O programa “Roda Viva” e algumas memórias de outrora

Ana Mae Barbosa e o novo paradigma pós-modernista de Arte/Educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.38934

Palavras-chave:

Educomunicação, Arte/Educação, Ana Mae Barbosa, Programa Roda Viva, Memórias

Resumo

Enquanto a Arte/educação modernista liberou o ensino do fazer Arte tradicionalista, o movimento pós-moderno foi refletido e inserido dentro do campo da educação como uma epistemologia que passou a nortear a aprendizagem dos educandos, enfatizando não somente mais os fatores endógenos, afeitos ao modernismo, mas também os fatores exógenos. Partindo de tal pressuposto, o presente artigo visa salientar e defender a ideia de que o programa “Roda Viva” exibido em 1996 e disponível no YouTube como memória registrada, tendo a participação de Ana Mae Barbosa e diversos convidados, foi uma forma cabal de confirmar a passagem do movimento modernista para o pós-modernista, evidenciando não somente mais um único meio democrático como parte fundante na transmissão do saber, no entanto inserindo também o audiovisual como elemento pertencente à esse novo tipo de ensino, além de comprovar a necessidade premente  de tal mídia na formação continuada do Arte/Educador.

Referências

AYER, Maurício (Coordenação editorial). Música nas Montanhas: 40 anos do Festival de Inverno de Campos do Jordão. São Paulo: Santa Marcelina Cultura, 2009.

BACCEGA, Maria Aparecida. Comunicação/educação e a construção de nova variável histórica. In CITELLI, Adílson Odair; COSTA, Maria Cristina Castilho. Educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011.

BARBOSA, Ana Mae. Redesenhando o desenho: educadores, política e história. São Paulo: Cortez, 2015.

_______________. Dilemas da Arte/educação como mediação cultural em namoro com as tecnologias contemporâneas. In BARBOSA, Ana Mae (org.). Arte/educação contemporânea: consonâncias internacionais. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

BREDARIOLLI, Rita Luciana Berti. XIV Festival Campos do Jordão: variações sobre temas de ensino da Arte. Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, (Tese de Doutorado), 2009.

FERRAZ, Maria Heloisa; FUSARI, Maria Rezende. Metodologia do ensino da arte. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação?19.ed. Tradução Rosiska Darcy de Oliveira. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2018.

___________. Pedagogia do oprimido. 50.ed. rev. e atual. Paz e terra, 2011.

IAVELBERG, Rosa. Arte/educação modernista e pós-modernista: fluxos na sala de aula. Porto Alegre: penso, 2017.

JACQUINOT-DELAUNAY, Geneviève. « Éducation et communication à l'épreuve des médias », Hermès, La Revue, vol. 48, no. 2, 2007, pp. 171-178.

KAPLÚN, Mario. Uma pedagogia da comunicação. In APARICI, Roberto. Educomunicação; para além do 2.0. São Paulo; Paulinas, 2014.

OROZCO-GOMEZ, Guilherme. Comunicação, educação e novas tecnologias: tríade do século XXI. In CITELLI, Adílson Odair; COSTA, Maria Cristina Castilho. Educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011.

PEREIRA, Isac dos Santos. Cérebros criativos no mundo das produções audiovisuais de massa? Entretenimento, fãs de animações e possibilidades criativas em artes visuais. 40 Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 6, n. 1, p. 40-66, jan./abr. 2019. http://dx.doi.org/10.22456/2357-9854.89909

SOARES, Ismar de Oliveira. Educomunicação: um campo de mediações. In Citelli, Adílson Odair; Costa, Maria Cristina Castilho. Educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. Paulinas, 2011.

___________________. Caminhos da educomunicação: utopias, confrontações, reconhecimentos. In Aparici, Roberto. Educomunicação; para além do 2.0. Paulinas, 2014a.

________________. Introdução à edição brasileira. A educomunicação na América Latina: apontamentos para uma história em construção. In Aparici, Roberto. Educomunicação; para além do 2.0. Paulinas, 2014b.

Publicado

2022-12-19

Como Citar

PEREIRA, I. dos S. O programa “Roda Viva” e algumas memórias de outrora: Ana Mae Barbosa e o novo paradigma pós-modernista de Arte/Educação. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 267–294, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.38934. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/38934. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos