A convergência tecnológica e digital, o ensino remoto emergencial e os alunos com TDAH que frequentam os anos finais do ensino fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/1983-3652.2021.25043

Palavras-chave:

TDAH, Educação inclusiva, Convergência digital, COVID-19

Resumo

Este artigo contempla algumas práticas educacionais inclusivas que permeiam a cibercultura voltadas para alunos com NEE (Necessidades Educacionais Especiais), dando ênfase aos alunos com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) que frequentam os anos finais do Ensino Fundamental. O objetivo é mostrar alguns recursos digitais que podem incentivar estes alunos a ler e escrever a partir da educação remota. Ao abordar algumas especificidades e contribuições do letramento digital no processo de ensino/aprendizagem e sua relação com um mundo que está passando, simultaneamente, por uma pandemia causada pela COVI-19 e por uma progressiva convergência tecnológica, concluímos que a maioria das ferramentas digitais e apps não foi desenvolvida propriamente para o uso de alunos com TDAH que frequentam os anos finais do Ensino Fundamental. Contudo, observamos que, diante de uma intervenção adequada, alguns recursos tecnológicos podem ser úteis e facilitar o ensino/aprendizagem e a vida destes alunos. Este estudo será guiado pelas pesquisas realizadas por alguns estudiosos das áreas de leitura e alfabetização, educação mediada pela tecnologia, educação especial e educação inclusiva tais como Alexander e Fox (2004); Amorim (2010); Antunes (2001); Borges a al (2012); Coscarelli (2005); Menezes (2019); Neto et al (2018) e Rojo (2012; 2013), como também por estudiosos que se interessam em pesquisar os Transtornos Funcionais Específicos (TFEs), tais como; Andrade e Vasconcelos (2018); Gonçalves (2019); Lopes (2011); Paín (1985); Ribeiro (2005); Rohde e Benczik (1999), entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sineide Gonçalves, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Estudos Linguísticos na área de Linguística Teórica e Descritiva, Linha de Pesquisa: Estudos da Língua em Uso pelo POSLIN/UFMG, desenvolvendo projeto no campo da Intercorporealidade em interface com a Sociolinguística Interacional e a Prosódia. Mestre em Estudos da Linguagem pela UFOP/Universidade Federal de Ouro Preto. Graduada em Letras, com licenciatura plena em Língua Portuguesa, Inglês e suas respectivas literaturas pela Faculdade Santa Rita/FASAR. Especialista em Mídias na Educação (UFSJ); Especialista em Metodologia de Ensino da Educação Superior e MBA em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Internacional/UNINTER; Extensão Universitária em Fundamentos da Educação para Jovens, Adultos Idosos/EJA pela UNICAMP e Formação de Mediadores da Leitura pela UFC; Participante do Grupo de Pesquisa - Dialetologia e Sociogeolinguística - GPDS-UFOP e do Grupo de Pesquisa ICMI/Intercultural Communication in Multimodal Interaction que desenvolve o projeto Comunicação (Inter)Cultural em Interação: Expansão e Diversificação do Corpus do NUCOI/Núcleo de Estudos de Comunicação (Inter)Cultural em Interação (UFMG).

Bárbara Eduarda Barbosa Ferreira, Universidade Federal de Ouro Preto

 

 

Referências

ALEXANDER, Patricia A.; FOX, Emily. A Historical Perspective on Reading Research and Practice. In: RUDDELL, Robert B.; UNRAU, Norman J. (Org.). Theoretical Models and Processes of Reading. 5. ed. DE: International Reading Association, 2004. v. 1. p. 33–68. DOI: 10.1598/0872075028.2. Disponível em: http://www.reading.org/publications/bbv/books/bk502/abstracts/bk502-2-Alexander.html. Acesso em: 26 abr. 2021.

