Mudanças no perfil dos estudantes da UFMG

desafios para a prática docente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.20463

Palavras-chave:

Ensino superior, Desigualdades educacionais, Prática docente, Ações afirmativas

Resumo

Este texto tem como objetivo discutir a relação entre desigualdades educacionais e prática docente, diante das mudanças no perfil dos estudantes da UFMG. Como aporte teórico, considerou-se estudos do campo da Sociologia da Educação, em especial os trabalhos de Pierre Bourdieu, e da Didática do Ensino Superior. A análise foi realizada a partir dos bancos de dados cedidos pela PROGRAD/UFMG e teve como referência os anos de 2007, 2012, 2016 e 2019, que representam importantes marcos nas políticas de acesso ao ensino superior. No artigo, busca-se evidenciar as mudanças no perfil dos estudantes, ocasionadas, principalmente, pela implementação de políticas de ações afirmativas, as quais afetaram sobretudo os cursos mais seletivos, assim como as suas implicações para a prática docente. Tendo em vista que o acesso à universidade foi expandido, sendo ainda preciso garantir a permanência nesse espaço, conclui-se sobre a necessidade de viabilização de práticas pedagógicas que se orientem pela diversidade e pela inclusão social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bréscia França Nonato, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação em Pedagogia, mestrado e doutorado em Educação, na linha de pesquisa Sociologia da Educação. É professora de Sociologia da Educação na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Integra o Grupo de Estudos sobre Educação Superior (GEES), o programa Observatório da Juventude da UFMG e a Diretoria de Inovação e Metodologias de Ensino. Atua principalmente nos seguintes temas: sociologia do ensino superior, desigualdades educacionais, ações afirmativas, formação e condição docente, juventudes e escolarização.

Cláudio Marques Martins Nogueira, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação e mestrado em Ciências Sociais e doutorado em Educação. É professor titular de Sociologia da Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Integra o Grupo de Estudos sobre Educação Superior (GEES) e o Observatório Sociológico Família-Escola. Atua principalmente com os seguintes temas: trajetórias escolares, relação família-escola, ensino superior, escolha dos estudos superiores, escolha da carreira docente, teoria sociológica, sociologia de Pierre Bourdieu e Bernard Lahire.

Liliane Gonçalves Fernandes de Lima, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Estudante de mestrado na linha de Sociologia da Educação: Escolarização e Desigualdades Sociais no programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Integra o Grupo de Estudos sobre Educação Superior (GEES). Tem interesse nos temas e estudos: sociologia do ensino superior, desigualdade social e desigualdades escolares, massificação, democratização e políticas públicas do ensino superior.

Shirley Torres de Lima Otoni, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil

Estudante de graduação em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Integrante do Grupo de Estudos sobre Educação Superior (GEES) da UFMG. Possui interesse por temas relacionados à Sociologia da Educação e a desigualdades educacionais.

Referências

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. Os herdeiros: os estudantes e a cultura. Florianópolis: Editora da UFSC, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Saiba como conferir a nota de corte no Sisu. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article/212-noticias/educacao-superior-1690610854/84771-saiba-como-conferir-a-nota-de-corte-no-sisu?Itemid=164. Acesso em: 27 jun. 2020.

BONAMINO, Alicia. ALVES, Fátima. FRANCO, Creso. Os efeitos das diferentes formas de capital no desempenho escolar: um estudo à luz de Bourdieu e de Coleman. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 15, n. 45, p. 487-499, dez. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782010000300007&lng=en&nrm=is/o. Acesso em: 30 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782010000300007.

BRESSOUX, Pascal. As pesquisas sobre o efeito-escola e o efeito-professor. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 38, p. 17-38, dez. 2003.

CAMPOS, Luiz Augusto; FERES JÚNIOR, João; DAFLON, Verônica Toste. O Desempenho dos Cotistas no ENEM: comparando as notas de corte do SISU. Textos para discussão (GEMAA – IESP-UERJ), n. 4, p. 1-23, 2014. Disponível em: http://gemaa.iesp.uerj.br/wp-content/uploads/2014/06/images_publicacoes_TpD_TpD4_Gemaa.pdf. Acesso em: 30 jun. 2020.

COULON, Alain. A condição de estudante: a entrada na vida universitária. Salvador: Edufba, 2008. 278 p.

