Treinamento de habilidades por simulação no desenvolvimento de competências de estudantes de Enfermagem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.38545

Palavras-chave:

Educação em Enfermagem, Estudantes de Enfermagem, Pesquisa em Educação de Enfermagem, Treinamento por Simulação, Educação Baseada em Competências, Competência Clínica

Resumo

Objetivos: identificar as contribuições do treinamento de habilidades como estratégia pedagógica para o desenvolvimento de competências na formação de estudantes de enfermagem. Método: pesquisa qualitativa, do tipo exploratório-descritiva, ancorando-se na concepção de pedagogia crítica freireana. O cenário do estudo foi uma disciplina do curso de graduação em enfermagem de uma universidade pública do sul do Brasil, especificamente no laboratório de práticas de enfermagem, com estudantes do curso de graduação de enfermagem matriculados na disciplina pesquisada no semestre de coleta, constituindo uma amostra por conveniência. Os dados foram coletados em 2019, ao término do treinamento de habilidades dos estudantes, por meio de questionário composto por questões abertas. O corpus de análise foi submetido a proposta operativa de Minayo, seguindo as etapas de pré-análise, exploração do material, tratamento dos resultados obtidos e interpretação. Resultados: vinte e cinco estudantes concordaram em participar do estudo. Os resultados compreenderam três categorias: i) Treinamento de habilidades como estratégia para desenvolver a criticidade no aprendizado; ii) O aprendizado a partir do conhecendo a si mesmo e reconhecendo sentimentos que emergiram durante a experiência; iii) Contribuições para o desenvolvimento de competências a partir de um processo dialógico. Conclusão: o treinamento de habilidades oportuniza o desenvolvimento de destreza e domínio de procedimentos técnicos antes das práticas clínicas e contribui com o processo formativo de estudantes de enfermagem, mediante o desenvolvimento de competências. Destaca-se a postura pedagógica  acolhedora e receptiva das professoras, contribuindo para uma experiência positiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Freire P. Educação e mudança. 23 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2011.

Freire P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2019.

Smart D, Ross K, Carollo S, Williams-Gilbert W. Contextualizing instructional technology to the demands of Nursing education. CIN: Computers, Informatics, Nursing. 2020[citado em 2021 jul. 12];38(1):18-27. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1097/CIN.0000000000000565

Carvalho DPSRP, Vitor AF, Cogo ALP, Bittencourt GKGD, Santos VEP, Ferreira Júnior MA. Measurement of general critical thinking in undergraduate nursing students: experimental study. Texto & contexto enferm. 2020[citado em 2022 jan. 12];29:e20180229. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1980-265x-tce-2018-0229

Oliveira SN, Prado ML, Kempfer SS. Utilização da simulação no ensino da Enfermagem: revisão integrativa. REME rev. min. enferm. 2014[citado em 2022 jan. 15];18(2):487-95. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140036

Brazil. Departamento de educação. Diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em Enfermagem. 2001[citado em 2022 jan. 18]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf

Fukada M. Nursing competency: definition, structure and development. Yonago acta med. 2018[citado em 2022 jan. 02];61(1):1–7. Disponível em: https://www.jstage.jst.go.jp/article/yam/61/1/61_2018.03.001/_article/-char/ja/

Silveira MSC, Petersen AL. Contribuições das tecnologias educacionais digitais no ensino de habilidades de Enfermagem: revisão integrativa. Rev. Gaúcha Enferm. 2017[citado em 2022 abr. 03];38(2):e66204. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2017.02.66204

Minayo MCS. Amostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias. Revista Pesquisa Qualitativa. 2017[citado em 2022 jan. 23];5(7):1-12. Disponível em: https://editora.sepq.org.br/rpq/article/view/82/59

Souza VRS, Marziale MHP, Silva GTR, Nascimento PL. Translation and validation into Brazilian Portuguese and assessment of the COREQ checklist. Acta Paul Enferm. 2021[citado em 2022 jun. 02];34:eAPE02631. Disponível em: https://doi.org/10.37689/acta-ape/2021AO02631

Bellaguarda ML, Knihs NS, Canever BP, Tholl AD, Alvarez AG, Teixeira GC. Realistic simulation as a teaching tool in critical situation communication in palliative care. Esc. Anna Nery Rev. Enferm. 2020[citado em 2022 jan. 25];24(3):e20190271. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2019-0271

