Aspectos da apicultura

entrevistas com apicultores da Cooperativa do Vale do Jequitinhonha

Autores

  • Juliana Rezende Sá Miranda Gonçalves Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil
  • Eliane Macedo Sobrinho Santos Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil
  • Hércules Otacílio Santos Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil.
  • Igor Cardos Costa Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil https://orcid.org/0000-0002-8273-4598
  • Débora Martins Paixão PECEGE - Instituto de Pesquisa e Educação Continuada Economia e Gestão de Empresa Piracicaba - SP. Piracicaba, SP. Brasil.
  • Janainne Nunes Alves Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Diamantina. Diamantina, MG. Brasil. https://orcid.org/0000-0002-3388-7053
  • Ricardo Jardim Neiva Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil. https://orcid.org/0000-0003-0571-5972
  • Kattyanne de Souza Costa MSD - Site Montes Claros, MG. Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15346

Palavras-chave:

Vale do Jequitinhonha, Diagnóstico, Produtos apícolas

Resumo

Este estudo teve por objetivo levantar aspectos da apicultura por meio de entrevistas realizadas com alguns apicultores da Cooperativa de Apicultutores do Vale do Jequitinhonha. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório no qual identificou-se que a maioria dos apicultores apresentam idade superior a 49 anos e mais de 72% dos entrevistados possuem o ensino fundamental incompleto. Em 36% das famílias produtoras, há mais de um membro envolvido na atividade e a comercialização do mel foi declarada como principal fonte de renda por 64% dos abordados. No entanto, a apicultura é praticada utilizando tanto a mão de obra familiar quanto a não familiar. No que diz respeito ao pasto apícola, os apicultores declararam grande participação das floradas de aroeira e silvestre, com baixos índices de produção por colmeia, totalizando volumes inferiores a 500kg de mel em 2016. Entretanto, três apicultores conseguiram obter uma produção superior a 25 kg de mel por colmeia e pelo menos seis apicultores conseguiram inserir a produção nos mercados e supermercados regionais. Os dados obtidos, demonstraram um número reduzido quanto ao total de colmeias nos apiários, dentre os quais, uma porcentagem significativa realiza a retirada do mel das melgueiras na chamada “casa do mel”. Quanto ao controle de pragas, este é realizado por apenas seis dos apicultores. Faz-se importante ressaltar que a maioria dos apicultores não adota o uso da alimentação de inverno. Pelo levantamento até então realizado, conclui-se que a apicultura na região ainda se caracteriza pela prática rudimentar e tímida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hércules Otacílio Santos, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Araçuai. Araçuai, MG. Brasil.



Janainne Nunes Alves, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Diamantina. Diamantina, MG. Brasil.



Kattyanne de Souza Costa, MSD - Site Montes Claros, MG. Brasil.



Referências

Ananias, K. R. 2010. Avaliação das condições de produção e qualidade de mel de abelhas (Apis Mellifera L.) produzido na microrregião de Pires do Rio, no Estado de Goiás. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tde/1423/1/dissertacao%20karla%20r%20ananias.pdf

Barth, O. M. 2004. Melissopalynology in Brazil: a review of pollen analysis of honeys, propolis and pollen loads of bees. Scientia Agricola, 61: 342-350. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162004000300018.

Biernacki, P.; Waldorf, D. 1981. Snowball sampling: problems and techniques of chain referral sampling. Sociological Methods & Rresearch, 10: 141-163. Doi: https://doi.org/10.1177%2F004912418101000205.

Dib, A. P. S. Boas práticas apícolas no município de Monteiro Lobato, região serrana do Vale do Paraíba, Estado de São Paulo. 2009. 56f. Tese (Doutorado em Zootecnia) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Botucatu. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/104144.

Camargo, R. C. R.: Rêgo, J. D. S.: Lopes, M. D. R.; Pereira, F. D. M.;Melo, A. L. 2003. Boas práticas na colheita, extração e beneficiamento do mel. Embrapa Meio-Norte-Documentos (INFOTECA-E). Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/ doc/66838/1/Doc78.pdf.

Freitas, B. M. 1996. Pasto apícola: Volume, concentração e açúcar total do néctar secretado por flores de distintos materiais genéticos de cajueiro (Anacardiumoccidentale L.). Anais da XXXIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2: 395-397.

Golynski, A.. 2009. Avaliação da Viabilidade Econômica e Nível Tecnológico da Apicultura no Estado do Rio De Janeiro. Disponível em: http://www.uenf.br/Uenf/Downloads/PRODVEGETAL_3434_1271075845.pdf.

Jones, G.D.; Bryant, V. M. 1996. Melissopalynology. In J. Jansonius; D.C. McGregor (Eds), Palynology, principles and applications. Salt Lake City, UT: AASP Found, 3: 933–938.

Batista Júnior, J.L. 2013. Impacto Econômico e Social daApicultura na Agricultura Familiar do Território do Sisal, Semiárido da Bahia. Universidade Federal da Bahia-UFBA. Disponível em:https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/14419.

Lima, S. A. M. D. 2005. A apicultura como alternativa social, econômica e ambiental para a XI mesorregião do noroeste do Paraná.Dissertação (Pós- graduação em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná. Disponível em:https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/34577/R%20-%20D%20-%20SIRLEI%20APARECIDA%20MILANO%20DE%20LIMA.pdf?sequence=1&isAllowed=y.

Luz, C. D.; Thomé, M. L.; Barth, O. M. 2007). Recursos tróficos deApis mellifera L. (Hymenoptera, Apidae) na região de Morro Azul do Tinguá, estado do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Botânica, 30:29-36. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042007000100004.

Maia, E.; Silva, M.G. 2008. Plano Territorial de Cadeia de Produção Cooperativa: Mandioca Território Médio Jequitinhonha CEADES Centro de Estudos e Assessoria ao Desenvolvimento Territorial.

Drumond, P. M.; Souza, B. A. Diagnóstico da apicultura na região de Rio Branco e entorno, Acre, Brasil. – Rio Branco, AC: Embrapa Acre, 2010. 38 p. (Documentos / Embrapa Acre, ISSN 0104-9046, 119). Disponível em: http://iquiri.cpafac.embrapa.br/guest/doc_119_diagnostico_apicultura_acre.pdf.

Sabbag, O. J.; Nicodemo, D. 2011. Viabilidade econômica para produção de mel em propriedade familiar. Pesquisa Agropecuária Tropical, 41: 94-101. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2530/253019709008.pdf.

Santos, F. A. R.; Oliveira, J. M.; Oliveira, P. P.; Leite. K. R. B.; Carneiro.C. E. Plantas do semiárido importantes para as abelhas. In: Santos, F. A. R. Apium Plantae. Recife: IMSEAR. p.61–86, 2006. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672004000200018.

SENAR. 2010. Mel: manejo de apiário para produção do mel /Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. 2. ed. Brasília, DF: SENAR.Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/apicultura/files/2010/05/Manejo-do-Mel.pdf.

Silva, M. B. L. 2007. Diagnóstico do sistema de producão e qualidadedo mel de Apis Mellifera. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) – Departamento de Tecnologia de Alimentos,Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. Disponível em: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2956.

Silveira, D. C.; Maracajá, P. B.; Silva, R. A.; Sousa, R. M.; Soto-Blanco, B. 2015. Variações diurna e sazonal da defensividade das abelhas africanizadas (Apis mellifera L.). Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, 16: 925-934. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1519-99402015000400016 .

Sodré, G. S.; Marchini, L. C.; Moreti, A. C. C. C.; Carvalho, C. A. L. 2003. Análises multivariadas com base nas características físico-químicas de amostras de méis de Apis melífera L. (Hymenoptera: Apidae) da região litoral norte da Bahia. Archivo Latinoamericano de Produção Animal, 11, 129-137.Disponível em: https://www.semanticscholar.org/paper/An%C3%A1lises-multivariadas-com-base-nas-caracter%C3%ADsticas-Sodr%C3%A9-archini/23b8f75da9c534875623b79c67fb046ac3d7d65c

Souza, D. C.. In: BEZERRA, José Augusto. Da Cor do Mercado.Revista Globo Rural. São Paulo: Editora Globo. Abr., 2004Wiese, H. (Coord.). 1985. Nova apicultura. Porto Alegre: Leal.

Wiese, H. (Coord.). 1985. Nova apicultura. Porto Alegre: Leal.

Wolff, L. F.; Santos, R. S. S. 2008. Abelhas melíferas: bioindicadores de qualidade ambiental e de sustentabilidade da agricultura familiar de base ecológica. Embrapa Clima Temperado-Documentos (INFOTECA-E). Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/746752/1/documento244.pdf

Downloads

Publicado

2019-12-15

Como Citar

Gonçalves, J. R. S. M., Santos, E. M. S., Santos, H. O., Costa, I. C., Paixão, D. M., Alves, J. N., Neiva, R. J., & Costa, K. de S. (2019). Aspectos da apicultura: entrevistas com apicultores da Cooperativa do Vale do Jequitinhonha. Caderno De Ciências Agrárias, 11, 1–10. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15346

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)