COULON, Alain. O ofício de estudante: a entrada na vida universitária. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 4, p. 1239-1250, dez. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022017000401239&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 29 mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-9702201710167954.

DUBET, François. Qual democratização do ensino superior?. Caderno CRH, Salvador, v. 28, n. 74, p. 255-266, ago. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-49792015000200255&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 30 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-49792015000200002.

FERES JÚNIOR, João; DAFLON, Verônica Toste; CAMPOS, Luiz Augusto. A ação afirmativa no ensino superior brasileiro. Levantamento das políticas de ação afirmativa (GEMAA – IESP-UERJ), p. 1-20, 2011. Disponível em: http://gemaa.iesp.uerj.br/wp-content/uploads/2013/11/files_Levantamento_2011C.pdf. Acesso em: 30 jun. 2020.

FORQUIN, Jean-Claude. Sociologia das desigualdades de acesso à educação: principais orientações, principais resultados desde 1965. In: FORQUIN, Jean-Claude (org.). Sociologia da Educação: dez anos de pesquisa. Petrópolis: Vozes, 1995.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GIL, Antônio Carlos. Didática do Ensino superior. São Paulo: Atlas, 2011.

IBGE. Censo de 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm. Acesso em: 11 set. 2020.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez Editora, 2008. 263 p.

MEC. Ministério da Educação. [on line] Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/35544-lei-de-cotas. Acesso em: 11 set. 2020.

NONATO, Bréscia França. Lei de Cotas e SiSU: análise dos processos de escolha dos cursos superiores e do perfil dos estudantes da UFMG antes e após as mudanças na forma de acesso às Instituições Federais. 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

NOGUEIRA, Maria Alice. Estratégias de internacionalização dos estudos: um novo fator de desigualdade escolar?. In: VIEIRA, M. M.; RESENDE, J. M.; NOGUEIRA, M. A.; DAYRELL, J.; MARTINS, A.; CALHA, A. (org.). Habitar a escola e as suas margens: Geografias Plurais em Confronto. Portalegre: Instituto Politécnico de Portalegre, 2013. p. 27-35.

NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio Mendes (org.). Pierre Bourdieu: escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 2011.

NOGUEIRA, Maria Alice; NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins. Bourdieu & a Educação. 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

NOGUEIRA, Claudio Marques Martins; NOGUEIRA, Maria Alice. Os Herdeiros: fundamentos para uma sociologia do ensino superior. Educação & Sociedade, Campinas, v. 36, n. 130, p. 47-62, mar. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302015000100047&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 29 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/ES0101-73302015140412.

OLIVEIRA, Fabiana de; ABRAMOWICZ, Anete. Infância, raça e "paparicação". Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 2, p. 209-226, ago. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982010000200010&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 30 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-46982010000200010.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2014.

RIBEIRO, Carlos Antonio Costa. Desigualdade de oportunidades e resultados educacionais no Brasil. Dados, Rio de Janeiro, v. 54, n. 1, p. 41-87, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0011-52582011000100002&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 30 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0011-52582011000100002.

ROSEMBERG, Fúlvia. Relações raciais e rendimento escolar. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 63. p. 19-23, 1987. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1264/1267. Acesso em: 30 jun. 2020.

TINTO, Vincent. Leaving college: rethinking the causes and cures of student attrition. Chicago: The University Chicago Press, 2012.

VARGAS, Hustana Maria. Sem perder a majestade: "profissões imperiais" no Brasil. Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 15, n. 28, p. 107-124, 2010. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/2553/2173. Acesso em: 30 jun. 2020.

VIEIRA, Kênia Eliber; DELL’AGLI; Betânia Alves Veiga; CAETANO, Luciana Maria. Desempenho acadêmico de alunos cotistas antes da lei de cotas: revisão. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Betim, v. 17, n. 1, p. 1-10, jan./jul. 2019. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/revistaunincor/article/view/5158. Acesso em: 1 jul. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v17i1.5158.

ZAGO, Nadir. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 32, p. 226-237, ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782006000200003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 30 jun. 2020.

Downloads

Publicado

2020-09-22

Como Citar

NONATO, B. F.; NOGUEIRA, C. M. M.; LIMA, L. G. F. de .; OTONI, S. T. de L. Mudanças no perfil dos estudantes da UFMG: desafios para a prática docente. Revista Docência do Ensino Superior, [S. l.], v. 10, p. 1-21, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.20463. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/20463. Acesso em: 27 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)