Magnago TSBS, Silva JS da, Lanes TC, Dal Ongaro J, Luz EMF da, Tuchtenhagen P, et al. Simulação realística no ensino de segurança do paciente: relato de experiência. Rev. enferm. UFSM. 2020[citado em 2021 maio 01];10:e13. Disponível em: https://doi.org/10.5902/2179769236616

Owen MI, Garbett M, Coburn CV, Amar AF. Implementation of deliberate practice as a simulation strategy in Nursing education. Nurse educ. 2017[citado em 2022 jan. 14];42(6):273-274. Disponível em: https://doi.org/10.1097/NNE.0000000000000371

Oermann MH. Use of deliberate practice in teaching in Nursing. Nurse educ. today. 2015[citado em 2022 jan. 14];35(4):535-536. Disponível em: https//doi.org/10.1016/j.nedt.2014.11.007

Gholamzadeh S, Khastavaneh M, Khademian Z, Ghadakpour. The effects of empathy skills training on Nursing students’ empathy and attitudes toward elderly people. BMC Med Educ. 2018[citado em 2022 jun. 01];198(18). Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12909-018-1297-9

Montes LG, Rodrigues CIS, Azevedo GR. Assessment of feedback for the teaching of Nursing practice. Revista bras. enferm. 2019[citado em 2021 jul. 13];72(3):663-670. Disponível em: https//doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0539

Santos CM, Kroeff RFS. A contribuição do feedback no processo de avaliação formativa. Revista Multidisciplinar em Educação. 2018[citado em 2022 fev. 12];5(11):20-39. Disponível em: http//doi.org/10.26568/2359-2087.2018.2776

Canever BP, Prado ML, Gomes DC, Backes VMS. Self-knowledge of health teachers: a qualitative exploratory study. Nurse educ. today. 2018[citado em 2022 jan. 15];65(1):54-59. Disponível em: https// 10.1016/j.nedt.2018.02.035

Lee J, Lee H, Kim S, Choi M, Ko IS, Bae JY, et al. Debriefing methods and learning outcomes in simulation Nursing education: A systematic review and meta-analysis. Nurse educ. today. 2020[citado em 2022 jun. 02];87(1):104345. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.nedt.2020.104345

Martin JCA. Aprendizagem e desenvolvimento em contexto de prática simulada. Rev. Enferm. 2017[citado em 2022 jun. 02];4(12):155-62. Disponível em: https://doi.org/10.12707/RIV16074

Bortolato-Major C, Arthur JP, Mattei AT, Mantovani MF, Feliz JVC, Boostel R. Contributions of the simulation for undergraduate Nursing students. Rev. enferm. UFPE on line. 2018[citado em fev. 02];12(6):1751-62. Disponível em: http//doi.org/10.5205/1981-8963-v12i6a230633p1751-1762-2018

Hirsch CD, Barlem ELD, Almeida LK, Tomaschewski-Barlem JG, Lunardi VL. Fatores percebidos pelos acadêmicos de Enfermagem como desencadeadores do estresse no ambiente formativo. Texto & contexto enferm. 2018[citado em 2021 fev. 03];27(1):e0370014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tce/a/KTNJLpSq7X73DGkf6zzkVpf/?format=pdf&lang=pt

Knihs NS, Girondi JBR, Nascimento KC, Amante LN, Bellaguarda MLR, Sebold LF, Alvarez AG, Silva AM. Planning and development of empathic educational pedagogical practice in the process of death and dying: a pilot test. Journal of Nursing Education and Practice. 2021[citado em 2022 maio 06];11(10). Disponível em: https://doi.org/10.5430/jnep.v11n10p63

Robbins DE. The effect of hands-on practice on the skills proficiency of Nursing home nurses. International Journal of Studies in Nursing. 2020[citado em 2022 jan. 28];5(1):39-59. Disponível em: http://doi.org/10.20849/ijsn.v5i1.717

Frota MA, Wermelinger MCMW, Vieira LJES, Ximenes NFRG, Queiroz RSM. Ciênc. Saúde Colet. [online]. 2020[citado em 2022 jan. 03];25(1):25-35. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232020251.27672019

Arquivos adicionais

Publicado

2022-09-23

Como Citar

1.
Canever BP, Costa DG da, Magalhães ALP, Gonçalves N, Bellaguarda ML dos R, Prado ML do. Treinamento de habilidades por simulação no desenvolvimento de competências de estudantes de Enfermagem. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 23º de setembro de 2022 [citado 30º de setembro de 2022];26. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/38545

Edição

Seção

Pesquisa