DELINEAMENTO DAS PESQUISAS SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS QUE ADOTAM COMO PRINCÍPIO A ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2019.9864

Palavras-chave:

Zona de Desenvolvimento Proximal, Educação a Distância, Online

Resumo

Este artigo tem como centralidade delinear as pesquisas sobre as práticas pedagógicas que utilizam como princípio norteador a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP) de Vygotsky nas interações educacionais. A metodologia adotada utilizou a pesquisa exploratória, realizada em 54 Bases de Dados Nacionais, que permitiu levantar 13.174 trabalhos, dos quais foram selecionados 852 para compor o estudo. Os resultados aqui apresentados referem-se à execução da primeira parte da pesquisa que consistiu em fazer um levantamento das teses e dissertações que adotaram a ZDP nas interações das práticas da educação presencial e a distância e na compilação dos dados. Os resultados apontaram que apesar do conceito de Zona de Desenvolvimento Proximal ter sido bastante recorrente nas pesquisas realizadas nas últimas décadas, ainda há poucos estudos que tomam como base às práticas da educação a distância on-line.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Wilson da Costa, Pontifícia Universidade Católica (PUC/MG)

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais (1988), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993) e doutorado em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002). Atualmente é professor do Programa de Pós-graduação em Educação e professor Adjunto III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professor de Ensino Técnico e Profissional do CEFETMG

Lenise Maria Ribeiro Ortega, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG)

Professora da Graduação e da Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei n. 9.394, de 1996. Brasília: Senado Federal, Secretaria Especial de Editoração e Publicação, 1997.

BRASIL. Decreto n. 5.622, de 8 de junho de 2005. Regulamentada pela Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996, para dispor sobre a organização do Ensino a Distância. Diário Oficial da União. Brasília, 19 de dezembro de 2005.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede: do conhecimento à política. In: CARDOSO, Gustavo. A sociedade em rede do conhecimento à acção política. Lisboa: Casa da Moeda, 2005. p. 17-30.

COSTA, J.W.; PAIM, I. Informação e Conhecimento no Processo Educativo. In: COSTA, José Wilson da; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro (Orgs). Novas linguagens e novas tecnologias: educação e sociabilidade. Petrópolis/RJ: Vozes, 2004.

COSTA, J.W.; Moreira, M., Oliveira, C. C. I. Ambientes Informatizados de Aprendizagem. In: COSTA, José Wilson da; OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro (Orgs). Novas linguagens e novas tecnologias: educação e sociabilidade. Petrópolis/RJ: Vozes, 2004.

DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.

KEARSLEY, G. Social development theory. Retrieved September 19, 2001, from, Theory Into Practice (TIP). Disponível em: . Acesso em: 06 set 2018.

LÉVY, Pierre. O que é virtual? São Paulo: Editora 34, 1996.

MOORE, M. G. Editorial: Distance education theory. The American Journal of Distance Education, 5(3), 1991, p. 1-6.

MOORE, Michael Ghahame; KEARSLEY, Greg. Distance education: a system view. Belmont (USA): adsworth Publishing Company, 1996.

PETERS, O. A educação à distância em transição: tendências e desafios. São Leopoldo: Unisinos, 2004.

PETERS, O. Didática do ensino a distância. São Leopoldo: Unisinos, 2001.

VYGOTSKY, L. S. Thougth and Language. London and Cambridge, MA: The Mit Press. 1987

Downloads

Publicado

2019-02-21

Como Citar

COSTA, J. W. da; ORTEGA, L. M. R. DELINEAMENTO DAS PESQUISAS SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS QUE ADOTAM COMO PRINCÍPIO A ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL. Trabalho & Educação, [S. l.], v. 28, n. 1, p. 239–250, 2019. DOI: 10.35699/2238-037X.2019.9864. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9864. Acesso em: 6 maio. 2021.