Ensino integrado em Saúde e prática interprofissional

uma experiência na graduação

Palavras-chave: Ensino integrado, Formação interdisciplinar, Prática interprofissional, Saúde Pública

Resumo

O presente trabalho tem como finalidade descrever a experiência do ensino integrado em saúde nas práticas acadêmicas em uma universidade pública do estado de Alagoas. Como forma de exemplificar a estratégia utilizada por essa instituição de ensino superior para favorecer o ensino e a formação interdisciplinar, bem como as práticas interprofissionais envolvidas, o artigo apresenta um relato de experiência que aconteceu nos anos de 2017 e 2018 em disciplinas específicas ofertadas para os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Essa experiência possibilitou a vivência da prática interprofissional na formação em saúde e a elaboração de planos de ação como proposta de intervenção – considerando as complexidades das comunidades visitadas –, além da construção do conhecimento de forma coletiva. Isso pôde reforçar o trabalho no campo da saúde pública, que necessita de profissionais que saibam trabalhar em equipe e interagir com as diferentes formações, especialidades e especificidades.

Biografia do Autor

John Victor dos Santos Silva, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), Maceió, AL, Brasil.

Acadêmico do curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Integrante do Grupo de pesquisa “Ensino, Saúde e Sociedade”, vinculado ao CNPq.

Claudio José dos Santos Júnior, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), Maceió, AL, Brasil.

Acadêmico do curso de Medicina da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Integrante do Grupo de pesquisa “Ensino, Saúde e Sociedade”, vinculado ao CNPq.

Mara Cristina Ribeiro, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), Maceió, AL, Brasil.

Terapeuta Ocupacional, mestre e doutora pela Universidade de São Paulo (USP). Pró-reitora estudantil e professora titular da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL). Líder do grupo de pesquisa “Ensino, Saúde e Sociedade”, vinculado ao CNPq.

Referências

ALVARENGA, José da Paz Oliveira et al. Multiprofissionalidade e interdisciplinaridade na formação em saúde: vivências de graduandos no estágio regional interprofissional. Revista de Enfermagem – UFPE, Recife, v. 7, n. 10, p. 5944-5955, out. 2013. DOI: 10.5205/reuol.4377-36619-1-ED.0710201315. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/12221/14816. Acesso em: 10 jul. 2019.

ARAÚJO, Dolores; GOMES DE MIRANDA, Maria Claudina; BRASIL, Sandra L. Formação de profissionais de saúde na perspectiva da integralidade. Revista Baiana de Saúde Pública, Salvador, v. 31, supl. 1, p. 20-31, jun. 2014. Disponível em: http://pesquisa.bvsalud.org/bvsvs/resource/pt/int-2303?lang=pt. Acesso em: 10 jul. 2019.

AZEVEDO, Adriana Barin de; PEZZATO, Luciane Maria; MENDES, Rosilda. Formação interdisciplinar em saúde e práticas coletivas. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 41, n. 113, p. 647-657, abr./jun. 2017. DOI: 10.1590/0103-1104201711323. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v41n113/0103-1104-sdeb-41-113-0647.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

BALDOINO, Aline Silva; VERAS, Renata Meira. Análise das atividades de integração ensino-serviço desenvolvidas nos cursos de saúde da Universidade Federal da Bahia. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 50, n. esp., p. 17-24, jan./dez. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000300003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v50nspe/pt_0080-6234-reeusp-50-esp-0017.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

BATISTA, Nildo Alves. Educação interprofissional em saúde: concepções e práticas. Caderno FNEPAS, Rio de Janeiro, v. 2, n. 1, p. 25-28, jan. 2012. Disponível em: http://www.fnepas.org.br/artigos_caderno/v2/educacao_interprofissional.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

BEZERRA, José Gutembergue de Vasconcelos; DE AZEVEDO, Cristina Camelo; SAMPAIO, Josineide Francisco. Desafios da formação para o trabalho interprofissional no contexto da reabilitação. Revista Portal: Saúde e Sociedade, Maceió, v. 3, n. 1, p. 680-693, jan./abr. 2018. Disponível em: http://www.seer.ufal.br/index.php/nuspfamed/article/view/4196/3716. Acesso em: 10 jul. 2019.

CARPES, Adriana Dornelles et al. A construção do conhecimento interdisciplinar em saúde. Disciplinarum Scientia Saúde, Santa Maria, v. 13, n. 2, p. 145-151, maio/ago. 2016. Disponível em: https://www.periodicos.unifra.br/index.php/disciplinarumS/article/view/999/943. Acesso em: 10 jul. 2019.

COSTA, Marcelo Viana da. A educação interprofissional no contexto brasileiro: algumas reflexões. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 20, n. 56, p. 197-198, jan./mar. 2016. DOI: 10.1590/1807-57622015.0311. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2016.v20n56/197-198/pt. Acesso em: 10 de jul. 2019.

EMMI, Danielle Tupinambá; SILVA, Daiane Maria Cavalcante da; BARROSO, Regina Fátima Feio. Experiência do ensino integrado ao serviço para formação em saúde: percepção de alunos e egressos de Odontologia. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 22, n. 64, p. 223-236, jan./mar. 2017. DOI: 10.1590/1807-57622016.0655. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2018.v22n64/223-236/pt. Acesso em: 10 de jul. 2019.

FARIAS, Danyelle Nóbrega et al. Interdisciplinaridade e interprofissionalidade na Estratégia Saúde da Família. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, p. 141-161, jan./abr. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sol00098. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tes/v16n1/1678-1007-tes-1981-7746-sol00098.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

FERLA, Alcindo Antonio; CECCIM, Ricardo Burg. Interprofissionalidade em saúde: experiências e desafios. Saúde em Redes, Porto Alegre, v. 3, n. 4, p. 307-309, jan./abr. 2017. DOI: http://dx.doi. org/10.18310/2446-4813.2017v3n4p.307-309. Disponível em: http://revista.redeunida.org.br/ojs/index.php/rede-unida/article/view/1700/218. Acesso em: 10 jul. 2019.

IGLÉSIAS, Alessandro Giraldes; BOLLELA, Valdes Roberto. Integração curricular: um desafio para os cursos de graduação da área da Saúde. Medicina, Ribeirão Preto [online], v. 48, n. 3, p. 265-272, maio/jun. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v48i3p265-272. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/104318/102966. Acesso: 10 jul. 2019.

LAMERS, Juliana Maciel de Souza; TOASSI, Ramona Fernanda Ceriotti. Perspectivas para a formação dos profissionais da saúde: educação interprofissional em foco. Saberes Plurais: Educação na Saúde, Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 34-42, 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/saberesplurais/article/view/75663/49184. Acesso em: 10 jul. 2019.

MERCER, Hugo. Interprofissionalidade e ousadia: sobre “Conexões e fronteiras da interprofissionalidade: forma e formação”. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 22, supl. 2, p. 1757-1759, jan./mar. 2018. DOI: 10.1590/1807-57622018.0488. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2018.v22suppl2/1757-1759/pt. Acesso em: 10 jul. 2019.

PARO, César Augusto; PINHEIRO, Roseni. Interprofissionalidade na graduação em Saúde Coletiva: olhares a partir dos cenários diversificados de aprendizagem. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 22, supl. 2, p. 1577-1588, jan./mar. 2018. DOI: 10.1590/1807-57622017.0838. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2018.v22suppl2/1577-1588/pt. Acesso em: 10 jul. 2019.

PEDUZZI, Marina et al. Educação interprofissional: formação de profissionais de saúde para o trabalho em equipe com foco nos usuários. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 47, n. 4, p. 977-983, 2013. DOI: 10.1590/S0080-623420130000400029. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v47n4/0080-6234-reeusp-47-4-0977.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

PEDUZZI, Marina. O SUS é interprofissional. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 20, n. 56, p. 199-201, jan./mar. 2016. DOI: 10.1590/1807-57622015.0383. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2016.v20n56/199-201/en. Acesso em: 10 jul. 2019.

PEREIRA, Márcio Florentino. Interprofissionalidade e saúde: conexões e fronteiras em transformação. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 22, supl. 2, p. 1753-1756, jan./mar. 2018. DOI: 10.1590/1807-57622018.0469. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2018.v22suppl2/1753-1756/pt. Acesso em: 10 jul. 2019.

SANTOS JUNIOR, Claudio José dos et al. Medical education and training in the expanded and multidimensional perspective: considerations about a teaching-learning experience. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 43, n. 1, p. 72-79, jan./mar. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v43n1rb20180141. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022019000100072&lng=en&nrm=iso. Acesso: 5 out. 2019.

SILVA, John Victor dos Santos; RIBEIRO, Mara Cristina. O docente de Enfermagem e sua percepção sobre as ações integrativas na Saúde e na formação interprofissional. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 245-261, jul./dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.35699/2237-5864.2018.2464. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2464/1468. Acesso em: 5 out. 2019.

VELLOSO, Marta Pimenta et al. Interdisciplinaridade e formação na área de saúde coletiva. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 257-271, jan./abr. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sip00097. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tes/v14n1/1981-7746-tes-14-01-0257.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

Publicado
2019-12-17
Como Citar
SILVA, J. V. DOS S.; SANTOS JÚNIOR, C. J. DOS; RIBEIRO, M. C. Ensino integrado em Saúde e prática interprofissional. Revista Docência do Ensino Superior, v. 9, p. 1-14, 17 dez. 2019.
Edição
Seção
Artigos