Parâmetros nutricionais e bioquímicos de ovinos consumindo volumoso extrusado com diferentes teores de Uruchloa brizantha em comparação a silagem de milho tradicional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25810

Palavras-chave:

Extrusão, Fibra, Ovis aries

Resumo

Objetivou-se avaliar os parâmetros nutricionais, comportamento ingestivo e metabolismo energético e proteico de ovelhas alimentadas com diferentes tipos de volumoso extrusado. Vinte ovelhas Santa Inês, adultas, foram alocadas em gaiolas metabólicas individuais. O experimento teve duração de 21dias: quinze dias de adaptação e seis dias de coleta de dados. Os tratamentos foram dietas contendo silagem de milho ou volumoso extrusado com diferentes teores de Uruchloa brizantha em sua composição (52,5%, 60% e 65%). Foi realizado ensaio para determinar o consumo de matéria seca (CMS) e digestibilidade aparente da matéria seca (DMS). A coleta de sangue para análise dos metabólitos sanguíneos foi realizada através de venopunção jugular. O comportamento ingestivo foi avaliado durante 24 horas. Utilizou-se o delineamento inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos e cinco repetições. As médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de significância. O CMS (kg/dia) e em relação ao peso corporal (PC%) e o consumo de água e (litros/dia) foram superiores (P<0,05) nos animais que receberam volumoso extrusado. O peso das fezes apresentaram o mesmo padrão de resposta, e não alteraram o escore fecal. O tempo gasto em ingestão, ruminação e mastigação foram menores (P<0,05) para os animais que receberam exclusivamente silagem de milho, porém suas respectivas eficiências foram menores, quando comparadas com o volumoso extrusado. Os níveis de ureia sanguínea foram menores para os animais que receberam silagem de milho (P<0,05). Portanto, a utilização de volumoso extrusado com teor de Uruchloa brizantha de até 65% pode substituir a silagem de milho sem causar transtornos metabólicos para ovinos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Andrigueto, J. M.; Perly, L.; Minardi, I.; Gemael, A.; Flemming, J. S.; Souza, G. A.; Bona Filho, A. 1981. Nutrição animal: as bases e os fundamentos da nutrição animal. 4. Ed. Nobel, São Paulo, Brasil.

Amaral, D. F.; Barbosa, O.R.; Gasparino, E.; Akimoto, L. S.; Lourenço, F. J.; Santello, G. A. 2009. Efeito da suplementação alimentar nas respostas fisiológicas, hormonais e sanguíneas de ovelhas Santa Inês, Ile de France e Texel. Acta Scientiarum Animal Sciences. 31: 403-410. Doi: 10.4025/actascianimsci.v31i4.4920 Disponível em: file:///C:/Users/Carol/Downloads/Efeito_da_suplementacao_alimentar_nas_respostas_fi.pdf

Araújo Filho, J.A. 2006. Aspectos zooecológicos e agropecuários do caprino e do ovino nas regiões semiáridas. Sobral: Embrapa Caprinos. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CNPC/20255/1/doc61.pdf

Bürger, P.J.; Pereira, J.C.; Queiroz, A.C.; Silva, J.F.C.; Valadares Filho, S.C.; Cecon, P.R. e Casali, A.D.P. 2000.Comportamento ingestivo em bezerros holandeses alimentados com dietas contendo diferentes níveis de concentrado. Revista Brasileira de Zootecnia, 29: 236-242. Doi: https://doi.org/10.1590/S1516-35982000000100031 Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbz/v29n1/5754.pdf

Campllng, R. C. e Balch , C. C. 1961. Faetors affecting the voluntary intake of food by cows. 1. Preliminary observations of the effect, on the voluntary intake of hay, of the changes in the amount of the reticulo-ruminal contents. British Journal of Nutrition, 16: 523-530. Doi: https://doi.org/10.1079/BJN19610065 Disponível em: https://www.cambridge.org/core/services/aop-cambridge-core/content/view/0BF2673C81B4EBB5CF33EBB01454526F/S000711456100066Xa.pdf/factors_affecting_the_voluntary_intake_of_food_by_cows.pdf

Fagundes, M. H. R. 2005. Efeito do sistema de fornecimento de alimentos e processamento do concentrado sobre a digestibilidade da dieta e resposta glicêmica plasmática, em equinos. Pirassununga: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, 90f. Dissertação Mestrado. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-10042007-162440/publico/MarcoHFagundes.pdf

Fischer, H.; Wagenbach, D.; Kipfstuhl, J. 1998. Sulfate and nitrate firn concentrations on the Greenland ice sheet: 1. Large-scale geographical deposition changes. Journal of Geophysical Research. 103: 927-934. Doi: https://doi.org/10.1029/98JD01885 Disponível em: https://agupubs.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1029/98JD01885

Forbes, J.M. 1968. The water intake of ewes. British Journal Nutrition, 22:.33-43. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/John_Forbes3/publication/17541189_The_water_intake_of_ewes/links/5660369d08ae4988a7bf093d.pdf

Giesecke, D.; Ehrentreich, L.; Stangassinger, M. 1994. Mammary and renal excretion of purine metabolites in relation to energy intake and milk yield in dairy cows. Jounal of Dairy Science, 77:2376-2381. Doi: doi: 10.3168/jds.S0022-0302(94)77180-0 Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/7962859/

Gomes S. P.; Borges I.; Borges A. L. C. C.; Macedo Junior G. L.; Campos W. E.; Brito T. S. 2012.Tamanho de partícula do volumoso e freqüência de alimentação sobre o metabolismo energético e protéico em ovinos, considerando dietas com elevada participação de concentrado. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, 13: 732-744. Doi: https://doi.org/10.1590/S1519-99402012000300013 Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-99402012000300013&script=sci_abstract&tlng=pt

González, F.H.D. 2000. Uso do perfil metabólico para determinar o status nutricional em gado de corte. P.32-72. In: González, F.H.D.; Barcellos, J.O.; Patiño, H.O.; Ribeiro, L.A. O Perfil metabólico em uso em nutrição e doenças nutricionais. UFRGS, Porto Alegre, Brasil. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/26687/000299715.pdf?sequence=1&isAllowed=y

González, F.H.D.; Sheffer, J.F.S. 2002. Perfil sanguíneo: ferramenta de análise clínica, metabólica e nutricional. Anais do 29° Congresso de Medicina Veterinária, Gramado, Brasil. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/13177/000386508.pdf

González, F.H.D.; Silva, S.C. 2006. Introdução à bioquímica clínica veterinária. Porto Alegre: Gráfica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Hendrix, C.M. 2005. Procedimentos laboratoriais para técnicos veterinários. 4. ed. Rocca, São Paulo, Brasil.

Kaneko, J.J; Harvey, J.W; Bruss, M.L. 2008. Clinical Biochemistry of Domestic Animals. 6. ed. Academic Press, San Diego.

Kruskal, W.H.; Wallis, W.A. 1952. Use of ranks em one-criterion variance analysis. Jounal American Statistical Association. 47: 583-621.

Lana, R. P.; Russell, J. B. 2001. Efeitos da Monensina sobre a Fermentação e Sensibilidade de Bactérias Ruminais de Bovinos sob Dietas Ricas em Volumoso ou Concentrado. Revista Brasileira de Zootecnia. 30: 254-260. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbz/v30n1/5461.pdf

Maynard, L.A.; Looslo, B.S.; Hintz, H.F.; Warner, R.G. Nutrição animal. 3.ed. Freitas Bastos, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Meyer, D.J.; Harvey, J.W. 2004. Veterinary laboratory medicine: interpretation & diagnostic. 2.ed. Sauders, Philadelphia.

Mertens, D.R.; Broderick, G.A.; Simons, R. 1994. Efficacy of carbohydrate sources for improving utilization of N in alfalfa silage. Journal of Dairy Science, 77: 240.

Motta, V. T. 2011. Bioquímica, Editora Medbook. 2.ed, Medbook.

National Research Council – NRC. 2007. Nutrient requirements of small ruminants: sheep, goats, cervids, and new world camelids. National Academy Press, Washington, USA.

Patton, R.S. 1994. Complexities of soluble carboydrate metabolism in ruminants. Feedstuffs, 66: 1624-1633.

Polli, V. A.; Restle, J.; Senna, D. B.; Rosa, C. E.; Aguirre, L. F.; DA Silva, J. 1996. Aspectos relativos à ruminação de bovinos e bubalinos em regime de confinamento. Revista Brasileira de Zootecnia, 24: 987-993.

Reece, W. O. 2006. Função Renal nos Mamíferos. p. 68-96. In: Reece.; W. O. Dukes., 12.eds. Fisiologia dos animais domésticos. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Rodrigues, R..C. 2010. Métodos de análises bromatológicas de alimentos: métodos físicos, químicos e bromatológicos. Pelotas: Embrapa Clima Temperado. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/40059/1/documento-306.pdf

Schutte, J.E.; Longhurst, J.C.; Gaffney, F.A.; Bastian, B.C.; Blomqvist, C.G. 1981. Total plasma creatinine: an accurate measure of total striated muscle mass. Journal of Applied Physiology, 51:762-766. Doi: https://doi.org/10.1152/jappl.1981.51.3.762 Disponível em: https://journals.physiology.org/doi/abs/10.1152/jappl.1981.51.3.762

Senger, C.C.D.; Muhlbach, P.R.F.; Sánchez, L.M.B.; Peres Netto, D.; De Lima, L.D. 2005. Composição química e disgetibilidade “in vitro” de silagens de milho com distintos teores de umidade e níveis de compactação. Revista Ciência Rural, 35: 1393-1399. Dosponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-417681

Van Cleef, E. H. C. B.; Ezequiel, J. M. B.; D'Aurea, A. P.; Fávaro, V. R.; Sancanari, J. B. D. 2010. Crude glycerin in diets for feedlot Nellore cattle. Revista Brasileira de Zootecnia, 43: 86-91.

Van Soest, P.J. Nutritional ecology of the ruminant. 2.ed. Ithaca: Cornell University Press, 476p, 1994. Doi: https://doi.org/10.1590/S1516-35982014000200006 Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982014000200006

Waldo, D.R. 1973. Extent and partition of cereal grain starch digestion in ruminants. Journal of Animal Science, 37:1062-1074. Doi: https://doi.org/10.2527/jas1973.3741062x Disponível em : https://academic.oup.com/jas/article-abstract/37/4/1062/4667577?redirectedFrom=fulltext

Wittwer, F. 2000. Diagnóstico dos desequilíbrios metabólicos de energia em rebanhos bovinos. P. 9-22. In: González, F.H.D. O perfil metabólico em uso em nutrição e doenças nutricionais. Gráfica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Araujo, C. M., Oliveira, K. A., Macedo Junior, G. de L. ., Silva, S. P. da, & Silva, D. A. de P. . (2020). Parâmetros nutricionais e bioquímicos de ovinos consumindo volumoso extrusado com diferentes teores de Uruchloa brizantha em comparação a silagem de milho tradicional. Caderno De Ciências Agrárias, 12, 1–11. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25810

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)