Introdução ao Grotesco nas Artes da Cena

Autores

  • Odilon José Roble Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil
  • Raíssa Guimarães de Souza Araújo Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Palavras-chave:

Grotesco, Estética, Riso, Corpo

Resumo

Este texto discute as conexões do grotesco com a comédia, o riso e o ridículo, com base em filosofias clássicas e modernas, evidenciando a diluição de sua ligação imediata com o bizarro e o fantástico, aproximando-se do feio e do cômico, o que pode reservar singular interesse para as artes da cena.

Biografia do Autor

Odilon José Roble, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Docente do Prograna de Pós-Graduação em Artes da Cena da Unicamp

Raíssa Guimarães de Souza Araújo, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Graduada em Artes C6enicas pela UFMG

Atriz profissional

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ALBERTI, Verena. O riso e o risível. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

ARISTÓTELES. Poética. Coleção Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

BAKHTIN, Mikhail Mikhailovitch. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Brasília: Editora da UNB, 2008.

BERGSON, Henri. O Riso: ensaio sobre a significação do cômico. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BERTHOLD, Margot. História mundial do teatro. São Paulo: Perspectiva, 2000.

CARCHIA, Gianni; D’ANGELO, Paolo. Dicionário de Estética. Lisboa: Edições 70, 1999.

DILLER, Edward. Friedrich Dürrenmatt’s theological concept of history. The German Quarterly, v. 40, n. 3 , p. 363-371, 1967.

FARACO, Carlos Alberto. Aspectos do pensamento estético de Bakhtin e seus pares. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 46, n. 1, p. 21-26, 2011.

HAROCHE, Claudine. Da palavra ao gesto. Campinas: Papirus, 199t.

HUGO, Victor. Do grotesco e do sublime. São Paulo: Perspectiva, 2002.

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade do juízo. Rio de Janeiro: Forense, 2011.

KAYSER, Wolfgang. O Grotesco: configuração na pintura e na literatura. São Paulo: Perspectiva, 2003.

LOPES, Beth. A blasfêmia, o prazer, o incorreto. Revista Sala Preta, São Paulo, v. 5, p. 9-21, 2005.

MAFFESOLI, Michel. Elogio da razão sensível. Petrópolis: Vozes, 2001.

MINOIS, Georges. História do riso e do escárnio. São Paulo: UNESP, 2003.

MUCHEMBLED, Robert. Uma história do diabo. Rio de Janeiro: Bom Texto, 2001.

PAVIS, Patrice. Dicionário de Teatro. São Paulo: Perspectiva, 2008.

PROPP, Vladimir. Comicidade e riso. São Paulo: Ática, 1992.

REMSHARDT, Ralf. Staging the savage god: the grotesque in performance. Illinois: SIU Press, 2004.

SANTAYANA, George. The sense of beauty. New York: Denver, 1955.

SCHOPENHAUER, Arthur. O mundo como vontade e representação. São Paulo: Unesp, 2005.

SODRÉ, Muniz; PAIVA, Raquel. O império do grotesco. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.

SUASSUNA, Ariano. Introdução à Estética. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Downloads

Publicado

2016-05-30

Como Citar

ROBLE, O. J.; ARAÚJO, R. G. de S. Introdução ao Grotesco nas Artes da Cena. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, Belo Horizonte, p. 148–159, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/15786. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Seção aberta