A reinvenção de um gesto

o desenho e suas origens

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-2046.2024.47874

Palavras-chave:

Dibutades, Desenho, Sombras, Projeção

Resumo

Esse artigo revisita a lenda de Dibutades contada por Plínio, o Velho a partir da perspectiva da linguagem do desenho, procurando analisar os principais elementos fundadores dessa história, como as sombras, a inscrição, a projeção e suas relações com uma fenomenologia do desenhar. O caminho que transforma a lenda de origem da pintura em lenda da origem do desenho, ao mesmo tempo que reforça o seu caráter mítico, prepara a autonomia do desenho na arte.

Referências

BISCHOFF, Ulrich. Eduard Munch. Taschen, Paris, 1993.

DUBOIS, Philippe. L’acte photographique. Paris: Nathan, 1990.

ELIADE, Mircea. Mito e Realidade. Editora Perspectiva, São Paulo, 1972.

FRESNAULT-DERUELLE, Pierre. Le reflet opaque: le revenant, la mort, le diable (petite iconologie de l’ombre portée), in Semiotica, vol. 79, 1990, p. 148.

GOMBRICH. E. H. Ombres Portées: leur représentation dans l’art occidental. Edições Gallimard, Paris, 1996.

Referência suprimida para fins de avaliação do artigo.

Referência suprimida para fins de avaliação do artigo.

HAAS, Patrick de. Entre projectile et projet: aspects de la projection dans les années vingt. In: Projections: les transports de l’image. Editora Hazan, 1997.

HUTTER, Heribert. Drawing: history and technique. Thames and Hudson, Londres, 1968.

KAUFMANN, Thomas da Costa. The Perspective of Shadows: the history of the theory of shadow projection, in Journal of the Warburg an Courtald Institutes, vol. 38, 1975, pp. 258-287.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Phenomenologie de la perception. Edições Gallimard, Paris,1998.

PLÍNIO, o Velho. The Natural History. John Bostock, M.D., F.R.S. H.T. Riley, Esq., B.A. London. Taylor and Francis, Red Lion Court, Fleet Street. 1855. (http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.02.0137%3Abook%3D35%3Achapter%3D43)

ROSAND, David. Drawing Acts: studies in graphic expression and representation. Cambridge University Press, 2002.

ROSEBLUM, Robert. The Origin of Painting: A Problem in the Iconography of Romantic Classicism, in The Art Bulletin, Vol. 39, No. 4, Dec., 1957, pp. 279-290.

STOICHITA, Victor. Short History of Shadows. Reaktion Books, Londres, 1997.

VÁLERY, Paul. Degas Dance Dessin. Edições Gallimard, Paris, 1983.

Downloads

Publicado

2024-04-01 — Atualizado em 2024-05-13

Versões

Como Citar

GONÇALVES, F. R. A reinvenção de um gesto: o desenho e suas origens. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 30, p. 233–246, 2024. DOI: 10.35699/2238-2046.2024.47874. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/47874. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Seção aberta