ANDRADE, Paula Faria Souza Mussi de; VASCONCELOS, Marcio Moacyr. Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade. Resid Pediatr., v. 8, n. 1, 2018. DOI: 10.25060/residpediatr-2018.v8s1-11. Disponível em: https://residenciapediatrica.com.br/detalhes/344/transtorno%5C%20do%5C%20deficit%5C%20de%5C%20atencao%5C%20com%5C%20hiperatividade.

ANTUNES, Celso. Glossário de bolso para educadores. Petrópolis: Vozes, 2001.

BEHAR, Patrícia A. Artigo: O Ensino Remoto Emergencial e a Educação a Distância – Coronavírus. [S.l.: s.n.], 2020. Disponível em: https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/artigo-o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/. Acesso em: 26 abr. 2021.

BORGES, Vládia Cabral. Are ESL/EFL Software Programs Effective for Language Learning? Ilha do Desterro A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, v. 0, n. 66, p. 019, jul. 2014. DOI: 10.5007/2175-8026.2014n66p19. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/desterro/article/view/2175-8026.2014n66p19. Acesso em: 27 abr. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: [s.n.], 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria Ministerial nº 555, de 5 de junho de 2007, prorrogada pela Portaria nº 948, de 09 de outubro de 2007. [S.l.]: Ministério da Educação, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf.

CARVALHO, Fabrícia Bignotto de; CRENITTE, Patrícia Abreu Pinheiro; CIASCA, Sylvia Maria. Distúrbios de aprendizagem na visão do professor. Revista Psicopedagógica, v. 24, n. 75, p. 229–239, 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psicoped/v24n75/v24n75a03.pdf.

CASATTI, Denise. Um guia para sobreviver à pandemia do ensino remoto. [S.l.: s.n.]. Disponível em: https://icmc.usp.br/noticias/4917. Acesso em: 26 abr. 2021.

COSCARELLI, Carla Vianna. Multiletramentos e empoderamento na educação. In: FERRAZ, Obdala (Org.). Educação, (multi)letramentos e tecnologias: tecendo redes de conhecimento sobre letramentos, cultura digital, ensino e aprendizagem na cibercultura. Salvador: EDUFBA, 2019. p. 61–78.

COSCARELLI, Carla Vianna; RIBEIRO, Ana Elisa. Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

COSTA, Camila Rodrigues et al. Estratégias de Ensino e Recursos Pedagógicos para o Ensino de Alunos com TDAH em Aulas de Educação Física. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 21, n. 1, p. 111–126, mar. 2015. DOI: 10.1590/S1413-65382115000100008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-65382015000100111&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 27 abr. 2021.

DALBERIO, Maria Célia Borges; PEREIRA, Helena de Ornellas Sivieri; AQUINO, Orlando Fernández. Inclusão versus integração: a problemática das políticas e da formação docente. Revista Iberoamericana de Educación, v. 59, n. 3, p. 1–11, jul. 2012. DOI: 10.35362/rie5931376. Disponível em: https://rieoei.org/RIE/article/view/1376. Acesso em: 26 abr. 2021.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo, SP: Cortez Editora, 1995.

FURTADO, José Afonso. Os livros e as leituras: novas ecologias da informação. Lisboa: Livros e Leituras, 2000.

GEE, James Paul. The anti-education era: creating smarter students through digital learning. New York City: Palgrave Macmillan, 2013.

GIRAFA, Lucia Maria Martins et al. (Re)invenção pedagógica? Reflexões acerca do uso de tecnologias digitais na educação. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2012.

GONÇALVES, Valdirene Luiz. A inclusão de estudantes com TDAH nas turmas de ensino regular: a experiência de um Centro de Ensino Fundamental do Distrito Federal. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, v. 6, n. 1, p. 43–52, 2019. Disponível em: http://www.periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/478. Acesso em: 26 abr. 2021.

