Whatsapp e fake news no ensino de língua inglesa em uma escola pública do interior do estado do Ceará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/1983-3652.2020.24889

Palavras-chave:

Ensino de línguas, Escola pública, Multiletramentos, Linguística aplicada

Resumo

No escopo de uma Linguística Aplicada moitalopeana, o objetivo deste artigo é interpretar os efeitos de uma prática de ensino realizada com alunos com dificuldades de aprendizagem de inglês do primeiro ano do ensino médio de uma escola pública no interior do estado do Ceará, Brasil. A prática de ensino foi planejada de acordo com a pedagogia dos multiletramentos e desenvolvida por meio da interação em um grupo de WhatsApp. Quatro atividades promoveram o contato com textos diversos sobre fake news na esfera digital. A análise das interações no WhatsApp apontou para aprendizagens de natureza comunicativa e tecnológica, possibilitando o desenvolvimento da consciência crítica dos alunos em relação aos meios de produção e circulação de informações. Conclui-se que os letramentos escolares podem ser promovidos em um ensino de inglês que integre as redes sociais e os temas polêmicos em práticas de produção de sentido com alunos da escola pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel de Carvalho Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Licenciado em Letras - Português, Inglês e respectivas Literaturas pela Universidade Federal do Ceará (2007). Tem mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2009), doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2012) e pós-doutorado em Ciências da Educação, na especialidade de Educação em Línguas Estrangeiras, pela Universidade do Minho (2018). É professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, campus Mossoró (IFRN), onde atua no ensino de inglês em cursos técnicos de nível médio, no Mestrado em Ensino (POSENSINO) e no Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT).

Eliziane de Sousa Sampaio Mendes, Secretaria de Educação do Estado do Ceará e Programa de Pós-Graduação em Ensino (SEDUC-CE/POSENSINO)

Possui graduação em Letras - Inglês (2003) pela Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos da Universidade Estadual do Ceará (2010). Atualmente é aluna do mestrado POSENSINO, integrante do Grupo de Pesquisa em Ensino-Aprendizagem de Línguas (GEL) e professora da rede estadual de ensino do Ceará. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas.

Referências

ARAÚJO, J. C. R. de; LIMA, S. de C. O papel das propostas de atividades on-line nas disciplinas semipresenciais de línguas da UFC Virtual. Signum: Estudos de Linguagem, Londrina, v. 14, n. 2, p. 45-60, dez. 2011. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19543. Acesso em: 25 jun. 2020.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. 1ª edição. Organização, tradução, posfácio e notas de Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2016.

BRASIL. Base Nacional Curricular Comum: versão final. Brasília, 2017: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 20 jan. 2020.

COPE, B.; KALANTZIS, M. The things you do to know: an introduction to the pedagogy of multiliteracies. In: COPE, B.; KALANTZIS, M. (Org.). A pedagogy of multiliteracies: learning by design. London: Palgrave Macmillan, 2015. p. 1-36.

DANTAS, S. G. M.; LIMA, Samuel de Carvalho. O uso do Quizizz para a avaliação da aprendizagem de inglês sob a perspectiva dos alunos. Revista Língua e Literatura, v. 21, n. 38, p. 82-98, jul./dez. 2019. Disponível em: http://revistas.fw.uri.br/index.php/revistalinguaeliteratura/article/view/3495. Acesso em: 25 jun. 2020.

DE SOUZA, C. F. Aprendizagem sem distância: tecnologia digital móvel no ensino de língua inglesa. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, [S.l.], v. 8, n. 1, p. 39-50, jul. 2015. ISSN 1983-3652. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.8.1.39-50. Acesso em: 27 jun. 2020.

FABRÍCIO, B. F. Linguística aplicada como espaço de “desaprendizagem”. Redescrições em curso. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 45-65.

FABRÍCIO, B. F. Linguística aplicada e visão de linguagem: por uma INdisciplinaridade radical. Rev. bras. linguist. apl., Belo Horizonte, v. 17, n. 4, p. 599-617, dez, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1984-6398201711426. Acesso em 26 jul. 2020.

FERREIRA, A. et al. Counteracting the contemporaneous proliferation of digital forgeries and fake news. An. Acad. Bras. Ciênc., Rio de Janeiro, v. 91, supl. 1, e20180149, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0001-3765201820180149. Acesso em: 25 jun. 2020.

GUERRA, W. T.; LIMA, S. de C. An ESP Teaching Proposal for Oil and Gas Vocational Courses. International Journal of Language & Linguistics, v. 6, p. 87-93, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.30845/ijll.v6n4p10. Acesso em: 25 de jun. 2020.

GADOTTI, M. A escola e o professor: Paulo Freire e a paixão de ensinar. 1 ed. São Paulo, Publisher Brasil, 2007.

LARA, M. T. de A.; MENDONÇA, M. C. O meme em material didático: considerações sobre ensino/aprendizagem de gêneros do discurso. Bakhtiniana, Rev. Estud. Discurso, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 185-209, jun. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2176-457342169. Acesso em: 26 de jun. 2020.

