A Inserção Profissional de um Professor de Física

  • Juarez Melgaço Valadares Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais / UFMG
  • Alberto Villani Instituto de Física - USP
Palavras-chave: Professor novato, ensino de Física, saberes profissionais, políticas públicas.

Resumo

Nosso objetivo com este trabalho foi compreender o percurso de um professor de Física que, a despeito de sua inserção numa escola em que os professores encontravam-se resistentes a inovações curriculares, conduziu seu ensino apoiado em práticas alternativas. Tal cenário foi marcado pela implantação de uma política educacional, a Escola Plural, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Para a nossa análise, utilizamos o conceito de intermediário, retirado da teoria psicanalítica de René Kaës. Acreditamos que esse ensaio possa trazer contribuições tanto no que se refere às descontinuidades existentes entre a formação inicial e a inserção profissional, quanto na compreensão das práticas que se efetivam nas escolas em função das mudanças nas diretrizes educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juarez Melgaço Valadares, Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais / UFMG
Departamento de Métodos e Técnicas de EnsinoEnsino de Física
Alberto Villani, Instituto de Física - USP
Programa de Pós-graduação Interunidades
Publicado
2016-04-28
Como Citar
Valadares, J. M., & Villani, A. (2016). A Inserção Profissional de um Professor de Física. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 16(1), 35-55. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4336
Seção
Artigos