Corpo, memória e imaginação

relato de um percurso formativo de educadores da primeira infância em arte-educação no contexto remoto imposto pela COVID-19

Autores

  • Sirlene Giannotti Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
  • Ana Cristina Zimmermann FE-USP e na EEFE-USP https://orcid.org/0000-0002-8566-9613
  • Soraia Chung Saura FE-USP e EEFE-USP

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2021.32939

Palavras-chave:

criatividade, formação de educadores., arte-educação, corporeidade

Resumo

Este artigo trata da experiência na condução de um projeto de formação continuada em serviço para educadores de creches de São Paulo. Com foco nas linguagens expressivas da arte, o projeto ancorou-se em um referencial teórico da fenomenologia de Bachelard e Merleau-Ponty. Realizado em 2020, a formação adaptou-se às circunstâncias especiais da Pandemia Covid-19 e foi conduzido totalmente em ambiente remoto. As vivências registradas em diário de campo configuram documentação singular da trajetória percorrida. A experiência ofereceu elementos consistentes para uma compreensão aprofundada do papel significativo que a memória, o corpo e a imaginação representam na formação dos educadores da primeira infância, ampliando o diálogo entre arte e pedagogia.

Biografia do Autor

Ana Cristina Zimmermann, FE-USP e na EEFE-USP

Professora e Orientadora nos Programas de Pós-Graduação na FE-USP e na EEFE-USP. Integrante do Conselho Ad Hoc de Jogos e Esportes Tradicionais da UNESCO. Realizam pesquisas sobre corporeidade e movimentar-se com ênfase em filosofia e antropologia.

Soraia Chung Saura, FE-USP e EEFE-USP

Professora e Orientadora nos Programas de Pós-Graduação na FE-USP e na EEFE-USP. Integrante do Conselho Ad Hoc de Jogos e Esportes Tradicionais da UNESCO. Realizam pesquisas sobre corporeidade e movimentar-se com ênfase em filosofia e antropologia

Referências

AZEVEDO. Ricardo. Contos de adivinhação. São Paulo: Ática, 2008.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. Seleção de textos Jose Américo Motta Peçanha. São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Coleção Os Pensadores)

BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

BACHELARD, Gaston. A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2018.

BACHELARD, Gaston. A terra e os devaneios da vontade: ensaio sobre a imaginação das forças. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

BACHELARD, Gaston. O ar e os sonhos: ensaio sobre a imaginação do movimento. São Paulo: Martins Fontes, 2001b.

BERTAZZO, Ivaldo. Corpo vivo: Reeducação do Movimento. São Paulo: Sesc São Paulo, 2010.

BOURRIAUD, Nicolas. Radicante: por uma estética da globalização. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

DIAS, Marina Célia Moraes. O Direito da Criança e do Educador à Alegria Cultural. In: DIAS, Marina Célia Moraes; NICOLAU, Marieta Lúcia Machado (org.). Oficinas de sonho e realidade na formação do educador da infância. São Paulo: Papirus. 2003.p. 231-240.

FERREIRA, Paulo Nin. O espírito das coisas: desenhos, assemblagens e brincadeiras na educação infantil. Maceió: Edufal, 2013.

FERREIRA-SANTOS, Marcos; ALMEIDA, Rogério. Aproximações ao imaginário: Bússola de investigação poética. São Paulo: Képos, 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 18. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

FRIEDMANN, Adriana. A vez e a voz das crianças: escuta antropológicas e poéticas das infâncias. São Paulo: Panda Books, 2020.

GIANNOTTI, Sirlene. Dar forma é formar-se: processos criativos da arte para a infância. Or. Marina Célia Morais Dias. 2008. Dissertação (Mestrado em Linguagens) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara, 1999

INGOLD, Tim. Estar vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. Petrópolis: Vozes, 2015.

MACHADO, Marina Marcondes. O brinquedo-sucata e a criança: a importância do brincar - atividades e materiais. 3. ed. São Paulo: Loyola, 1999.

MACHADO, Marina Marcondes. Merleau-Ponty & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

MACHADO, Marina Marcondes. Fazer Surgir Antiestruturas: abordagem em espiral para pensar um currículo em arte. Revista E-curriculum, São Paulo, v. 8 n. 1, 2012. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/9048>. Acesso em: 12 nov. 2021

MACHADO, Marina Marcondes. Um Cemitério Vivo: memória de infância em espiral para reativar a experiência estética. Revista Digital Art&, ano 8, n. 18, 2016.

MACHADO, Marina Marcondes. O Imaginário Infantil como Trabalho-Em-Processo. Childhood & Philosophy, Rio de janeiro, v. 6, n. 12, jul./dez. 2010. Disponível em: <https://www.redalyc.org/pdf/5120/512051605005.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2020.

MACHADO, Marina Marcondes. O "Diário de Bordo" como ferramenta fenomenológica para o pesquisador em Artes Cênicas. Sala Preta, v. 2, p. 260-263, 2002.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Psicologia e Pedagogia da Criança. São Paulo: Martins Fontes. 2006

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

OSTROWER, Fayga. Criatividade e processo de criação. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

RICHTER, Sandra Regina Simonis. Infância e Materialidade: uma abordagem bachelardiana. REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DA PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 25, 2007. Anais... ANPED. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

RICHTER, Sandra Regina Simonis; BARBOSA, Maria Carmem Silveira. Os bebês interrogam o currículo: as múltiplas linguagens na creche. Rev. Educação, v. 35, n. 1, jan./abr. 2010. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/1605>. Acesso em: 12 nov. 2021.

SAURA, Soraia Chung; ZIMMERMANN, Ana Cristina; Corpo e espanto na filosofia de Merleau-Ponty. In: NÓBREGA, T. P.; CAMINHA, I. O. Merleau-Ponty e a Educação Física. São Paulo: LiberArs, 2020, p. 119–131.

SAURA, Soraia Chung; ZIMMERMANN, Ana Cristina. Gaston Bachelard: contribuições para os estudos do corpo e do movimento. In: CARDONA, A. C. O.; CAMARGO, M. R.; MENEZES, R. C. D. (orgs). Red de educación Contemporánea en Latinoamérica tendencias latinoamericanas en investigación: volumen II. 1.ed. Bogotá: Universidad La Gran Colombia, 2018, p. 112–122

SAURA, Soraia; ZIMMERMANN, Ana C.. Les savoirs oubliés : corps, tradition et l’environnement dans les communautés brésiliennes et latino-américaine, 2019 https://journals.openedition.org/rechercheseducations/9147

WALLON, Henry. A Origem do caráter na criança. São Paulo: Nova Alexandria, 1995.

REFERÊNCIAS AUDIOVISUAIS: NARRAÇÕES DE HISTÓRIAS

MINHA MÃE é Negra Sim. Direção: Carla Candiotto. Projeto Fique em casa, Jundiaí, 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?app=desktop&v=hcM8mQZ7oz8>. Acesso em: 12 nov. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

GIANNOTTI, S.; ZIMMERMANN, A. C.; SAURA, S. C. Corpo, memória e imaginação: relato de um percurso formativo de educadores da primeira infância em arte-educação no contexto remoto imposto pela COVID-19 . PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 11, n. 23, p. 175–212, 2021. DOI: 10.35699/2237-5864.2021.32939. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/32939. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Seção temática