LEITE, N. C.; SILVA, M. O. WhatsApp: caracterização do gênero chat em contexto de ensino de línguas estrangeiras. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, [S.l.], v. 8, n. 1, p. 85-97, jul. 2015. ISSN 1983-3652. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.8.1.85-97. Acesso em: 27 jun. 2020.

LIMA-NETO, V. Um estudo da emergência de gêneros no Facebook. Tese (Doutorado em Linguística) – Programa de pós-graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12573. Acesso em: 26 de jun. 2020.

LIMA-NETO, V.; OLIVEIRA, E. G. Memes no Facebook: letramento crítico na escola pública a partir do humor. PERIFERIA (DUQUE DE CAXIAS), v. 11, p. 33-53, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36445. Acesso em: 26 jun. 2020.

LIMA, S. de C. Atividades online na formação de professores de inglês a distância. Revista Intersaberes, v.13, n. 29, p. 280-290, 2018. http://dx.doi.org/10.22169/revint.v13i29.1428

LIMA, S. de C. Ensino de línguas mediado por computador: um estudo das propostas de atividades online para o ensino da compreensão e produção oral em língua inglesa. 2012. 141f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2012. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8252. Acesso em: 25 de jun. 2020.

LIMA, S. de C. Letramentos e atividades on-line em Ambiente Virtual de Aprendizagem. 2009. 126f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2009. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8835. Acesso em: 25 de jun. 2020.

LIMA, S. de C. Uso de tecnologias digitais para o Ensino a Distância da compreensão e produção oral em língua inglesa por computador/WEB. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte-MG, v. 13, n. 3, p. 853-876, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-63982013005000010. Acesso em: 25 de jun. 2020.

LIMA, S. de C.; ARAÚJO, J. C. R. de. Propostas de atividades para promoção da interação aluno/computador no ensino da compreensão e produção oral em língua inglesa na educação a distância. Veredas - Revista de Estudos Linguísticos, Juiz de Fora (MG), v. 20, n. 1, p. 59-70, 2016. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51520. Acesso em: 25 de jun. 2020.

LUCENA, H. M. A.; PONTES, V. M. A. O meme no ensino de língua portuguesa do ensino médio. TICs & EaD em Foco, São Luís, v. 4, n. especial, nov. 2018.

MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006a.

MOITA LOPES, L. P. Uma linguística aplicada mestiça e ideológica: interrogando o campo como linguista aplicado. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006b. p. 13-42.

MOITA LOPES, L. P. Gênero, sexualidade, raça em contextos de letramentos escolares. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Linguística aplicada na modernidade recente: festschrift para Antonieta Celani. 1 ed. São Paulo: Parábola, 2013. p. 227-248.

PAIVA, V. L. M. de O. e. A linguagem dos emojis. Trab. linguist. apl., Campinas, v. 55, n. 2, p. 379-40, ago. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/010318134955176321. Acesso em: 26 jul. 2020.

PENNYCOOK, A. Uma linguística aplicada transgressiva. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 67-83.

PENNYCOOK, A. Applied Linguistics as epistemic assemblage. AILA review, v. 31, n. 1, p. 113-134, 2018.

RECUERO, R.; GRUZD, A. Cascatas de Fake News Políticas: um estudo de caso no Twitter. Galáxia (São Paulo), São Paulo, n. 4, p. 31-47, Aug. 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1982-25542019239035. Acesso em: 25 jun. 2020.

ROJO, R. H. R. Fazer linguística aplicada em perspectiva sócio-histórica: privação sofrida e leveza de pensamento. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 253-274.

ROJO, R. H. R. Pedagogia dos multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, Roxane Helena Rodrigues; MOURA, Eduardo (Org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012, p. 11-32.

ROJO, R. H. R.; BARBOSA, J. M. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

SILVA, A. A. Memes virtuais: gênero do discurso, dialogismo, polifonia e heterogeneidade enunciativa. Revista Travessias, v. 10, n. 3, p. 341-361, 2016.

SILVA, G. M.; LIMA, S. de C. O ensino-aprendizagem da entrevista de emprego em língua inglesa em curso técnico de nível médio. Revista Polyphonía, v. 30, n. 1, 30 ago. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.5216/rp.v30i1.60191. Acesso em: 25 de jun. 2020.

SOARES, K. R. B.; LIMA, S. de C. O uso do Duolingo no ensino de língua inglesa em curso técnico de nível médio integrado. LínguaTec, v. 4, p. 158-170, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.35819/linguatec.v4.n1.a3462. Acesso em: 25 de jun. 2020.

THE NEW LONDON GROUP. A pedagogy of multiliteracies: designing social futures. Harvard Educational Review, v. 66, n. 01, p. 60-92, spring, 1996.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 2ª edição. Tradução, notas e glossário de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2018.

Publicado

2020-08-22

Como Citar

LIMA, S. de C.; MENDES, E. de S. S. . Whatsapp e fake news no ensino de língua inglesa em uma escola pública do interior do estado do Ceará. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 13, n. 2, p. 182–200, 2020. DOI: 10.35699/1983-3652.2020.24889. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/24889. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia