). Direitos Humanos e Cidadania. 3 ed. Revista dos Tribunais.

Soares, A. C., Mauer, M. B., & Kortmann, G. L. (2013). Ensino de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental: Possibilidades e desafios em Canoas-RS. Revista Educação, Ciência e Cultura, 18(1), 49–61.

Tiriba, L. & Profice, C. (2014). O direito humano à interação com a natureza. In A. M. M. Silva, & L. Tiriba (Org.). Direito ao ambiente como direito à vida: Desafios para a educação em direitos humanos (pp. 47–77). Cortez.

Unesco. (1995). Declaração de Princípios sobre a Tolerância. Conferência Geral da Unesco em sua 28º reunião. Paris.

Viecheneski, J. P., & Carletto, M. (2013). Por que e para quê ensinar ciências para crianças. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 6(2), 213–227.

Downloads

Publicado

2020-09-16

Como Citar

Bonfim, H. . C. C., & Guimarães, O. M. (2020). Articulações Teóricas entre Ensino de Ciências Naturais e Direitos Humanos: Proposta para uma Perspectiva de Formação Humana. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 20(u), 949-974. https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec2020u949974

Edição

Seção

Artigos