GOULART, Cecília. Letramento e novas tecnologias: questões para a prática pedagógica. In:

COSCARELLI, Carla Viana; RIBEIRO, Ana Elisa (Org.). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: CEALE; Autêntica, 2011. p. 41–58.

LOPES, Maria da Luz C. Inclusão, Ensino e Aprendizagem do aluno com TDAH. 2011. Monografia de Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão – Universidade de Brasília, Brasília.

MARKOFF, John. Entrepreneurs See a Web Guided by Common Sense. New York Times, nov. 2006. Disponível em: https://www.nytimes.com/2006/11/12/business/12web.html.

MELO, José M.; TOSTA, Sandra P. Mídia e Educação. Belo Horizonte: Ed. Autêntica, 2008.

MENEZES, Vera. Tecnologias digitais no ensino de línguas: passado, presente e futuro. Revista da ABRALIN, ago. 2019. DOI: 10.25189/rabralin.v18i1.1323. Disponível em: https://revista.abralin.org/index.php/abralin/article/view/1323. Acesso em: 26 abr. 2021.

OLIVEIRA, Dalila Andrade; VIEIRA, Lívia Maria Fraga; DUARTE, Adriana Maria Cancella (Org.) Trabalho docente em tempos de pandemia – Relatório Técnico. Belo Horizonte, 2020. p. 01–24. Disponível em: http://abet-trabalho.org.br/wp-content/uploads/2020/07/cnte_relatorio_da_pesquisa_covid_gestrado_v02.pdf.

PAÍN, Sara. Diagnóstico e tratamento dos problemas de aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985.

RIBEIRO, Ana Elisa. Ler na tela – Letramento e novos suportes de leitura e escrita. In: COSCARELLI, Carla Viana; RIBEIRO, Ana Elisa (Org.). Letramento digital: Aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2005.

ROHDE, Luis Augusto P. Transtorno de deficit de atencãao hiperatividade: o que e? como ajudar? Porto Alegre: Artes Medicas Sul, 1999.

ROJO, Roxane. Gêneros discursivos do Círculo de Bakhtin e multiletramentos. In: ROJO, Roxane (Org.). Escol@ Conectada: Os multiletramentos e as TDICS. São Paulo: Parábola, 2013. p. 13–36.

ROJO, Roxane. Pedagogia dos multiletramentos. Edição: Escrevendo o futuro. [S.l.: s.n.], 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=IRFrh3z5T5w.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. Letramentos, mídias, linguagens. São Paulo: Parábola Editorial, 2019.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo (Org.) (Org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola, 2012.

SILVA NETO, Antenor De Oliveira et al. Educação inclusiva: uma escola para todos. Revista Educação Especial, v. 31, n. 60, p. 81, mar. 2018. DOI: 10.5902/1984686X24091. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/24091. Acesso em: 26 abr. 2021.

SINTOMAS TDAH Tipo Desatento - Distração lentificação esquecimentos. [S.l.: s.n.]. Disponível em: https://dda-deficitdeatencao.com.br/tdah-sintomas/sintomas-tdah-tipo-desatento-distraido.html. Acesso em: 27 abr. 2021.

SOARES, Magda. Práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educação e Sociedade, v. 23, n. 81, p. 143–160, 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v23n81/13935.pdf. Acesso em: 26 abr. 2021.

STAINBACK, Susan Bray; STAINBACK, William C. Inclusão um guia para educadores. Porto Alegre, RS: Artmed, 1999.

TORI, Romero. Educação sem Distância. São Paulo: Editora Senac, 2010.

Downloads

Publicado

2021-04-29

Como Citar

GONÇALVES, S.; FERREIRA, B. E. B. A convergência tecnológica e digital, o ensino remoto emergencial e os alunos com TDAH que frequentam os anos finais do ensino fundamental. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, Belo Horizonte-MG, v. 14, n. 1, p. e25043, 2021. DOI: 10.35699/1983-3652.2021.25043. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/25043. Acesso em: 21 jun. 2021.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia