Práticas educativas ambientais na formação de educadores das infâncias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/1983-3652.2021.25698

Palavras-chave:

Infâncias, Formação, Educadores, Linguagens, Bioecologia

Resumo

Com o foco na perspectiva sistêmica, a formação permanente dos educadores ambientais das infâncias pode apresentar uma relação multidisciplinar potente entre as linguagens e a educação das crianças. O objetivo do estudo é investigar as práticas educativas ambientais de educadores das infâncias e suas perspectivas a partir de experiências em múltiplos contextos e culturas. A pesquisa é qualitativa e tem como base teórica o entrelace de conceitos da Biologia do Conhecer e da Bioecologia do Desenvolvimento Humano. A metodologia adotada foi a Inserção Ecológica, por meio da qual o pesquisador se insere nos espaços formativos para desenhar as oficinas de comunicação e reflexão, que foram inspiradas na Comunicação Não Violenta. Para a análise da produção de informações, utilizamos a ferramenta Sobek. Os resultados evidenciam que as trajetórias educativas são mobilizadas pela possibilidade da conversa(ação). Dessa forma, a contribuição do olhar bioecológico e a proposta experiencial das práticas educativas ambientais influenciam na constituição dos educadores das infâncias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Lima Piske, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, RS, Brasil

Doutoranda e Mestre em Educação Ambiental pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande- PPGEA/FURG. Pedagoga. Especialista em Educação Infantil pela Universidade Federal de Pelotas- UFPel. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior- CAPES. Colaboradora do Centro de Referência em Apoio às Famílias- CRAF/FURG. Integrante do Grupo de Estudos Ecoinfâncias: infâncias, ambientes e ludicidade. Colaboradora do UEADSL: Plataforma de Eventos do Grupo Texto Livre pela Faculdade de Letras da Universidade de Minas Gerais.

Narjara Mendes Garcia, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, RS, Brasil

Licenciada em Pedagogia - Habilitação Educação Infantil. Mestre e Doutora em Educação Ambiental. Professora Adjunta no Instituto de Educação na Universidade Federal do Rio Grande. Líder do Grupo de Pesquisa CNPq Ecoinfâncias. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Educação da Infância - NEPE/ FURG. Coordenadora de Apoio Pedagógico na Secretaria de Educação a Distância - SEaD/ FURG.

Maria Angela Mattar Yunes, Universidade Salgado de Oliveira, Niterói, RJ, Brasil

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica São Paulo. Psicóloga. Professora Associada do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Salgado de Oliveira, Niterói, RJCentro de Referência e Apoio às Famílias e Profissionais Sociais CRAPS/Unilasalle/Universo

Referências

ANDRADE, Ariana Camilo Leovergilio de et al. Editorial. In: 10. ANAIS do Congresso Nacional Universidade EAD e Software Livre. [S.l.: s.n.], 2019. v. 2, p. 1–11. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/ueadsl/article/view/16199. Acesso em: 16 mai. 2013.

BERSCH, Ângela Adriane Schmidt et al. Programa de formação de educadores sociais na promoção da resiliência profissional. Rio Grande: Ed. da FURG, 2019.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente. Lei 8.069 de 13 de julho de 1990. Porto Alegre: Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente: [s.n.]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 2 out. 2020.

BRONFENBRENNER, Urie. A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

BRONFENBRENNER, Urie. Bioecologia do Desenvolvimento Humano: Tornando os Seres Humanos mais Humanos. [S.l.]: Artmed, 2011. Tradução de André de Carvalho-Barreto. Revisão técnica de Silvia Helena-Koller.

CARVALHO, Ana M. A.; PEDROSA, Maria Isabel; ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. Aprendendo Com A Criança De Zero A Seis Anos. [S.l.]: Cortez, 2012.

COUTO, Zélia de Fátima Seibt do. Metadesign Educacional: A autonomia compartilhada como cultura emergente da convivência digital. 2015. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, FURG. Disponível em: https://argo.furg.br/?BDTD10732. Acesso em: 23 ago. 2020.

EPSTEIN, Daniel. Uso do Minerador de Textos Sobek como Ferramenta de Apoio à Compreensão Textual. 2017. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/178332. Acesso em: 27 ago. 2018.

GOMES, Marineide de Oliveira. Formação de professores na educação infantil. 2. ed. São Paulo: [s.n.], 2013.

KOLLER, Sílvia Helena; MORAIS, Normanda Araujo de; SANTOS PALUDO, Simone dos. Inserção

ecológica: um método de estudo do desenvolvimento humano. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2016.

MARTÍN-QUINTANA, Juan Carlos et al. Programas de Educación Parental. Psychosocial Intervention, v. 18, n. 2, p. 57–65, jul. 2009.

MATTE, Ana Cristina Fricke; PISKE, Eliane Lima. Guia prático e reflexivo do uso da internet pelo professor: evento didático. São Carlos: Pedro & João, 2020.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Tradução: José Fernando Campos Fortes. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

MATURANA, Humberto; YÁÑEZ, Ximena Dávila. Habitar humano em seis ensaios de biologia cultural. Tradução: Edson Araújo Cabral. São Paulo: Palas Athena, 2009.

MATURANA, Humberto R.; VARELA, Francisco J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. Tradução: Humberto Mariotti e Lia Diskin. São Paulo: Palas Athena, 2011.

MISSIO, Joana; ARPINI, Dorian Mônica. El juego en la vivencia de calle de los niños: retratos y narraciones a partir de Dibujos-Historias. Sociedad e Infancias, Universidad Complutense de Madrid (UCM), v. 2, n. 0, set. 2018. DOI: 10.5209/soci.59347. Disponível em: https://doi.org/10.5209/soci.59347.

PISKE, Eliane Lima; GARCIA, Narjara Mendes. Congresso Nacional Universidade EAD e Software Livre como contexto educador: o Sulear de Con-sciências. In: 9. ANAIS do Congresso Nacional Universidade, EAD e Software Livre. Belo Horizonte: [s.n.], 2018. v. 1, p. 1–5. Disponível em:

http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/ueadsl/article/view/13838/1125611527. Acesso em: 5 out. 2020.

PISKE, Eliane Lima; NEUWALD, Mariana Costa; GARCIA, Narjara Mendes. Sustentabilidade ambiental, a ética nas e com as relações humanas e as interações afetivas: tríade necessária ás pesquisas em Educação Ambiental. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Lepidus Tecnologia, n. 1, p. 88–101, nov. 2018. DOI: 10.14295/remea.v0i1.8565. Disponível em: https://doi.org/10.14295/remea.v0i1.8565.

PISKE, Eliane Lima; YUNES, Maria Angela Mattar; BERSCH, Angela Adriane et al. Práticas educativas nas instituições de acolhimento sob o olhar das crianças. Revista de Educação Pública, Revista de Educacao Publica, v. 27, n. 66, p. 905, set. 2018. No prelo. DOI: 10.29286/rep.v27i66.3364. Disponível em: https://doi.org/10.29286/rep.v27i66.3364.

PISKE, Eliane Lima; YUNES, Maria Angela Mattar; GARCIA, Narjara Mendes. Ambientes educativos como contextos microssistêmicos para o desenvolvimento humano nas infâncias. Itinerarius Reflectionis, Universidade Federal de Goias, v. 15, n. 3, p. 01–22, nov. 2019. DOI: 10.5216/rir.v15i3.58821. Disponível em: https://doi.org/10.5216/rir.v15i3.58821.

ROSENBERG, Marshall. Comunicação não-violenta: Técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais. Tradução: Mário Vilela. São Paulo: Ágora, 2006.

SILVEIRA, Simone de Biazzi Ávila Batista da et al. Inserção Ecológica: metodologia para pesquisar risco e intervir com proteção. Psicologia da Educação, São Paulo, n. 29, 2009. Disponível em: www.pepsic.bvsalud.org. Acesso em: 23 ago. 2020.

Downloads

Publicado

05-10-2020

Como Citar

PISKE, E. L. .; GARCIA, N. M. .; YUNES, M. A. M. . Práticas educativas ambientais na formação de educadores das infâncias. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 14, n. 1, p. e25698, 2020. DOI: 10.35699/1983-3652.2021.25698. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/25698. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia